Battery Park em Nova York: o que fazer e o que conhecer

Atualizado em

Battery Park tem esse nome curioso porque no passado essa parte da costa nova-iorquina tinha verdadeiras baterias de armamento para proteger a ilha de Manhattan.

Hoje essa é uma área urbana cheia de verde colada em Financial District, uma região residencial bem careira até para o padrão dos engravatados que moram ali.

Tem muito programa turístico para descobrir caminhando por Battery Park com um Google Maps em mãos, inclusive fiz um especialmente para ajudá-lo nessa complicadíssima tarefa de bater perna por ali, um dos lugares mais gostosos da cidade.

Dicas importantes para ajudá-lo no planejamento de sua viagem a Nova York:

Qual seguro de viagem fazer para os Estados Unidos?

Qual o melhor chip de viagem para os Estados Unidos?

Como é Battery Park em Manhattan

Não se preocupe caso sinta-se perdido caminhando por Battery Park: perder-se por ali faz parte do passeio, até porque tudo aquilo é um verdadeiro “anexo” acoplado ao extremo sul da ilha de Manhattan onde as ruas já não são planejadamente quadriculadas (é mais um emaranhado de curvas, entradas e saídas).

O segredo é margear o rio sempre que possível, essa geralmente é a parte mais bonita de Battery Park:

Mapa de Battery Park em Manhattan

O que fazer em Battery Park

Fiz um roteiro de uma manhã ou uma tarde em Battery Park para que você passeie por lá e conheça o que não pode passar batido de forma alguma (além de uns opcionais que deixo a seu critério).

Você pode cumprir esse roteiro em Battery Park da maneira que proponho aqui ou pode cumpri-lo de trás para frente. Como diriam os professores do primário, a ordem dos fatores não altera o resultado!

  • Comece por Brookfield Place

Uma ótima forma de inserir Battery Park no roteiro é fazendo dele a segunda parte de uma dobradinha com outro passeio no sul da ilha de Manhattan. Minha melhor sugestão é fazer Brookfield Place com Battery Park porque eles se conectam por um charmoso calçadão à beira-rio.

Brookfield Place é um corredor com lojas de luxo e um charmoso mercado francês e praça de alimentação (bem mais acessíveis, diga-se de passagem). Brookfield Place é um programão, inclusive já escrevi sobre ele:

+ Brookfield Place em Nova York: Le District e Hudson Eats

Aliás, vale dizer que geralmente fazemos Brookfield Place com Memorial Plaza, então sinta-se a vontade para transformar essa dobradinha em uma trinca de passeios:

+ Memorial Plaza e o 9/11 Memorial Museum

Saindo de Brookfield Place pela Marina

  • Passe pela Marina de Battery Park

Saia de Brookfield Place passando pela Marina de Battery Park, também conhecida por North Cove Yacht Harbor, seu nome oficial.

Quero que você chegue caminhando no gramado de Battery Park passando por um dos percursos mais gostosos de Manhattan, a Battery Park City Esplanade, uma passarela super charmosa que margeia o Hudson River.

É só passear por ela sem pressa que em dez minutos ou menos você chega no gramado mais gostoso de Manhattan.

  • Robert F Wagner Junior Park  

O parque em homenagem ao antigo prefeito de Nova York é a parte mais bonita de Battery Park, além de ter uma vista linda para a Estátua da Liberdade e um gramado protegido por um paredão de tijolos vermelhos.

Gosto muito dessa próxima foto porque ela mostra quase tudo: o gramado do parque Robert F Wagner Junior, o prédio do Museum of Jewish Heritage em formato de pirâmide e a entrada do Skyscraper Museum em frente a ele.

Battery Park

Panorama geral de Battery Park

Battery Park

Sessão de fotos no alto do Robert F Wagner Junior Park…

Battery Park

… e a entrada do Museum of Jewish Heritage

  • Museum of Jewish Heritage e Skyscraper Museum

Eu nunca consegui entrar no Museum of Jewish Heritage, mas ele parece bem bacana e super tecnológico. Na verdade entrei no museu ao lado (em frente, na verdade, basta atravessar a rua), The Skyscraper Museum, que é bem pequeno, mas é legal para quem curte construções e arranha-céus.

Skyscraper mostra algumas maquetes, projeções e filmes sobre as construções dos prédios mais altos de Manhattan – mas o museu do arranha-céu é um passeio rápido, você geralmente não gasta mais de quarenta minutos.

  • Castle Clinton

Vamos continuar em direção a Castle Clinton, ou Fort Clinton. Muito antes de Ellis Island existir, Castle Clinton foi o primeiro pitstop de imigrantes que chegavam ao país vindos da Europa, mas de aquário a anfiteatro ele já foi de tudo um pouco.

Hoje ele é só um monumento público onde você compra os ingressos para o ferry que segue em direção as duas ilhas mais famosas de Nova York: Ellis Island e Liberty Island. Já me disseram que no verão rolam apresentações gratuitas de bandas lá dentro.

Castle Clinton em Battery Park

Clinton Castle, mas a entrada fica virada para o rio

  • Charging Bull

Agora a gente pula para o parque Bowling Green, onde fica o famoso Charging Bull, o Touro de Wall Street.

O Touro de Financial District foi criado por um artista plástico europeu que montou uma verdadeira operação de guerra para colocá-lo onde está sem que ninguém notasse – é impossível saber exatamente como, até porque a escultura pesa quase quatro toneladas.

Outra atração de Bowling Green é o The National Museum of The American Indian, um museu que sempre achei bastante monótono, mas a entrada é gratuita e o salão oval principal é lindo, vale conhecer.

6033852995

Entrada preservada da estação Bowling Green, das linhas 4 e 5

332255620

Prédio onde desde 1994 funciona The National Museum of The American Indian. Reza a lenda que foi nele, em 1626, que os europeus oficializaram a compra de Manhattan por 24 dólares

Onde se hospedar em Battery Park

O melhor custo-benefício de Battery Park e o mais próximo possível das atrações que aparecem no post é o Double Tree do grupo Hilton.

Ele é um quatro estrelas econômico com quase dez variações de quartos, por isso você encontra tantas tarifas diferentes, mas no geral os quartos são razoavelmente espaçosos.

Outras dicas do blog para programar a sua viagem:

  Já sabe onde ficar em Nova York? Fiz uma seleção com as melhores opções nos arredores de Times Square. Se você acompanha minhas viagens sabe que tenho ficado bastante no Hotel Belleclaire de Upper West Side e gostado muito!

  Já contratou o seguro de viagem? Seguro é essencial nos Estados Unidos! O buscador Seguros Promo oferece até 10% de desconto para leitores do blog, além de parcelar em até 12x no cartão. Se tiver alguma dúvida, fale comigo!

  Você consegue viajar sem celular? Não deixe de sair do Brasil já com o seu chip americano com internet ilimitada de verdade – e através do nosso link exclusivo você leva 10% de desconto! Se precisar, entre em contato comigo.

  Para alugar carro nos Estados Unidos pelo menor preço pesquise em todas as locadoras de uma só vez através da Rent Cars. Eles possuem escritório no Brasil com atendimento em português e dividem em até 12x no cartão ou com desconto no boleto.


Sobre

Sou mineiro de Belo Horizonte, onde nasci e moro. Nem toda viagem é trabalho, mas depois do blog todo trabalho virou viagem! Se quiser receber os últimos posts do blog e cupons de descontos exclusivos no WhatsApp é só adicionar (31) 98263.3937 aos seus contatos e mandar um "alô" para ativar o robô do blog!


'Battery Park em Nova York: o que fazer e o que conhecer' tem 1 comentário

  1. 17 de agosto de 2016 @ 11:06 Nei

    Estive em NY em 2003, sim a 13 anos atrás e tirei uma foto sentado em cima do Charging Bull, o legal foi que quando comprei o pacote da viagem ganhei esse city tour, a guia era uma brasileira residente em NY, ela me disse sobe em cima pra eu tirar uma foto sua mas tinha uma excursão de japoneses no local ai fiquei meio receoso mas ela insistiu fica tranquilo é só um subir que todos fazem o mesmo, foi tiro e queda quando desci do touro virou um alvoroço toda japonesada indo tirar foto montado também.

    Responder


Gostaria de deixar um comentário?

Seu endereço de email não será publicado.

*

Rodei Viagens 2010 - 2019. Todos os direitos reservados. Colabore com o blog! | Orgulhosamente hosted pelo DreamHost