Glossário com os termos mais comuns usados em Orlando

Atualizado em

Como aqui só tem dado Orlando nos últimos dias, percebi que muitas vezes escrevo coisas que vocês provavelmente não conhecem por aquele nome que uso, que geralmente é como eu costumava dizer quando ainda trabalhava nos parques, lá no idos de 2005.

Bons tempos!

Para ficarmos na mesma sintonia, montei esse dicionário com dois tipos de expressões: aquelas que realmente existem e fazem parte de qualquer viagem a Orlando, e os termos mais comuns usados no lugar de palavras reais, que muitas vezes acabam ficando em segundo plano.

Lembrando que os hotéis Disney são divididos em delux, moderate e value de acordo com o preço e as comodidades oferecidas (luxo, moderado e econômico, respectivamente).

Se você tem alguma sugestão, por favor, diga nos comentários para a gente deixar esse lista cada vez maior!

Glossário com os termos mais comuns usados em Orlando

Animal, mas muita gente chama de DAK: é como as pessoas chamam Disney’s Animal Kingdom, o maior parque temático do mundo.

Annual Pass: são os passes anuais que dão direito a entrada irrestrita nos parques durante o ano corrente.

Audio-animatronics: são os bonecos incrivelmente reais criados por Walt Disney na década de 1960. É uma marca registrada, por isso outras empresas possuem criações semelhantes chamadas Animatronics. Eles possuem movimentos humanos graças a uma séries de sopros pneumáticos, é bem engenhoso o negócio.

Autonomatronics: é a evolução dos audio-animatronics. Autonomatronics não só possuem movimentos previamente construídos mas podem também interagir com estímulos externos e caminhar, além de apenas sentar e levantar.

Bakery: padaria em inglês.

Blue Men: é como as pessoas chamam o espetáculo do Blue Men Group no CityWalk de Universal. É o espetáculo concorrente direto do La Nouba, o Cirque du Soleil em Downtown Disney. Clique aqui e leia mais.

Buffet: restaurante onde você serve a sua própria comida e paga pelo preço da refeição, não pelo peso do prato.

Busch: é como as pessoas chamam o parque Busch Gardens, do grupo Seaworld, na cidade de Tampa.

Cast Members: membros do elenco em inglês, como são chamados os funcionários da Disney.

Characters: personagens em inglês, como são chamados os personagens disponíveis para fotos. Character spot (ou meet and greet) é uma área onde há encontro com personagens; character dining são restaurantes que possuem refeições com personagens.

Check: conta de restaurante em inglês americano. Ingleses falam “bill”.

CityWalk: é a versão de Universal para Downtown Disney.

Classics: são as atrações clássicas de cada parque.

Dining Plan: são os planos de alimentação oferecidos pelos parques. Existem diferentes tipos de dining plans por diferentes preços, que podem incluir diferentes tipos de alimentação ao longo do dia sem pagar a mais por elas.

Disney Dollars: é a moeda da Disney que pode ser utilizada em lojas, parques e hotéis. Existem notas de um, cinco e dez dólares disponíveis. Elas podem ser compradas ou trocadas pelo mesmo valor correspondente nos hotéis ou guest relations dos parques.

Disney Transportation: todo tipo de transporte oferecido pela Disney para locomoção de visitantes.

Drop: é o movimento de queda de algumas atrações.

ECV: sigla para Electric Convenience Vehicle. São os veículos elétricos alugados nos parques ou em locadoras específicas para transporte de pessoas com dificuldade de locomoção. Também chamados de scooters.

ESPN Wide World of Sports: o complexo esportivo da Disney. Requer ingresso ou pode ser acessado como uma option.

Express: Express Pass é o passe pago que dá direito a entrada prioritária em várias atrações do parques da Universal.

Extra Magic Hours: é o horário estendido de funcionamento dos parques destinado aos hóspedes dos hotéis Disney. Usando a chave do quarto e uma pulseira entregue no local eles podem entrar antes da abertura do parque ou sair depois do horário de encerramento em dias específicos.

Fastpass: é o passe gratuito que dá direito a entrada prioritária em várias atrações dos parques Disney. Clique aqui e leia mais.

Fastpass+: é o que eles pretendem transformar na evolução do Fastpass. Será mais um serviço personalizado atrelado a Magic Band.

Fireworks: fogos de artifício em inglês.

Flagship Attraction: atração âncora em inglês. São as principais atrações de uma land ou parque.

Front Desk: é a recepção dos hotéis, onde funciona o conscierge, se faz check-in e check-out. “Reception” é um falso cognitivo, não funciona como recepção de hotel.

Full-service (ou casual dining): restaurante a la carte que inclui garçom e gorjeta.

Gift Card: cartão pré-pago de uma determinada loja ou empresa que pode ser usado como cartão de débito.

Gratuity (ou tip): gorjeta em inglês. Geralmente as gorjetas americanas variam entre 15% e 18% e são tradicionais, a não ser que o serviço tenha sido excepcionalmente ruim. A taxa que incide sobre bens e serviços continua sendo cobrada, indiferente do pagamento de gorjeta. Existe uma discussão sobre se existe ou não diferença entre gratuity e tip: para quem acredita que existe, gratuity são o 18% automaticamente cobrados na conta e tip é qualquer valor que vai ainda além disso.

Space Mountain Closed Refurbishment sign

Height: altura em inglês.

Hopper: é função que permite visitar mais de um parque em um mesmo dia sem gastar uma segunda entrada.

Indoors (seja ride, attraction ou show): tudo que acontece em lugares fechados, como montanhas-russas que não possuem o trajeto visível; Outdoors é o contrário, onde é possível ver o trajeto.

Islands: é como as pessoas chamam Islands of Adventure, o segundo parque do complexo Universal Studios Orlando.

La Nouba: é o espetáculo não itinerante do Cirque du Soleil que está em Disney’s Downtown West Side há mais de 15 anos. Clique aqui e leia mais.

Lands: são as áreas ou zonas de um parque. Todo parque, temático ou aquático, é dividido em lands.

MagicBand: é uma pulseira adquirida pelos hóspedes dos hotéis Disney que vem substituindo a chave do quarto e o ingresso dos parques, além de funcionar como cartão de crédito e passe para Fastpass.

Magic Your Way: é a atual forma de compra de ingressos Disney onde o número de dias de viagem fica atrelado ao número de entrada nos parques.

Magic, mas muita gente chama de MK: é como as pessoas chamam Magic Kingdom, o primeiro e mais visitado parque de Orlando.

Magical Express: o transporte Disney que liga o aeroporto de Orlando e os seus hotéis. Clique aqui e leia mais.

Memory Maker: é a evolução do PhotoPass, onde você contrata o serviço de fotos da Disney por um determinado período de tempo e tem direito a fotos ilimitadas.

Mickey Check: é o símbolo que mostra, nos mapas, restaurantes Disney que possuem refeições que seguem um determinado padrão de qualidade saudável.

My Disney Experience: é a nova ferramenta interativa da Disney para planejar viagens. Inclui um aplicativo para iOS e Android onde você pode checar o andamento das filas das principais atrações, fazer reservas em restaurantes e outras comodidades.

On-stage: expressão na Disney que representa tudo que acontece aos olhos do público; Off-stage é o contrário.

Options: são as possibilidades que a Disney oferece diferente de seus parques temáticos. Um ingresso pode ou não possuir um determinado número de options em função do número de dias comprados. Clique aqui e leia mais.

Parade: desfile alegórico nos parques.

PhotoPass: serviço de fotos oferecido pela Disney. Sempre que houver um fotógrafo você pode pedir que ele faça as fotos que você deseja sem nenhum custo. Todas as fotos ficam atreladas a chave magnética do quarto do hotel, MagicBand ou cartão PhotoPass. Depois basta entrar na internet e selecionar as fotos que você deseja adquirir ou imprimi-las nos parques, junto com produtos personalizados.

Queue: fila em inglês. Nos parques da Disney é mais comum encontrar a palavra “line”, mas nos parques Universal e Sea “queue” é mais comum.

Quick-service (ou counter-service): são os restaurantes onde o cliente entra em uma fila, escolhe a refeição, paga por ela e depois a recebe no balcão, como em um fast food.

Refurbishment: expressão usada nos parques para dizer que algo passa por reforma.

Resident: são as pessoas que podem comprovar residência na Flórida. Elas possuem descontos nos hotéis e na compra de ingressos.

Ride: são as atrações que envolvem movimento. Thrill ride é atração com movimentos bruscos; slow ride é atração sem movimentos bruscos; dark ride é atração no escuro ou muito aguardada; water ride éatração com água.

Roller Coaster: montanha-russa em inglês.

Sea: é como as pessoas chamam o parque Seaworld.

Single Riders: algumas atrações oferecem filas para pessoas dispostas a serem separadas dos seus amigos para preencher assentos vazios em rides. Ela são gratuitas e mais dinâmicas do que filas tradicionais.

Smoke-free: é política que bane os cigarros dos parques e hotéis, exceto nas áreas conhecidas como “smoking area”

Snack: lanche rápido em inglês. Nos dining plans da Disney, são considerados snacks produtos como balde de pipoca, barra de chocolate e saquinho da batatas industrializadas.

Spinnig: é o movimento circular de algumas atrações, como o parafuso de uma montanha-russa (horizontal) ou o giro circular de um carrossel (vertical).

Steakhouse: churrascaria em inglês.

Stroller: carrinho para transporte de crianças e bebês.

Studios, mas muita gente escreve HS: é como as pessoas chamam o parque Disney’s Hollywood Studios, o antigo Disney’s MGM Studios.

Team Members: membros do time em inglês, como são chamados os funcionários da Universal.

Theme Park: são os parques comuns que possuem entrada irrestrita até atingir a lotação máxima, como Magic Kingdom ou Busch Gardens.

Universal: é como as pessoas chamam o parque Universal Studios ou o complexo Universal Studios Orlando.

Upgrade: é sempre que você melhora algo, como um ingresso ou quarto de hotel, depois de adquirido.

Walk Through: atrações onde o visitante caminha por ela.

Water Park: são os parques aquáticos, como Typhoon Lagoon e Blizzard Beach. Geralmente eles não fazem parte dos ingressos que permitem entrada livre em parques temáticos.

Wheelchair: cadeira de rodas em inglês.

Outras dicas do blog para programar a sua viagem:

  Já sabe onde ficar em Orlando? Fiz uma lista com as melhores opções nos arredores da Disney e outra na região central da International Drive, confira!

  Já contratou o seguro de viagem? Seguro é essencial nos Estados Unidos! O buscador Seguros Promo oferece até 10% de desconto para leitores do blog, além de parcelar em até 12x no cartão. Se tiver alguma dúvida, fale comigo!

  Você consegue viajar sem celular? Não deixe de sair do Brasil já com o seu chip americano com internet ilimitada de verdade – e através do nosso link exclusivo você leva 10% de desconto! Se precisar, entre em contato comigo.

  Para alugar carro na Flórida pelo menor preço pesquise em todas as locadoras de uma só vez através da Rent Cars. Eles possuem escritório no Brasil com atendimento em português e dividem em até 12x no cartão ou com desconto no boleto.


Sobre

Sou mineiro de Belo Horizonte, onde nasci e moro. Nem toda viagem é trabalho, mas depois do blog todo trabalho virou viagem! Se quiser receber os últimos posts do blog e minhas dicas no WhatsApp é só adicionar (31) 98263.3937 aos seus contatos e mandar um "alô" para ativar o robô do blog!


'Glossário com os termos mais comuns usados em Orlando' tem 1 comentário

  1. 2 de março de 2014 @ 14:51 Genival Junior

    Excelente post, já viajei para o exterior seis vezes sendo quatro para Disney e essas palavras chaves são realmente um quebra galho quando temos dúvidas do que devemos fazer , ou até quando o pessoal da atração passa aquela instrução rápida ….

    Responder


Gostaria de deixar um comentário?

Seu endereço de email não será publicado.

*

Rodei Viagens 2010 - 2018. Todos os direitos reservados. Colabore com o blog! | Orgulhosamente hosted pelo DreamHost