Visitando a Sede das Nações Unidas

Atualizado em

Com muita sorte consegui conhecer um dos prédios mais famosos do mundo, e ainda por cima projetado por Oscar Niemeyer, um dos brasileiros mais famosos de todos os tempos. Juro: a sede das Nações Unidas em Nova York foi um projeto em conjunto criado por ele e por Le Corbusier, o francês da “nova arquitetura”.

Dizem que na apresentação que antecedeu as construções, lá no início da década de 1940, os principais traços eram de Niemeyer, que projetou uma enorme praça de confraternização entre os dois prédios principais. Le Corbusier, um dos mais respeitados arquitetos da equipe até então, sugeriu um reposicionamento que acabou inutilizando a ideia de Niemeyer.

United-Nations-07

United-Nations-08

A fachada das Nações Unidas com suas 192 bandeiras, e a famosa escultura “Non-violence”, um presente do governo de Luxemburgo

O projeto brasileiro, número 32, e o projeto francês, número 23, foram então fundidos em um só: UN 32-23. As construções começaram em 1947 e chegaram ao fim, oficialmente, cinco anos depois, na 1a avenida, entre as ruas 41 e 48.

United-Nations-06

Escultura na entrada do prédio da ONU

Como visitar a sede da ONU em Nova York

Todos os passeios são acompanhadas por guias e custam 18 dólares. Mesmo que a maior parte das vendas seja online, alguns ingressos sempre ficam disponíveis no local para passeios naquele mesmo dia.

A entrada e a bilheteria ficam na altura da rua 46 e acontece entre 9:00 e 17:30, de segunda a sexta. Com a exceção de janeiro e fevereiro, nos fins de semana a ONU mantém o Visitor Center aberto, mas não oferece passeios guiados.

Bem, o chato é que eles podem fechar o prédio a qualquer momento, sem aviso prévio. Por isso, vale fazer uma busca antes e descobrir se irá rolar algum evento político no dia do seu agendamento. Qualquer encontro oficial é o suficiente para fecharem o prédio para visitação.

United-Nations-32

United-Nations-33

School in a box: como a ONU leva ensino fundamental para crianças em regiões de guerra

O que você vai ver pelo caminho

Esse é o Hall da Assemblagem Geral, o lugar que todo mundo quer conhecer, mas infelizmente não é sempre que dá para entrar.

A sensação é de estar entrando em um lugar muito exclusivo por alguns minutos! Um lugar que não fica aberto ao público, que tem entrada controlada e… Que está caindo aos pedaços. É pá-pum: deslumbrando e realidade com curtíssimo espaço de tempo entre eles.

United-Nations-12

United-Nations-15

United-Nations-16

Esse é o Hall da Assembleia Geral. Os assentos são rotativos e seguem a ordem alfabética

É um lugar antigo, bem mas pobre do que eu e os outros 14 do grupo imaginávamos. A reforma que deve ser concluída em 2015 está vindo em boa hora: o tecido azul das poltronas parece estar lá desde a sua inauguração, em 1952. Já a tecnologia de tradução simultânea nada mais é do que um plug desbotado.

No passeio ainda cruzamos vários corredores com exibições bem interessantes sobre os principais serviços prestados pela ONU e conscientização sobre os direitos humanos. E olha que isso é bem mais interessante do que parece: descobrimos coisas reais e surpreendentemente interessantes, como a escola sem fronteiras (que cabe toda dentro um baú) e formas de ajudar com contribuições em dinheiro sem precisar colocar as mãos no bolso.

United-Nations-25

Eu, por alguma artimanha do destino, sempre caio com guias brasileiros. Já não lembro o nome da moça simpática e super competente que nos guiou por lá, mas, fica meu agradecimento: você mandou muito bem! O passeio pela ONU foi uma das melhores surpresas da viagem.

Outras dicas do blog para programar a sua viagem:

  Já sabe onde ficar em Nova York? Fiz uma seleção com as melhores opções nos arredores de Times Square. Se você acompanha minhas viagens sabe que tenho ficado bastante no Hotel Belleclaire de Upper West Side e gostado muito!

  Já contratou o seguro de viagem? Seguro é essencial nos Estados Unidos! O buscador Seguros Promo oferece até 10% de desconto para leitores do blog, além de parcelar em até 12x no cartão. Se tiver alguma dúvida, fale comigo!

  Você consegue viajar sem celular? Não deixe de sair do Brasil já com o seu chip americano com internet ilimitada de verdade – e através do nosso link exclusivo você leva 10% de desconto! Se precisar, entre em contato comigo.

  Para alugar carro nos Estados Unidos pelo menor preço pesquise em todas as locadoras de uma só vez através da Rent Cars. Eles possuem escritório no Brasil com atendimento em português e dividem em até 12x no cartão ou com desconto no boleto.


Sobre

Sou mineiro de Belo Horizonte, onde nasci e moro. Nem toda viagem é trabalho, mas depois do blog todo trabalho virou viagem! Se quiser receber os últimos posts do blog e minhas dicas no WhatsApp é só adicionar (31) 98263.3937 aos seus contatos e mandar um "alô" para ativar o robô do blog!


'Visitando a Sede das Nações Unidas' têm 3 comentários

  1. 9 de julho de 2013 @ 11:16 Thiago Mourthé

    Adorei a visita, apesar de achar que o lugar carece de um ambiente mais bem cuidado. Achei muito interessante a escola no baú também. E minha guia era bem simpática e interativa. Valeu.

    Responder

    • 9 de julho de 2013 @ 16:04 Thiago Khoury

      Ei Thiago, também acho, pensei que fosse um lugar mais cuidado!

      Responder

  2. 21 de setembro de 2012 @ 9:57 Douglas

    Salve, Thiago!

    Fazia um cado de tempo que não aparecia aqui. Bem bacana esse post sobre a visita às Nações Unidas!
    Não tenho comentado muito ultimamente, mas tou sempre de olho nos novos posts.

    Abraços!

    Responder


Gostaria de deixar um comentário?

Seu endereço de email não será publicado.

*

Rodei Viagens 2010 - 2019. Todos os direitos reservados. Colabore com o blog! | Orgulhosamente hosted pelo DreamHost