Os principais bairros de Vancouver

Update: 7 de março de 2011

Dos quatro milhões e meio de habitantes de British Columbia, cerca de 600 mil vivem no coração de Vancouver, um lugar onde caminhar é fácil, agradável e seguro.

Os principais bairros de Vancouver

As regiões mais comuns de serem lembradas são marcadas por uma rua ou avenida principal onde as coisas geralmente acontecem. Conheceremos agora as principais regiões da parte mais movimentada do mapa: Downtown e Downtown Eastside, ou tudo que está entre Stanley Park e Granville Island.

Mapa-vancouver

Chinatown de Vancouver

Se a sua onda for comida chinesa, existem boas “garagens” para comer comida rápida em Davie Street, pouco antes de Davie Village, além de restaurantes tradicionais de comida asiática nas redondezas de Robson Street, mas, no que depender de mim, eu dificilmente incentivarei alguém a passear por Chinatown.

The Millenium Gate, pouco antes da Carral Street, é a entrada oficial do distrito e vale uma foto. Logo em frente você verá os jardins de Dr. Sun Yat-Sen. É um passeio legal, mas o lugar é pequeno e não tem nada de especial. Já que você está pagando para estar ali, recomendo o tour guiado, sem ele o passeio não tem a mesma graça.

Gastown em Vancouver

Sou fascinado por Gastown. Acho que parte do charme da região mais antiga de Vancouver, onde funcionou o primeiro centro comercial da cidade, é estar tão estrategicamente posicionada: não importa por qual rua você desça, será sempre surpreendente chegar a beira-mar e ver, a direita, o portal com as letras que formam o nome do lugar.

O bairro é vintage, com ruas de pedra e prédios de terra vermelha. No cruzamento entre as ruas Water e Cambie você verá o famoso relógio a vapor, uma das atrações mais antigas da cidade. Na Cordova você encontrará lojas de designers, mas na Water, a rua paralela, você verá vários restaurantes até chegar ao cruzamento com um antigo Flatiron Building no centro dele.

Leia mais para saber o basicão de Vancouver:

Perguntas essenciais sobre o Canadá

+ Qual o melhor seguro de viagem para o Canadá?

Para começar a rodar em Vancouver

10 formas de se apaixonar por Vancouver

Um ótimo lugar para se hospedar em Vancouver

Granville Downtown em Vancouver

Granville é a avenida mais enigmática da cidade, todos os desavisados passam por ali olhando para os lados sem entender muito bem se aquilo é mesmo Vancouver ou não: lembro que conheci quase todas as baladas de lá, mas confesso que passou pela minha cabeça a possibilidade de estar sendo passado para trás, me sentia frequentando boates imaginárias no coração das Ramblas de Barcelona.

Perguntei para outros amigos na cidade onde ficavam as baladas que eles frequentavam e a resposta foi a mesma, Granville, entre a Davie e a Robson. Uma região que você não deixará de conhecer e provavelmente muito próxima de onde ficará hospedado.

Bem, caminhando até a Nelson Street você terá mais baladas, depois dela o forte serão as lojas. Comida ali só se for de fim de noite.

Granville Island em Vancouver

Uma das minhas regiões prediletas na cidade, Granville Island é uma tarde fantástica que começará cedo e terminará tarde. O forte do lugar é o Public Market, mas não se restrinja a ele: ande por toda a ilha, caminhe por todos os armazéns e conheça todas as lojas. Escolha o restaurante que mais te chamar atenção, você dificilmente irá se arrepender.

27021104

Granville Island’s Public Market

Davie Village em Vancouver

Vancouver é provavelmente uma das cidades mais liberais do mundo no que diz respeito a sexualidade, o que torna a “gay village” de lá um lugar como outro qualquer, sem nada que a diferencie do resto de Granville Downtown, exceto pelas bandeirinhas coloridas e as lixeiras cor de rosa.

É comum resumir o turismo de três formas para quem vem pela primeira vez: comprar na Robson, dançar na Granville e comer na Davie – e é mais ou menos assim que as coisas funcionam.

Robson Street em Vancouver

“Comprar na Robson” faz todo o sentido quando você vem descendo pela Granville e vira a esquerda em uma das ruas mais legais de Vancouver. Não é cara como Yorkville de Toronto e nem tão jovem quanto a Yonge, mas uma mistura harmônica de ambas. Nela você também come e se hospeda, mas a segunda opção geralmente é mais salgada.

O miolinho que inclui os dois quarteirões dos lados paralelos a Robson é chamado de Entertainment District. Ele engloba atrações famosas na cidade, como o shopping Pacific Centre e a Vancouver Art Gallery.

Heritage District em Vancouver

Descendo a Burrard, cruze a Robson e continue caminhando em direção ao Harbour até chegar na Hastings. Os quarteirões entre a Burrard e a Granville possuem as lojas mais high-profile da cidade.

Não é uma rua larga e nem é tão badala como aparece nos guias. Continuando sem pressa por toda Hastings você chegará em Gastown.

Yaletown em Vancouver

Descendo a Helmcken você chegará ao cantinho direito do mapa, Yaletown, uma versão mais jovem e descolada de Gastown, com arquitetura parecida e ruas mais movimentadas. Lá as pessoas são jovens e simpáticas, sendo que a maioria mora, trabalha e se diverte por ali também.

A parte convidativa de Yaletown é pequena, está entre as ruas Nelson e Davie, Homer e Pacific Boulevard. Depois disso, a direita do mapa, temos vários condomínios onde você conseguiria morar sem sacrifício algum – e não deixe de conhecer o delicioso George Wainborn Park.

As paralelas Hamilton e Mainland (cortando o bairro de norte a sul) são as mais divertidas. Existem vários bares e pular entre um e outro é meu programa favorito, mas para não errar fecho sempre com o Cactus.

27021105

Yaletown

Outras dicas do blog para programar a sua viagem:

  Já sabe onde ficar em Vancouver? Selecionei as melhores opções da Granville Street e Robson Street. Se você procura um hotel barato e bem localizado, deixo a dica do Ramada, na Granville Street, onde fiquei e recomendo!

  Já contratou o seguro de viagem? Viajar com seguro é essencial! O buscador Seguros Promo é parceiro do blog e oferece 5% de desconto para leitores, além de parcelar em até 12x no cartão. Se tiver alguma dúvida, fale comigo!

  Você consegue viajar sem celular? Não deixe de sair do Brasil já com o seu chip de celular com internet! Se tiver alguma dúvida, entre em contato comigo.

  Para alugar carro no Canadá pelo menor preço pesquise em todas as locadoras de uma só vez através da Rent Cars. Eles possuem escritório no Brasil com atendimento em português e dividem em até 12x no cartão ou com desconto no boleto.


Sobre

Sou mineiro de Belo Horizonte, onde nasci e moro. Sou jornalista, trabalhei com assessoria de comunicação e fui repórter de turismo. Nem toda viagem é trabalho, mas depois do blog todo trabalho virou viagem! Sou @rodeiviagens no Insta.


'Os principais bairros de Vancouver' têm 2 comentários

  1. 3 de março de 2011 @ 13:10 Frances Pedroso

    Adorei essa matéria sobre downtown!
    Eu morei em Yaletown por 4 meses e eu adorei cada momento! O bairro e’ lindo, aconchegante, sofisticado e os lounges e bares da Mailand na minha opinião são melhores que os da Granville(são mais “classy”)! =)
    Fica a dica pra quem estiver em Van! ;)

    Responder

  2. 2 de março de 2011 @ 14:32 Mariana

    Adorei o seu blog. Muito bom. cheio de informações e facil de navegar! Parabens!

    Mariana

    Responder


Gostaria de deixar um comentário?

Seu endereço de email não será publicado.

*

Rodei Viagens 2010 - 2018. Todos os direitos reservados. Colabore com o blog! | Orgulhosamente hosted pelo DreamHost