Brookfield Place em Nova York: Le District e Hudson Eats

Atualizado em 26 de janeiro de 2021 por Thiago Khoury

Brookfield Place foi a melhor forma que Nova York encontrou para abrir dois dos melhores mercados e praças de alimentação da cidade: Le District e Hudson Eats.

Lembro que passear pelo antigo Winter Garden já era uma delícia mesmo sendo tão pequeno, imagina agora que ele virou apenas um pedacinho de um shopping para foodies?

Qual seguro de viagem fazer para os Estados Unidos?

Qual o melhor chip de viagem para os Estados Unidos?

O que fazer em Brookfield Place

Brookfield Place é uma empresa canadense que tem um verdadeiro quartel-general em frente a Memorial Plaza e ao 9/11 Memorial Museum em Nova York.

Quando foi inaugurado, há quase trinta anos, ele era consideravelmente menor, o espaço aberto ao público resumia-se ao Atrium de Winter Garden, um charmoso janelão com vista para as antigas Torres Gêmeas.

Depois dos atentados de 2001, Brookfield Place passou por uma enorme reforma que só ficou pronta em 2012 e inaugurou dois lugares incríveis na cidade: o mercado francês Le District e a praça de alimentação Hudson Eats.

Brookfield Place

Os fundos de Brookfield Place, a região da Marina

Compras em Brookfield Place

Essa foto aqui em cima mostra os fundos da região de compras do Brookfield Place, a região da Marina de Battery Park onde ficam estacionados alguns dos maiores iates da cidade.

É como um shopping, porém pequeno, com poucas lojas e marcas com foco no mercado de luxo: Bottega Veneta, Burberry, Ermenegildo Zegna, Gucci…

Tem algumas marcas bem diferentes também, como a Babesta, uma pequena Beverly Hills para recém-nascidos e bebês de colo, o que os americanos chamam de “toddlers”.

Os preços são meio assustadores, principalmente se você já passou por uma Baby Gap no caminho.

Depois do corredor de lojas vem o Winter Garden, mas eu não tenho fotos legais de dentro dele.

Brookfield Place

O corredor de lojas em Brookfield Place

O mercado francês Le District

Bem, continuando: entramos pelas lojas, passamos pelas palmeiras de Winter Garden e depois chegamos em Le District, o mercado francês que é a sensação de Nova York.

Le District é uma versão mais organizada e 100% francesa do famoso Eataly, o mercado italiano em frente ao Madison Square Park. Eles são razoavelmente parecidos em tamanho e proposta.

O mercado francês é cercado por bares e restaurantes: você vai passeando, conhecendo ingredientes e produtos de cozinha enquanto escolhe onde sentar e experimentar algo de uma ou outra estação.

Olha que gracinha o lugar:

Brookfield Place: Le District

Le District

Le District

Imagens de Le District no Brookfield Place

Os produtos importados e as home brands de Le District chamam muita atenção: eu levei uns quatro temperos para casa, só não levei queijo porque tinha medo de tê-los confiscados ao passar pela alfandega, o que agora parece ser oficialmente permitido.

Outra dica que dou é deixar para jantar no Beaubourg, um restaurante fusion com culinária francesa e americana. Falei sobre ele aqui:

+ 5 lugares para jantar em Nova York

A praça de alimentação Hudson Eats

Vamos para a parte que gosto mais, o andar de cima, a praça de alimentação Hudson Eats que fica intransitável de segunda a sexta entre meio-dia e duas da tarde.

Quando a gente pensa em praça de alimentação vem logo aquela imagem de um McDonald’s e um Burger King lado a lado, mas seguindo a tendência americana de elitizar o conceito de food court o Hudson Eats é um verdadeiro coletivo de restaurantes, mas em versões balcão:

Hudson Eats

Uma hamburgueria que em nada se parece com hambúrguer de shopping…

Umami Burger

… e o Manly, meu hambúrguer preferido em Manhattan

Conheça o Num Pang com seus sanduíches inspirados na cozinha do Cambodja (cuidado com a pimenta), ou a costela ao barbecue do Mighty Quinn’s, mas se você tem pouco tempo na cidade e não vai ter outra oportunidade de experimentar o Umami Burger pode ir nele sem pensar duas vezes.

Meu amigo, guarde esse nome: Umami Burger. O Umami é o melhor hambúrguer de Nova York: para quem curte bacon, peça o Manly que vem com onion rings e muito, mas muito queijo.

Conclusão

Brookfield Place é um shopping para foodies: ele é bem democrático para quem vai almoçar, jantar ou fazer lanchinho no meio da tarde, mas como as lojas são bem especificas imagino que não seja uma opção de compras para a maior parte das pessoas.

Além de curtir o Atrium de Winter Garden, não deixe de conhecer o mercado francês Le District e a praça de alimentação Hudson Eats.

Se você quer conhecer mais sobre a região e como inserir o Brookfield Place em um dia de roteiro, clique aqui e aqui, onde dou dicas de Battery Park e Memorial Plaza.

Brookfield Place, clique aqui para acessar o site

230 Vesey Street | Lnhas A e C descem na Chambers, linhas 2 e 3 na Park e N e R na Cortland

Lojas abrem das 10h às 20h, Hudson Eats fecha às 21h e Winter Garden vai de 5h às 2h, mas aos domingos todos os horário são reduzidos

Salvar

Salvar

Salvar

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.

*