10 formas de se apaixonar por Vancouver

Vancouver é mesmo uma cidade surpreendente: sem nenhum esforço ou expectativa, é só dar uma caminhada por um bairro diferente que a gente descobre novas formas de se apaixonar por Vancouver quando menos se espera.

Cercada por montanhas, com uma probabilidade insuportável de chuva na maior parte do ano e reconhecidamente a terceira melhor cidade para se viver no mundo, Vancouver tem sempre uma carta na manga.

Da invenção do Botox ao surgimento do Greenpeace, basta um Google para se surpreender com Vancouver. Lembro que eu me surpreendi assim:

Como se apaixonar por Vancouver

Vancouver não é o melhor lugar do mundo para se depender de transporte público, mas como grande parte da cidade é plana desbravá-la caminhando por ela não é nenhum problema.

Antes de começar a falar quero deixar três posts essenciais para ajudar no planejamento de viagem de quem está prestes a conhecer o Canadá:

Perguntas essenciais sobre o Canadá

Qual o melhor seguro de viagem para o Canadá?

Qual o melhor chip de viagem para o Canadá?

Como se apaixonar por Vancouver: Coal Harbour

Vancouver vista de Granville Island

10 formas de se apaixonar por Vancouver

Resolvi adicionar uma décima primeira maneira de se apaixonar por Vancouver no fim do post, mas vou deixar uma décima segunda logo de uma vez: fique de olho nos famosos, Vancouver é conhecida como “a Hollywood canadense”.

Eu mesmo já cruzei com parte do elenco de Lost caminhando pela praia!

  • Bata perna por English Bay

Sem pressa e sem nenhuma outra obrigação que não seja estar ali: diferente de Toronto que é conhecida pela neblina causada pela poluição americana, Vancouver vem trabalhando para alcançar níveis cada vez melhores de qualidade do ar.

  • Entre em uma Tim Hortons

A rede de café canadense Tim Hortons é bem diferente da concorrente americana, inclusive o preço, que é significativamente menor. Sempre fico na dúvida entre o hot chocolate supreme e o iced cappuccino com french vanilla. Fique você também.

  • Procure pela tocha

Quem desce a Burrard Street não sabe se vai pela esquerda ou continua em direção as misteriosas tendas brancas: Canada Place é um charmoso centro de convenções onde você pode caminhar enquanto procura pela linda Tocha Olímpica dos Jogos de Inverno de 2010.

  • Dê os dois primeiros passos em Capilano Bridge

Os outros irão acontecer naturalmente, eu prometo: a ponte suspensa de Capilano tem 70 metros de altura e 140 de comprimento, mas nada supera os dois primeiros passos.

Como se apaixonar por Vancouver: Capilano Bridge

Como se apaixonar por Vancouver: Capilano Bridge

  • Peça um sorvete de menta em Granville Island

Peça um pedaço de pizza na pizzaria do mercado e depois peça seu sorvete favorito no balcão ao lado. Prepare-se para passar horas ali imaginando como encaixar Granville Island no roteiro mais uma vez antes de se despedir de Vancouver.

  • Perca-se no Stanley Park

E quando chegar a hora de se encontrar, caminhe em direção ao Vancouver Aquarium para chegar nos totens gigantes. Nada mais turístico do que tentar enquadrar você e um totem em uma mesma foto.

  • Pausa para o cupcake

Caminhando pela Robson Street você passará por uma loja repleta de cupcakes em três tamanhos diferentes – para quem é mais ousado, escolha o “mint condition” com massa de chocolate e creme de menta. Ou abrace a causa e leve logo a caixa com doze unidades.

  • Ah, um passeio vintage!

Não deixe de conhecer Gastown. Procure pelo relógio à vapor mais antigo do país: além de ser o distrito mais charmoso de Vancouver, estamos no primeiro centro comercial da costa oeste canadense, onde British Columbia nasceu e cresceu.

  • Curta um fim de tarde em Coal Harbour

Assim que o sol começa a se pôr as pessoas caminham da Marina em direção as tendas do Canada Place para ver os pequenos hidroaviões vindos de Victoria aterrissarem por lá. Bem, siga o fluxo e vá com eles.

Como se apaixonar por Vancouver: fim de tarde em Coal Harbour

  • Pegue um bonde

The Vancouver Trolley Company é uma empresa que faz diversos tours pela cidade em um ônibus com cara de bonde. Existem trajetos hop-on hop-off que passam pelos principais pontos turísticos da cidade, mas existe também um shuttle com áudio em Stanley Park que passa por quinze pontos do parque.

E, se tudo falhar…

  • Passe dos limites em Granville

Quem sou eu para incentivá-lo a tomar tequila na Aura ou apple candy na Twelve West, mas é indispensável encerrar sua noite de sábado em Vancouver comendo um sanduba enquanto você caminha para o hotel ou procura um táxi.

Outras dicas do blog para programar a sua viagem:

  Já sabe onde ficar em Vancouver? Selecionei as melhores opções da Granville Street e Robson Street. Uma dica de hotel barato e bem localizado que sempre dou é o Ramada na Granville Street.

  Já contratou o seguro de viagem? Viajar com seguro é essencial! O buscador Seguros Promo é parceiro do blog e oferece até 10% de desconto para nossos leitores, além de parcelar em até 12x no cartão. Se tiver alguma dúvida, fale comigo!

  Você consegue viajar sem celular? Não deixe de sair do Brasil já com o seu chip internacional com internet boa de verdade! Aplique o cupom exclusivo RODEI10 e leve 10% de desconto – se tiver alguma dúvida, entre em contato comigo.

  Para alugar carro no Canadá pelo menor preço pesquise em todas as locadoras de uma só vez através da Rent Cars. Eles possuem escritório no Brasil com atendimento em português e dividem em até 12x no cartão ou com desconto no boleto.


Sobre

Sou mineiro de Belo Horizonte, onde nasci e moro. Nem toda viagem é trabalho, mas depois do blog todo trabalho virou viagem! Se quiser receber os últimos posts do blog e cupons de descontos exclusivos no WhatsApp é só adicionar (31) 98263.3937 aos seus contatos e mandar um "alô" para ativar o robô do blog!


'10 formas de se apaixonar por Vancouver' têm 11 comentários

  1. 28 de agosto de 2017 @ 16:18 Rodrigo Soares

    Como você não conheceu o Cambie?? The Cambie é o melhor bar de Vancouver!! A próxima vez que for em Vancouver de uma passada para tomar um bom chopp!!! O lugar é fantastico!

    Responder

  2. 4 de abril de 2011 @ 17:29 Higo Horta

    Vancouver is a lovely city and Victoria as well! Miss you my friend!

    Responder

    • 4 de abril de 2011 @ 17:32 Thiago Khoury

      Chefe! Você foi a primeiro a me incentivar a conhecer o Canadá! Grande abraço!

      Responder

  3. 15 de março de 2011 @ 15:09 Marina Empinotti

    Para quem passear pela Robson, recomendo tb a Rocky Mountain Chocolate Factory para comer um fudge e uma candy apple! Perfeitos :)
    https://rockymountainchocolatefactory.com/rmcf/control/portalHome
    que saudades de vancouver!!!

    Responder

    • 15 de março de 2011 @ 15:22 Thiago Khoury

      Bem lembrado Marina! Aliás, ótima ideia, vou escrever sobre a Rocky Mountain!

      Responder

    • 8 de setembro de 2011 @ 22:55 Lucas

      Nooossa muito bom as maçãs de lá, ai que delícia, e os cafés do tim horton! Saudades!

      Responder

  4. 15 de março de 2011 @ 11:55 Rodrigo

    Cara, vou passar julho desse ano em Vancouver estudando e conhecendo… Como será minha primeira viagem ao exterior, seu post vai me ajudar bastante lá. Mas, a questão é, dá pra fazer tudo em pouco mais de 30 dias?

    Abraços e parabéns pelo post!

    Responder

    • 15 de março de 2011 @ 15:24 Thiago Khoury

      Nossa, dá e sobra para conhecer British Columbia inteira! Ótima viagem!

      Responder

  5. 11 de março de 2011 @ 10:38 Douglas Luz

    Preciso urgentemente programar minha ida pra Vancouver! Rs.
    Com essas dicas a vontade só aumenta. Tem mandado bem demais nos posts, Thiago!

    Abraço!

    Responder


Gostaria de deixar um comentário?

Seu endereço de email não será publicado.

*

Rodei Viagens 2010 - 2019. Todos os direitos reservados. Colabore com o blog! | Orgulhosamente hosted pelo DreamHost