Rodei em Capilano Suspension Bridge, Vancouver

Atualizado em 6 de novembro de 2019 por Thiago Khoury

Capilano Suspension Bridge (acesse o site) é um santuário ecológico em Vancouver que recebe turistas desde 1889, por isso ela é considerada a primeira atração da cidade e a única em funcionamento desde então.

Só vale dizer que Capilano é santuário, mas não é parque: Capilano não possui gramados e não tem nenhuma grande atração que não seja a enorme ponte suspensa e outras passarelas suspensas ligando árvores centenárias.

E digo enorme sem medo de decepcioná-los: com aproximadamente 140 metros de comprimento, Capilano Suspension Bridge está a quase 70 metros do chão.

Ela balança, mas é segura: suspensa por cabos de aço, a ponte suportaria o peso de dois 747s completamente carregados.

Tudo bem que com ele a história é outra, mas Indiana Jones já passou por ela em O Templo da Perdição e sobreviveu por outras duas continuações.

Outras dicas essenciais para planejar uma viagem ao Canadá:

Perguntas essenciais sobre o Canadá

Qual o melhor seguro de viagem para o Canadá?

Qual o melhor chip de viagem para o Canadá?

Conheça Capilano Suspension Bridge, a maior ponte suspensa do mundo em Vancouver, um dos lugares que você não pode deixar de conhecer no Canadá

140 metros de ponte em Capilano

Capilano: a ponte suspensa de Vancouver

Minha visão romântica de turismo em uma das pontes mais famosas do mundo inclui paradas estratégicas para admirar a paisagem e fazer algumas fotos, mas o pessoal feroz que vem atrás parece querer passar por ela o quanto antes.

Depois de cruzá-la a gente chega em um bosque com árvores enormes e passarelas suspensas de madeira que ligam lagos e árvores. É um passeio bem bacana, mas não deixa de ser uma aventura sem grandes emoções.

Enfim, Capilano Suspension Bridge é um passeio contemplativo.

Existem algumas comidinhas para despistar a fome dentro de Capilano, mas, na saída, de frente para a entrada do santuário, existe um restaurante chamado Bridge House Restaurant que é uma delícia, além de ter um cardápio super inusitado.

A comida é gostosa e não é cara, só é um pouco mais requintada do que deveria: acredita que inventaram um creme de abacate na salada Caesar?

Agora eu te pergunto: em que lugar do mundo uma salada Ceasar leva creme de abacate?

5 curiosidades de Capilano Suspension Bridge

  • A ponte foi oficialmente aberta ao público pagante em 1903 – e naquela época a visita custava apenas 10 centavos.
  • Onde hoje é o posto dos Correios de Capilano antes funcionava uma casa de chás construída com galhos, uns sobre os outros (e parte dela continua exatamente assim).
  • Quando foi construída pela primeira vez, a ponte de Capilano era feita basicamente de cordas de fibras de cannabis (aquela mais tradicional possível) e tábuas de madeira. Só a partir de 1953 ela foi reconstruída com cabos de aço.
  • Para que a ponte comece a ficar perigosa, teríamos que enchê-la com pessoas do início ao fim e colocar pelo menos outras seis em cima de cada uma delas.
  • Em uma tempestade em meados de 2006 uma árvore de aproximadamente 300 anos e pouco mais de 40 toneladas caiu sobre a ponte. Apesar de não tê-la danificado, foram necessários três meses para limpeza completa.

Capilano Suspension Bridge

O arvorismo de Capilano em passarelas suspensas…

Capilano Suspension Bridge

… e essas são as vistas pelo caminho

Capilano Suspension Bridge

Olha a ponte cheia de gente passando por ela

Como visitar

Eu sugiro visitar Capilano Bridge de carro, assim você otimiza o seu tempo e aproveita para fazer outros passeios próximos de Vancouver.

Para quem dirigir não é uma opção, existem shuttles gratuitos que saem de alguns pontos da cidade, inclusive Robson Street e Canada Place. Clique aqui para saber mais sobre shuttles para Capilano.

Para chegar de transporte público em Capilano você precisa chegar de SeaBus em Lonsdale Quay e de lá pegar o ônibus 236. Lembre-se apenas de comprar o bilhete com retorno para pegar menos do que quem compra trechos separadamente.

Capilano Suspension Bridge abre todos dias do ano (exceto Natal) e a entrada custa aproximadamente 50 dólares.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.

*