Um roteiro de quatro dias em Londres

Atualizado em 27 de janeiro de 2021 por Thiago Khoury

Update: 7 de dezembro de 2016

Londres é a capital cultural da Europa, ponto de encontro de quem quer conhecer o mundo todo em uma mesma viagem. Esse caldeirão Real oferece milhões de possibilidades antes de você escolher a melhor forma de passar um dia na terra da Rainha.

Não deixe de usar a minha dica de hospedagem: o St Giles fica em uma das melhores regiões da cidade, o Soho, bem em frente a estação Tottenham Court Road. Todos os passeios desse roteiro começam por lá.

Roteiro de quatro dias em Londres

Dia 1: prepare-se para andar

  • Atrações: Palace of Westminster, St Margaret ChurchWestminster Abbey e Downing Street

Pegue a linha Circle ou District e desça na estação Westminster para chegar no Big Ben, o relógio no alto da torre do Palace of Westminster. Pegue um mapa e localize-se: todas as quatro atrações dessa primeira parte do dia estarão ao seu redor.

Clique aqui para se informar sobre visitas ao Parlamento feitas por turistas estrangeiros. Para informações sobre visitas a abadia e a igreja clique aqui e aqui. Em Downing Street você encontra a residência oficial do Primeiro Ministro britânico, mas ela não é aberta a visitação.

Quanto custam os cinco passeios pagos mais tradicionais de Londres?

  • Atrações: The National Gallery

Saindo da Downing Street e continuando seu caminho pela Whitehall você chega a Trafalgar Square em poucos minutos. É lá que você encontra a famosa The National Gallery com algumas das pinturas mais interessantes de Leonardo e Michelangelo.

  • Atrações: Leicester Square e Covent Garden

Para conhecer Londres nada melhor do que bater perna e conhecer a cidade a altura dos olhos – por isso pegue o mapa e descubra qual o melhor caminho para Leicester Square saindo de Trafalgar Square e de lá para Covent Garden.

Aqui é um dos melhores lugares para se perder por Londres, andar sem rumo e sem pressa: além das lojas, restaurantes e bares, em Covent Garden você encontra a igreja (diferente da catedral!) de St Paul e o Museu de Transportes Londrinos que vale um pulinho, principalmente se você tem um London Pass.

Comi no Balthazar de Londres

Como fazer um bom negócio usando o London Pass

Dentro do mercado de Covent Garden, imagem de berryduchess.com

Dia 2: para quem acha que andou pouco

  • Atrações: London EyeSt James Park e Buckingham Palace

Você desce na mesma estação do primeiro dia e decide se quer ou não embarcar na London Eye. Não é nenhuma obrigação turística, mas se você ainda não conhece nenhuma das rodas gigantes mais famosas e gosta da ideia de fotografar a cidade de cima esse passeio é uma ótima pedida.

Depois atravesse a Westminster Bridge para chegar ao St James Park. Passe por ele para chegar ao Buckingham Palace. Clique aqui para saber informações sobre a troca da guarda.

  • Atrações: Tate Modern, Millenium Bridge, Shakespeare’s GlobeSt Paul Cathedral, The Shard e Tower Bridge

Aqui fica ao seu critério pegar um Uber até Westminster Bridge, caminhar até ela ou tentar encontrar a estação St James Park por onde passam as linhas Circle e District que, como nós já sabemos, descem em Westminster.

Essa parte da cidade é Southbank, um charme só: pode reservar a maior parte do dia sem medo de se arrepender, mas se você pretende entrar em todas essas atrações um dia pode ser pouco, principalmente quem quer chegar a tempo de pegar o pôr do sol no The Shard.

Eu pirei no The Shard de Londres

Caminhe margeando o rio que corre pela sua esquerda. Você chegará a um dos museus mais descolados do mundo, o Tate Modern. Atravesse a Millenium Bridge e tire fotos na entrada da St Paul Cathedral. Volte pela mesma ponte e continue caminhando para chegar no Shakespeare’s Globe onde peças do dramaturgo inglês são encenadas em palcos do século XVI.

Continuando seu caminho você passa pelas novas construções da cidade em ruas antigas de paralelepípedos. Prepare-se para passar pelo London Dungeon, Hay’s Galleria, More London/The Scoop e City Hall.

A última atração desse trajeto é a Tower Bridge. Passe por ela para chegar até a praça da Tower Bridge Exhibition, tem muita gente ali e um punhado de food trucks em dias de sol.

Uhm, uma dica: se você quiser dá para para fazer o caminho inverso, começando pela Tower Bridge e descendo em direção a Westminster Bridge. Para isso, pegue as linhas Circle e District e salte na estação Tower Hill.

Tower Bridge

Dia 3: um pouco de cultura e compras

  • Atrações: British Museum, Soho, Piccadilly Circus, Regent Street/Piccadilly e Hyde Park

Comece seu dia descendo nas estações Goodge Street ou Holborn. Caminhe até o British Museum. De lá passe pelo Soho e não deixe de conhecer a famosa Old Compton Street (onde comer comida para turista pode ser um bom negócio). Continue seu caminho até chegar a Piccadilly Circus. Siga pela Regent Street. Quando a Beak Street cruzar não deixe de entrar e caminhar até a Carnaby Street para conferir um dos quarteirões mais charmosos da cidade. Vire a esquerda assim que você chegar a Oxford Circus e desça a Oxford Street até a entrada do Hyde Park.

Caso você não queria passar pelas tentações da Regent Street, caminhe pela Piccadilly – mas não deixe de entrar na Old Bond Street quando ela cruzar o seu caminho e siga por ela até que se torne New Bond Street.

Dia 4: a Londres dos londoners

  • Atrações: Portobello Market e Camden Town

Você não pode deixar de visitar os dois mais divertidos e incríveis mercados a céu aberto, Portobello Market e Camden Town. O primeiro é mais popular entre os londrinos, mas o segundo é maior e mais famoso. Para chegar em cada um deles desça nas estações Notting Hill Gate e Regent’s Park, respectivamente.

Agora, no fim do dia, você volta naqueles lugares que mais gostou e tira as melhores fotos!

Para terminar sua viagem em grande estilo, sugiro uma ida ao Soho para assistir a uma das peças em cartaz – ou faça como eu e assista Thriller Live pertinho de Piccadilly!

13 comentários sobre “Um roteiro de quatro dias em Londres

  1. Oi Thiago,
    Vc acha que incluir Dublin à primeira viagem à Europa é viável?
    Minha ideia é RJ – Portugal – Barcelona – Itália(Roma,Veneza e Florença) – Munique – Paris(com Disneyland) – Bruxelas – Amsterdã- Londres- Dublin -RJ
    Teremos 30 dias de férias e estou pensando em levar 3000 euros e umas libras.(2 pessoas)

  2. Meu marido e eu estamos indo para Londres em julho para levar nossos dois filhos, 16 e 19 anos, para conhecer aquela linda cidade. Gostaria muito de levá-los para assistir um musical. Pensei em We will rock you (Queen). O que você acha? Mais alguma sugestão?
    Um abraço,
    Siomara

  3. Bom eu como morador dessa linda cidade nao posso deixar de comentar sobre o seu roteiro..ele esta shooow de bola…faltando apenas um lugar simplesmente maaaravilhoso… GreenWich o topo do mundo…lugar onde fica a linha imaginaria que divide o mundo…fora que a vista la de cima eh simplesmente perfeita..o por do sol tambem maravilhoso…existem duas opcoes de se chegar:
    1: pegue um barco em westminster pier ( nao custa caro e vale muito a pena ..voce passa por baixo da tower bridge e ao lado dos edificios do centro financeiro de londres (canary wharf) e vaarias outras atracoes vale muito a pena..

    ps: se quiserem tambem em greenwich tem uma feirinha repleta de comidas tipicas de varios paises inclusive churros e churrasquinho brasileiro hehe..vale muito a pena..

  4. Olá,

    Achei o roteiro completíssimo. Deixo aí uma dica: O musical WE WILL ROCK YOU , teatro Dominion. Imperdível, principalmente para quem curte QUEEN.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.

*