Chelsea Market em Nova York

Chelsea Market em Nova York: restaurantes e dicas

Atualizado em

Como as pessoas têm concepções diferentes da palavra “mercado”, vale deixar bem claro que o Chelsea Market em Nova York não tem absolutamente nada a ver com um supermercado comum.

Chelsea Market estreou recentemente um subsolo com “groceries”, que são as compras do dia a dia, mas ele é famoso pelos bares e restaurantes do piso principal, no nível da rua, além de ficar em Meatpacking District, uma das regiões mais charmosas da cidade.

Vou falar mais sobre ele e dar algumas dicas essenciais para quem quer conhecer Chelsea Market, mas antes quero deixar três links importantes para quem está planejando uma primeira viagem a Nova York:

+ Hotéis baratos em Times Square: onde ficar e quais escolher

Qual seguro de viagem fazer para os Estados Unidos?

Qual o melhor chip de viagem para os Estados Unidos?

E já que o assunto é mercado, nesses outros dois posts falo sobre dois outros mercados em Nova York que gosto bastante, um italiano e um francês:

+ Eataly: mercado italiano e restaurantes

+ Brookfield Place em Nova York: Le District e Hudson Yards

Chelsea Market em Nova York

Entrada do Chelsea Market em Nova York

Chelsea Market em Nova York

Corredor principal do Chelsea Market

Chelsea Market em Nova York

O Chelsea Market é muito mais um “food hall” do que um mercado propriamente dito. Um mercado pressupõe aquele tipo de lugar onde a gente faz compra para abastecer a cozinha, mas a pegada ali é outra.

O prédio onde hoje funciona o Chelsea Market foi construído no final do século 19 e ficou pronto em 1898. Estar de pé há tanto tempo já confere uma super importância ao lugar, mas ele fica ainda mais interessante a medida que a gente aprende mais sobre ele.

Foi ali, no Chelsea Market de Nova York, que a Nabisco inventou o Oreo, o biscoito mais popular dos Estados Unidos e um dos mais copiados pelo mundo!

Toda aquela região entre Chelsea e Meatpacking já foi um enorme açougue a céu aberto cercado por prédios industriais de produtos que existem até hoje. Dei dicas legais de o que fazer ali neste post aqui:

+ Meatpacking District: Whitney Museum e Gansevoort Market

Uma informação interessante, e completamente inusitada, é que o Chelsea Market pertence a empresa dona do Google.

É por isso que quando a gente joga “YouTube” no Google Maps o pino aparece sobre o mercado, mas na realidade o YouTube fica no quinto andar do prédio, um lugar que a gente (infelizmente) não tem acesso.

Como é o Chelsea Market de Nova York

Passear em Chelsea Market é um programa turístico. Como eu disse ali em cima, Chelsea Market é um food hall com vários bares e restaurantes, então ele é também ponto de encontro de nova-iorquinos, principalmente para lanches rápidos na hora do almoço ou jantar no fim da tarde e início da noite.

Chelsea Market não é nada formal e a maior parte dos restaurantes ali sequer trabalham com reservas. Vale mais bater perna pelos corredores dos dois andares e escolher o que parece te apetecer mais naquele momento.

Também existem lojas em Chelsea Market, mas a principal delas é Anthropologie que é bem famosa nos Estados Unidos, mas ainda não tão popular entre brasileiros. Ela é uma mistura de moda feminina com artigos de decoração, mas não é uma loja barata.

No mais, a gente encontra produtos de cozinha, vinhos e pop-up stores no verão.

Chelsea Market em Nova York

A gente percebe a ambientação industrial passeando pelo mercado…

… os pães da Amy’s Bread

O que fazer em Chelsea Market

Estar em Chelsea Market já é um super passeio: gosto de ver os restaurantes novos, gosto de tirar foto no corredor principal e amo comer! Existem alguns restaurantes super tradicionais e que eu não posso deixar de falar.

Esses são os principais restaurantes de Chelsea Market:

  • Amy’s Bread: essa é a segunda loja, a primeira fica na Bleecker Street, pertinho dali. Pães artesanais deliciosos.
  • Fat Witch Bakery: uma bakery especializada em brownies!
  • Hale and Hearty Soups: super tradicional no inverno, serve sopas deliciosas com pães muito gostosos. No verão uma boa pedida e experimentar as saladas.
  • Num Pang: é um “fast food” de sanduíches do Cambodja. Super famosos, mas como eu particularmente não posso com pimenta raramente como ali.
  • Sarabeth’s: uma ótima dica de onde tomar café da manhã. Já falei sobre o Sarabeth’s antes.

Acho que vale fazer duas menções honrosas a dois dos restaurantes asiáticos mais famosos da cidade que também ficam ali (apesar da gente não acessá-los pela entrada principal do mercado, mas pelos arredores): Buddakan e Morimoto.

Eu não curto muito o Morimoto (que tem uma pegada predominantemente japonesa), mas muita gente ama. Já o Buddakan eu gosto bastante, além de ser um dos restaurantes mais bonitos que já conheci. Vale ir com os amigos e pedir vários pratos que são ótimos para compartilhar.

Claro que essas são duas dicas mais formais e com cardápios bem mais caros do que todas as outras. Para esses dois ter reserva é essencial.

O prédio que hoje pertence ao Google

Onde fica e como chegar em Chelsea Market

Sugiro que você encaixe Chelsea Market em um dia que você estiver disposto a bater perna pela cidade, já que tem muita coisa próxima e uma leva a outra.

Chegue pelas linhas A, C e E ou pelas linhas 1, 2 e 3 na estação 14 Street. Outra coisa que muita gente faz é descer o High Line lá de cima e acessar o Chelsea Market quando ele passa pela altura da 14th Street.

Como Chelsea Market fica entre os bairros de Chelsea e Meatpacking, você pode passar uma manhã inteira por ali: primeiro faça a dobradinha mercado e High Line, depois bata perna por Meatpacking District e depois desça caminhando por Greenwich Village.

As lojas e restaurantes podem possuir horários diferentes, mas de maneira geral Chelsea Market funciona todos os dias da semana de sete da manhã às duas da madrugada (exceto aos domingos, quando fecha às dez da noite).

Se quiser ler mais sobre lá, meus amigos Ana do Turista Profissional e Fábio do Dicas Nova York também deram suas dicas sobre Chelsea Market.

Outras dicas do blog para programar a sua viagem:

  Já sabe onde ficar em Nova York? Fiz uma seleção com as melhores opções nos arredores de Times Square. Se você acompanha minhas viagens sabe que tenho ficado bastante no Hotel Belleclaire de Upper West Side e gostado muito!

  Já contratou o seguro de viagem? Seguro é essencial nos Estados Unidos! O buscador Seguros Promo oferece até 10% de desconto para leitores do blog, além de parcelar em até 12x no cartão. Se tiver alguma dúvida, fale comigo!

  Você consegue viajar sem celular? Não deixe de sair do Brasil já com o seu chip americano com internet ilimitada de verdade – e através do nosso link exclusivo você leva 10% de desconto! Se precisar, entre em contato comigo.

  Para alugar carro nos Estados Unidos pelo menor preço pesquise em todas as locadoras de uma só vez através da Rent Cars. Eles possuem escritório no Brasil com atendimento em português e dividem em até 12x no cartão ou com desconto no boleto.


Sobre

Sou mineiro de Belo Horizonte, onde nasci e moro. Nem toda viagem é trabalho, mas depois do blog todo trabalho virou viagem! Se quiser receber os últimos posts do blog e cupons de descontos exclusivos no WhatsApp é só adicionar (31) 98263.3937 aos seus contatos e mandar um "alô" para ativar o robô do blog!


'Chelsea Market em Nova York: restaurantes e dicas' têm 12 comentários

  1. 24 de abril de 2016 @ 22:15 Liliane

    Olá Marina, tudo bem? Você tem algum post com valores e como comer barato em NY? Obrigada

    Responder

  2. 6 de junho de 2011 @ 13:05 Marina

    Já era meu plano, e agora com essa tua dica, ainda mais!

    Responder

  3. 6 de junho de 2011 @ 11:07 Fred Pimenta

    Cada vez que leio uma coisa interessante no seu blog, me dá vontade de adicionar mais um dia de viagem… E essas dicas que pegam pelo estômago então, são as que mais me atraem. Tô ferrado, rs.

    Responder

  4. 6 de junho de 2011 @ 10:51 Marina

    Thiago, estou adorando tuas dicas de NY! Daqui a 3 meses estarei me mudando pra lá, e pro Chelsea ainda por cima! Ainda vou ter várias perguntinhas pra você! Hehe! Beijo

    Responder

    • 6 de junho de 2011 @ 10:55 Thiago Khoury

      Vai se fartar nos cupcakes heim Marina?

      Responder

      • 6 de junho de 2011 @ 11:18 Marlise

        Thiago e Marina, tenho olhado diversas cidades para estudar inglês por 6 meses e já que tive meu visto negado para o Canadá, minha segunda alternativa é NY. O problema é o quesito moradia porque até homestay é muito caro. Thiago, você que rodou muito, Marina, você que deve ter pesquisado bastante, conhecem opções legais para estudantes? Uma residência estudantil, opções de bairros … a opção que estou vendo é New Jersey mas acredito que seria muito sacrificante o dia-a-dia por causa da distância!
        Obrigada aos dois.
        Thiago adoro seu blogo, já li tudo rs.
        Marina, conheci o seu adoro e é bastante apetitoso rs.

        Marlise

        Responder

        • 6 de junho de 2011 @ 12:50 Thiago Khoury

          Olá, dê uma olhada aqui http://www.centralparkinn.com/ Será onde eu provavelmente irei ficar por um período maior

          Responder

          • 6 de junho de 2011 @ 18:21 Marlise

            Simulei diversas datas mas sempre “sem quartos disponíveis”! Mandei um email para saber sobre preços. Valeu pela dica. Obrigada.
            *sou de Belo Hte, adorei qdo descobri que tbém é mineiro, parabéns pelo trabalho!

        • 6 de junho de 2011 @ 13:09 Marina

          Oi Marlise,

          Morar lá é bem caro mesmo! Por sorte, meu pai tem MUITOS pré requisitos pra onde eu vá morar, e está disposto a pagar a mais por isso. Mas o lugar que eu vou morar é bem bacana, mas como sempre, você paga por isso! Se quiser dar uma olhada, veja https://www.booking.com/hotel/us/novo205.pt-br.html?aid=338359;label=chelsmore !

          Marina

          Responder

          • 6 de junho de 2011 @ 13:34 Thiago Khoury

            Esse aí é meu sonho! :) Tá pouco menos de 800 dólares a menos do que o que eu indiquei, mas claro que é waaay better pela localização

          • 6 de junho de 2011 @ 18:29 Marlise

            Ei Marina, muuuiiito legal mas realmente é caro. Este não dá para mim não pois quem vai pagar sou eu mesma, 06 meses sem trabalhar só gastando! Sabe que estou achando mais em conta estudar na Europa que em NY? Boa temporada para você! Abraço e obrigada pela resposta.


Gostaria de deixar um comentário?

Seu endereço de email não será publicado.

*

Rodei Viagens 2010 - 2019. Todos os direitos reservados. Colabore com o blog! | Orgulhosamente hosted pelo DreamHost