35 coisas para fazer de graça em Nova York

Atualizado em

Quem está para viajar e morre de medo de gastar mais do que imaginava? Isso provavelmente irá acontecer, o segredo é permanecer dentro da margem erro e inserir o maior número possível de passeios de graça em Nova York no roteiro.

Como em toda cidade incrível, nem sempre é preciso colocar a mão no bolso para fazer coisas igualmente incríveis: Nova York é a cidade que concentra o maior número de atividades gratuitas no menor espaço e para o maior número de pessoas.

Eu escolhi 35 ótimos exemplos para você se apaixonar por Nova York sem gastar nada. Depois me diz o que achou sobre eles.

Dicas importantes para ajudá-lo no planejamento de sua viagem a Nova York:

Qual seguro de viagem fazer para os Estados Unidos?

Qual o melhor chip de viagem para os Estados Unidos?

De graça em Nova York: 35 dicas do que fazer na cidade

35. Agora que o Metropolitan, o meu melhor museu do mundo, possui entrada paga eu preciso tirá-lo desta lista, mas vou trocá-lo por seu irmão mais novo, o igualmente delicioso Brooklyn Museum em Prospect Park, que tem entrada via valor sugerido.

34. Esse esquema de valor sugerido também é adotado no American Museum of Natural History: a partir de um dólar você tem acesso a maior parte do Museu de História Natural mais visitado do mundo.

33. Passear pelo Central Park pode ser um programa delicioso e gratuito: pegue qualquer um desses passeios guiados e conheça pontos diferentes do parque em um, dois ou três dias de roteiro.

32. Não deixe de reservar uma manhã inteira de tempo livre no parque de Washington Square, onde o lindo arco do triunfo americano marca o início exato da 5th Avenue. Conhecido como o parque universitário de Manhattan, é por ali que estão espalhados grande parte dos prédios da New York University.

31. Pegue o Staten Island Ferry para dar um pulinho nesse que é o distrito mais sem sal dos cinco que formam Nova York, mas foque no ato de andar de barco sem gastar nada e tirar algumas das fotos mais legais da ilha de Manhattan.

Times Square

35 coisas para fazer de graça em Nova York: Times Square, por Cuba Gallery, todos os direitos reservados

30. Um passeio de barco também gratuito (pelo menos o primeiro do dia) e bem mais interessante é o que leva até Governors Island: essa ilha linda e em constante transformação abre na primavera e funciona até o início do outono. Passeio imperdível para quem visita a cidade entre maio e setembro.

29. Bater perna pela parte sul da ilha sempre é um passeio interessante, mas caminhar por Battery Park sem pressa, chegar no gramado em frente ao museu Skyscraper e tirar fotos com a estátua da Liberdade ao fundo tem o seu valor. Depois é só caminhar alguns metros em direção ao…

28. Charging bull, onde você não pode deixar de passar a mão no saco do touro: dá sorte e atrai dinheiro! Depois desça em direção a Battery Park novamente, passe por Bowling Green e entre na versão nova-iorquina do…

27. National Museum of the American Indian, que, verdade seja dita, não tem nada de muito legal, exceto pela arquitetura do prédio e pelo o salão central com sua linda rotunda.

26. Estou começando a achar que devo ter pego o tour errado: não é possível que as pessoas realmente recomendem o passeio guiado da Brooklyn Brewery. Bem, de qualquer forma, (literalmente) não custa fazê-lo, e meia-hora depois você estará dentro da cervejaria mais famosa da cidade.

35 coisas para fazer de graça em Nova York: City Hall

35 coisas para fazer de graça em Nova York: City Hall, por Cuba Gallery, todos os direitos reservados

25. Quer tirar umas selfies bem legais em um lugar que ninguém vai? O City Hall nova-iorquino é pouco popular entre turistas, mas tem uma praça charmosa e bem próxima de uma região que você provavelmente irá passar, na direção da ponte do Brooklyn.

24. Se você procura um motivo para gostar da 7th Avenue e entender porque ela faz parte do distrito da moda, minha dica é dar um pulinho no The Museum at FIT, que para quem não é nenhum apaixonado pelo assunto consegue se virar por ali maravilhosamente bem em meia-hora.

23. Esse é um programa que sempre fui louco para fazer, mas nunca encarei a seriedade de conciliar a ida ao roteiro: agende, com antecedência de pelo menos duas semanas, um tour guiado e gratuito pelo Federal Reserve Bank of New York, a única forma de passar por um dos cofres mais seguros do mundo, até porque ele guarda mais de 10 mil toneladas de ouro.

22. Não deixe de conhecer a Grand Central, provavelmente a estação de trens mais bonita do país: pesquisando na internet descobri esse tour gratuito que passa também pelo Chrysler Building.

21. Um dos meus lugares preferidos na cidade é o parque suspenso High Line, mas você já deve ter ouvido falarem sobre ele, principalmente agora que foi inaugurado o seu último trecho e ficou ainda maior e mais bonito

35 coisas para fazer de graça em Nova York: NYC Library

35 coisas para fazer de graça em Nova York: NYC Library, por Cuba Gallery, todos os direitos reservados

20. Outra coisa que nunca fiz, mas sempre prometo que um dia irei fazer: acordar às cinco da manhã para pegar o meu lugar na fila e participar da transmissão ao vivo do Today Show da NBC na Rockefeller Plaza. Ou participar da plateia de alguns dos programas gravados em Manhattan, e aqui você tem uma lista de onde e como se inscrever em cada um deles, como o The Tonight Show com Jimmy Fallon.

19. Lembro que já passei por ele no inverno, quando a entrada é gratuita durante dias a fio, mas sou louco para voltar ao jardim botânico do Brooklyn durante o verão, quando a entrada gratuita acontece todas terças-feiras entre dez da manhã e meio-dia.

18. O MoMA é um museu que gosto muito, mas vou pouco por dois motivos: (a) ele é muito caro e, (b), quando é gratuito, entre quatro da tarde e oito da noite de sexta, ele não enche: ele lota! Por isso minha dica é aproveitar esse mesmo horário gratuito e conhecer o Museum of The Moving Image, que é bem divertido e não tem nenhuma multidão na porta.

17. O mais icônico da biblioteca pública é a sua fachada que virou cenário para um sem fim de filmes e séries: tire uma foto na escadaria da entrada principal, ao lado dos leões, mas você também pode entrar e ler um livro; ou faça como eu e dê uma volta pelo quarteirão: a biblioteca fica logo atrás do…

16. Bryant Park, provavelmente o mais nova-iorquino da lista. No inverno ainda rola a pista de patinação no gelo, que é gratuita desde que você tenha os seus próprios patins. No verão eles tem uma parceria com HBO e fazem enormes transmissões de filmes clássicos e novos em noites selecionadas.

35 coisas para fazer de graça em Nova York: High Line

35 coisas para fazer de graça em Nova York: High Line, por Cuba Gallery, todos os direitos reservados

15. Prepare-se porque estou prestes a te mandar para um lugar que ainda não conheço, mas juro que um dia irei: apesar de achar meio fora de mão, o General Grant National Memorial é o maior mausoléu do mundo, parece um Capitólio em pequena escala.

(atualização: já fui, e é lindo! Uma ótima dica para conhecê-lo é fazer uma dobradinha com a Columbia University)

14. Presenciar todo o charme e malemolência de um culto evangélico com coral gospel cantando I will follow you em uma igreja do Harlem enquanto você bate palmas e se diverte – praising the lord, é claro! Nada de procurar grupos ou excursões, caminhe despretensiosamente e, diferente dos chineses, escolha as menores igrejas: conheci a First Corinthian Baptist Church e me senti muito bem recebido. Minha dica é chegar cedo e dar preferência para os primeiros cultos do dia.

13. Passear pelo parque Hudson River, que é o segundo maior da cidade e tem um formato pouco usual: ele é comprido e percorre a maior parte da margem do Hudson, dá inclusive para alugar caiaque sem pagar nada por isso.

12. Eu estava caminhando tranquilamente por Hell’s Kitchen quando descobri uma galera muito louca encenando uma peça de teatro em um estacionamento a céu aberto na 8th ou 9th Avenue, na altura da 44th ou 45th Street. Descobri agora que eles fazem parte da companhia teatral que encena Shakespeare exclusivamente em pequenos estacionamentos. Juro.

11. Já me disseram que da para assistir apresentações sem pagar entrada na lendária Juilliard, basta ter um pouquinho de sorte: apesar de existirem apresentações gratuitas com distribuição de ingressos online, para as apresentações pagas basta cruzar os dedos e perguntar por eventuais standby tickets.

+ Tudo sobre os teatros da Broadway

35 coisas para fazer de graça em Nova York: Grand Central

35 coisas para fazer de graça em Nova York: Grand Central, por Cuba Gallery, todos os direitos reservados

10. Ficar sem fazer nada no Pier 1 do parque da Brooklyn Bridge, sentado em um daqueles bancos de madeira olhando o sol sumir e a parte baixa da ilha de Manhattan se acender pouco a pouco.

9. Quer um programa melhor ainda? Vá par o Pier 5 e delicie-se no Smorgasburg, aos domingos, a partir das 11. É o meu mercado favorito, aquele que vira e mexe vende coxinhas gourmet e é sensação na internet.

8. Chegar em Times Square quando ela estiver 100% acesa e gritar concrete jungle where dreams are maaaaaade of! Bem, você não precisa gritar, mas pode dar uma boa olhada ao seu redor e ver o quanto toda aquela cafonice é linda e proporciona selfies maravilhosas. Suba na escadaria vermelha para comer um pedaço de pizza enquanto aquela multidão de turistas passa por você.

7. Union Square é um dos lugares mais agradáveis da cidade: aos sábados de manhã rola uma feira de orgânicos que é bem legal, ótima oportunidade para bater perna por ali e descer até a minha dica 42.

6. Passear pela passarela de madeira de Coney Island enquanto para em cada cantor pelo caminho – ouça, bata palmas e prepare suas notas de um. Se estiver se sentindo animado, pague os 9 dólares e suba na Cyclone, a famosa montanha-russa de madeira onde Beyonce gravou o clipe de XO.

35 coisas para fazer de graça em Nova York: Brooklyn Bridge

35 coisas para fazer de graça em Nova York: Brooklyn Bridge, por  Cuba Gallery, todos os direitos reservados

5. Não conheço o parque Socrates Sculpture porque não existe definição melhor para “fora de mão”: acho mais provável te mandar para a parte continental do Queens do que para Long Island, onde fica o único parque que recebe aquelas esculturas gigantes que são tão comuns em outros parques americanos.

(Update: gente, cometi um erro absurdo e fui corrigido por uma leitora que me abriu os olhos: Socrates Sculpture não fica em Long Island e sim em Long Island City, pertinho de Astoria no Queens. Super tranquilo de ir para quem se hospeda em Manhattan!)

4. Falando em Queens, que tal conhecer um lugar bem diferente que nenhum dos seus amigos conhece? Flushing Meadows-Corona já foi considerado o segundo maior parque da cidade, mas hoje sabemos que ele é o quarto: é nele que estão aquelas duas torres gigantes com um disco voador no topo que vemos a caminho do aeroporto. É nele também que está o Unisphere, aquele icônico globo de metal construído para a Feira Mundial de 1964.

3. Se você chegou até Flushing Meadows não deixe de dar um pulinho no Queens Museum que também tem entrada mediante a preço sugerido: a maquete, tão grande que se caminha nela, dos cinco distritos de Nova York é incrível!

2. Um dos passeios mais procurados de hoje é o 9/11 Memorial e o museu inaugurado em 2013. É pago, mas toda terça a partir das cinco da tarde a entrada é gratuita, por isso vale reservar o seu ingresso com duas semanas de antecedência pela internet.

1. Nada melhor do que atravessar a Brooklyn Bridge a pé, sem pressa e com um dia bonito para você tirar todas as fotos que precisa e ganhar todos os likes que sua viagem merece!

Outras dicas do blog para programar a sua viagem:

  Já sabe onde ficar em Nova York? Fiz uma seleção com as melhores opções nos arredores de Times Square. Se você acompanha minhas viagens sabe que tenho ficado bastante no Hotel Belleclaire de Upper West Side e gostado muito!

  Já contratou o seguro de viagem? Seguro é essencial nos Estados Unidos! O buscador Seguros Promo oferece até 10% de desconto para leitores do blog, além de parcelar em até 12x no cartão. Se tiver alguma dúvida, fale comigo!

  Você consegue viajar sem celular? Não deixe de sair do Brasil já com o seu chip americano com internet ilimitada de verdade – e através do nosso link exclusivo você leva 10% de desconto! Se precisar, entre em contato comigo.

  Para alugar carro nos Estados Unidos pelo menor preço pesquise em todas as locadoras de uma só vez através da Rent Cars. Eles possuem escritório no Brasil com atendimento em português e dividem em até 12x no cartão ou com desconto no boleto.


Sobre

Sou mineiro de Belo Horizonte, onde nasci e moro. Nem toda viagem é trabalho, mas depois do blog todo trabalho virou viagem! Se quiser receber os últimos posts do blog e cupons de descontos exclusivos no WhatsApp é só adicionar (31) 98263.3937 aos seus contatos e mandar um "alô" para ativar o robô do blog!


'35 coisas para fazer de graça em Nova York' têm 6 comentários

  1. 22 de agosto de 2017 @ 17:08 Fernanda Paes

    Ei, Thiago! Sabe que eu sou leitora do Rodei desde sempre, né? Diga-se de passagem, ganhei sua primeira promoção (tava lembrando disso ao arrumar minhas gavetas e encontrar a caixinha de adesivos da Disney). Tô indo pela segunda vez para os Eua e dessa vez sozinha, falando/tentando falar um inglês SOFRIDO, mas cheia de vontade de fazer um monte de coisas diferentes. Pretendo devorar seus posts até outubro! 35 passeios gratuitos em NY já anotadíssimos :)

    Responder

    • 22 de agosto de 2017 @ 18:21 Thiago Khoury

      E você sabe que eu morro de orgulho de ter você como leitora, não sabe? Faça ótima viagem e qualquer coisa que precisar é só chamar – essas 35 coisas são ótimas, faça todas!

      Responder

  2. 20 de agosto de 2017 @ 20:50 Marcia Aguiar

    O Socrates Sculpture Park não fica em Long Island. Fica em Long Island City, que é do lado de Astoria, no Queens. It’s not that far. ;-)

    Responder

    • 20 de agosto de 2017 @ 21:04 Thiago Khoury

      Oi Marcia, que ótima a sua participação, eu nunca soube – e por achar que ficava longe nunca fui! Vou alterar agora no post, obrigado!

      Responder

  3. 3 de março de 2016 @ 19:58 Vieira

    Adorei esse artigo. Muito Bom. Top 35 melhores programas GRÁTIS.

    Responder

  4. 14 de julho de 2015 @ 11:44 Melissa

    Muiiiito obrigada pelas dicas, ajudaram muito a montar meu roteiro.

    Responder


Gostaria de deixar um comentário?

Seu endereço de email não será publicado.

*

Rodei Viagens 2010 - 2019. Todos os direitos reservados. Colabore com o blog! | Orgulhosamente hosted pelo DreamHost