Gold Coast: primeiras impressões

Primeiras impressões de Gold Coast

Atualizado em

Lembro que passei um mês viajando pela Austrália antes de chegar ali e descansar por quatro dias. Minhas impressões de Gold Coast foram as mesmas dos australianos que vão para nadar, comer e tomar sol, mais nada.

Sem culpa, sem pressa e sem nenhuma outra pretensão que não fosse curtir as minhas férias!

Hoje sei que é possível fazer o que fiz ou você pode desbravar a cidade e ainda conhecer praias lindas bem próximas dali, mas para isso é essencial estar de carro.

Vou contar quais foram as minhas primeiras impressões de Gold Coast e você me diz se isso é ou não é o que você espera do paraíso dos surfistas:

Gold Coast: primeiras impressões

Antes de começar a falar sobre os principais aspectos da cidade, vou deixar os links mais importantes para ajudá-lo a planejar uma viagem a Gold Coast, em Queensland:

Onde ficar em Surfers Paradise, Gold Coast

+ Dicas de Gold Coast: passeios e atrações

Qual o melhor seguro de viagem para Austrália?

Como se locomover em Gold Coast

Surfers Paradise

Entrada da praia de Surfers Paradise com a sombra do letreiro mais famoso da Austrália

Como chegar em Gold Coast

Eu não sabia se Gold Coast era uma cidade ou o nome da extensão costeira que contornava parte do estado de Queensland – bem, agora sei: Gold Coast é uma cidade, bem próxima a Brisbane, são menos de duas horas de distância para quem está de carro.

É por isso que você pode decidir chegar de avião pelo aeroporto de uma ou de outra, mas para quem está sem carro é mais cômodo e barato se locomover indo e vindo do aeroporto local.

Bem, recapitulando: Queensland é o estado, Brisbane é a capital e Gold Coast é a cidade de veraneio onde os endinheirados passam os feriados e fins de semana.

Dentro de Gold Coast existem diversas praias, sendo que Surfers Paradise é a mais famosa delas.

Gold-Coast: Surfers Paradise

Praia protegida por arranha-céus…

Novotel Surfers Paradise

… é como estar em Miami

O que fazer em Gold Coast

Gold Coast é uma cidade como outra qualquer, mas não parece. Sua praia mais famosa, Surfers Paradise, lembra mais uma atração turística, com todo o charme de uma cidade construída (como Las Vegas) e a grandeza arquitetônica de uma metrópole a beira-mar (como Miami).

É tudo muito artificial, a começar pelo nome: é onde estão os maiores arranha-céus, cinco dos maiores parques temáticos do país, uma infinidade de experiências pagas (como pular, saltar, atirar, voar, escalar…) e muita balada, o que popularizou Gold Coast como o destino preferido do spring break australiano.

Confesso que minha primeira passagem por lá foi bem superficial, mas acredito que fiz o que os australianos geralmente fazem quando tiram o fim de semana para dirigir até o litoral: fui à praia, durante quatro dias, com muito sol, poucas nuvens e uma demão de Reef 15 (o bronzeador mais famoso da Austrália) nas costas. Nada mais do que isso.

Gold Coast: Broadbeach

Broadbeach em fim de tarde vira uma academia a céu aberto

Um ano depois voltei para Gold Coast e fiz muito mais do que ficar em Surfers Paradise e arredores durante quatro dias: troquei Surfers Paradise por Broadbeach (inclusive, gostei muito mais), conheci as praias de Coolangatta, fui nos shoppings mais próximos, conheci Southport e ainda passei um fim de semana em Byron Bay.

Só consegui fazer esse upgrade porque resolvi alugar um carro, o que te permite desbravar muito mais e transformar um retiro em aventura!

+ Broadbeach, a melhor praia de Gold Coast

+ Coolangatta e outras praias de Gold Coast

Como é o transporte público em Gold Coast

Com a estreia do bonde elétrico muita coisa mudou, a cidade é outra: agora ele liga de forma incrivelmente prática Surfers Paradise, Broadbeach e Southport, que é o centro de Gold Coast.

Acabei conhecendo Southport, mas não gostei muito do que vi: dei algumas voltas de carro, mas não vi nada que justificasse a ida ate lá.

Inclusive fui no cinema um dia a noite e fiquei assustado com o tipo de gente ali na sala, tive medo de pedir que fizessem silêncio e assim que o filme acabou dei no pé torcendo para que ninguém puxasse papo comigo no caminho até o carro.

O engraçado é que o governo anda investindo rios de dinheiro para que Southport se torne uma atração turística tão grande quanto Surfers Paradise, mas não sei quando isso vai sair do papel.

Mas também dá para cruzar Gold Coast de outras formas: caminhando, de carro ou ônibus. Quando fui sem carro e o bonde ainda não tinha sido inaugurado acabei caminhando a maior parte do tempo, até porque quase tudo que fiz se resumia a atravessar a rua e chegar na praia, mas também caminhei distâncias maiores quando decidi conhecer Tedder Street em Main Beach.

Tedder Street era uma rua gastronômica linda em Main Beach, mas os empreendimentos foram todos falindo e já não existe nada lá.

Hoje, com a chegada do bonde, você sequer precisa do ônibus e só precisa do carro para fazer viagens próximas (como ir a Byron Bay), ir ao shopping ou rodar pelas praias de Coolangatta.

Como se locomover em Gold Coast

Gold Coast

O bonde saindo do ponto na Cavill Street, em frente a Surfers Paradise

Se você tem medo de dirigir em um país com a mão inglesa, não tenha: o trânsito é tranquilo e não tem nada que possa dificultar a sua vida, principalmente se você está viajando com pelo menos um amigo como co-piloto.

+ É difícil dirigir na Austrália?

Quais são as praias de Gold Coast

Existem algumas, e ainda iremos falar pelos menos o básico sobre todas elas, mas as maiores e com melhor estrutura, inclusive para quem não é de praia, continuam sendo Surfers Paradise e Broadbeach.

Na primeira viagem fiquei hospedado em Surfers Paradise (é uma delícia, recomendo), mas na segunda fiquei em Broadbeach (é ainda melhor, recomendo ainda mais).

Broadbeach é uma versão mais local e menos turística de Surfers Paradise. É também uma versão mais adulta e menos bagunçada. Você consegue apartamentos muito melhores por preços iguais ou mais baixos do que em Surfers Paradise.

Broadbeach, a melhor praia de Gold Coast

Coolangatta e outras praias de Gold Coast

Broadbeach

Primeiras impressões de Gold Coast: lojas e restaurantes de Broadbeach

Comendo e bebendo em Gold Coast

Quem passa a maior parte do tempo em Surfers Paradise consegue comer fast food americano, comida asiática, mexicana e italiana a qualquer hora do dia e da noite sem fazer nenhum esforço.

Se você quiser sair daquele miolinho em frente ao mar (ou dos arredores da Cavill Street) pode dar um pulinho em Chevron Island que lá também tem alguns restaurantes menos disputados.

Quem fica em Broadbeach encontra opções menos genéricas e tem a oportunidade de comer em restaurantes locais que fazem sucesso entre australianos que vão ali nos fins de semana – com certeza você irá gastar mais, mas a experiência é outra e a oportunidade é única.

Mods and Rockers

Primeiras impressões de Gold Coast: cortando o cabelo no Mods and Rockers

Não vi nem vestígio dessa cena noturna da qual tanto ouço falar, mas também não corri atrás de nenhuma informação. Nem na Cavill, que é a “rua das pedras” de Gold Coast que desemboca no letreiro de Surfers Paradise. Encontrei alguns bares com música ao vivo, mas não acredito que porres homéricos aconteçam ali.

Não sou o sujeito mais indicado para falar sobre vida noturna em Gold Coast.

Turismo em Gold Coast

Já disse que nunca estive em um lugar tão caro quanto a Austrália, mas a minha primeira vez em Gold Coast foi extremamente barata: depois de encontrar o meu hotel-achado com diárias de 99 dólares, os meus programas foram todos gratuitos, incluíam basicamente praia e mar.

Quem diferente de mim opta pelas atrações pagas pode gastar tudo que tem: nem em Las Vegas eu vi uma oferta tão grande de atrações pagas. Se você tem tempo e grana dá para passar uma semana ali sem nem pisar na praia.

Tirando tudo que você pode fazer ali ou bem próximo dali (como sobrevoar o mar em um traje aéreo), na cidade você encontra pelo menos cinco parques temáticos famosos em todo o mundo, como o Movie World da Warner.

Vapiano

Primeiras impressões de Gold Coast: almoço no Vapiano por 10 dólares

Concluo que…

Conheci o paraíso! Tive a nítida impressão de que minha passagem por Gold Coast foi um feriado durante as férias mais incríveis que tive, o único lugar onde consegui não fazer nada e ainda assim não desperdiçar quatro dias de viagem.

Surfers Paradise é linda, mas é um pouco pasteurizada pelo turismo. Broadbeach é muito mais chique e vazia, mas um pouco mais cara também.

Olha, no futuro os australianos com certeza irão estudar a tomada asiática de Surfers Paradise nas aulas de história: em alguns momentos é assustador, você olha para o lado e não vê absolutamente ninguém que não tenha os olhos puxados. Isso é algo que acontece em todo o país, mas em Surfers Paradise chega a ser engraçado.

Existem outras praias e restaurantes, inclusive um shopping famoso pertinho dali para quem está de carro, em direção ao aeroporto.

Enfim, existem formas de não ser turista em Gold Coast, mas a pergunta é: será que é isso que você quer? Para todo tipo de bolso, e para todo tipo de propósito, existe uma Gold Coast deliciosa e ensolarada a maior parte do ano.

Outras dicas do blog para programar a sua viagem:

  Já sabe onde ficar em Gold Coast? Fiz uma lista com as melhores opções nas duas praias mais famosas: Surfers Paradise e Broadbeach. Já fiquei duas vezes no Meriton e recomendo, o custo-benefício é imbatível!

  Já contratou o seguro de viagem? Viajar com seguro é essencial! O buscador Seguros Promo é parceiro do blog e oferece até 10% de desconto para nossos leitores, além de parcelar em até 12x no cartão. Se tiver alguma dúvida, fale comigo!

  Você consegue viajar sem celular? Não deixe de sair do Brasil já com o seu chip internacional com internet ilimitada – e através do nosso link exclusivo você leva 10% de desconto! Se tiver alguma dúvida, entre em contato comigo.

  Para alugar carro na Austrália pelo menor preço pesquise em todas as locadoras de uma só vez através da Rent Cars. Eles possuem escritório no Brasil com atendimento em português e dividem em até 12x no cartão ou com desconto no boleto.


Sobre

Sou mineiro de Belo Horizonte, onde nasci e moro. Nem toda viagem é trabalho, mas depois do blog todo trabalho virou viagem! Se quiser receber os últimos posts do blog e minhas dicas no WhatsApp é só adicionar (31) 98263.3937 aos seus contatos e mandar um "alô" para ativar o robô do blog!


'Primeiras impressões de Gold Coast' têm 3 comentários

  1. 12 de outubro de 2014 @ 2:37 Giovani

    Opa!
    Cara vc se lembra do nome das ruas onde fica a parte mais agradável de Broadbeach em termos de gastronomia (cafés, restaurantes, bares) e lojas? Para passear? Procurei via Google Maps tentando achar algo como na foto postada mas não consegui.
    Agradeço quaisquer dicas que possa me enviar além do que já foi escrito no post. Fico de 23-26/10 em Surfers.

    Responder

  2. 12 de abril de 2014 @ 10:56 Kiko Nascimento

    Como bodyboarder que sou, tenho o sonho de conhecer a Gold Coast. Tenho certeza que o “cenário surf” que você presenciou lá foi intenso, já que a região é referência no esporte, mesmo sabendo que o seu foco não foi esse.

    Responder

    • 14 de abril de 2014 @ 11:45 Thiago Khoury

      Oi Kiko, realmente não foi, mas o que vi foi realmente legal. O trecho de mar entre Surfers Paradise e Main Beach é cheio de surfistas locais, não vi ninguém que parecesse “perdido” por ali, vale a pena conhecer!

      Responder


Gostaria de deixar um comentário?

Seu endereço de email não será publicado.

*

Rodei Viagens 2010 - 2018. Todos os direitos reservados. Colabore com o blog! | Orgulhosamente hosted pelo DreamHost