Niagara Falls, pelo meu amigo Alexandre Gornatti

Já disse aqui que estive em Toronto com uma amiga que hoje mora em Vancouver. Ela não fazia questão alguma de conhecer as cataratas do Niagara, mas eu tinha vindo de muito longe para deixar passar a oportunidade passar.

Eu me esforcei ao máximo para conhecer Niagara, mas todas as minhas tentativas foram em vão. Contei com a ajuda do meu amigo Alê Gornatti para deixar as suas impressões sobre as cataras mais famosas do Canadá. Mahalo, hermano!

Como visitar as Cataratas do Niagara saindo de Toronto

As cataratas do Niagara dividem os Estados Unidos e o Canadá em uma pequena fronteira. Elas estão a 90 minutos de Toronto e meia-hora de Buffalo, em Nova York. Tanto a cidade canadense quanto a americana são chamadas de Niagara Falls. Elas se conectam por duas pontes com várias cabines guardadas por agentes de fronteira para quem vai de um país ao outro, coisa que nesta viagem não fizemos.

Partimos de Toronto e chegando lá tivemos a impressão de que o lado canadense é mais divertido que o americano, ao menos é o mais desenvolvido e explorado. Isso deve acontecer porque a queda principal, Horseshoe Falls, está no lado canadense.

12121101

As cataratas americanas à esquerda e as canadenses à direita, foto do Alê Gornatti

Compramos o Niagara Adventure Pass, que é o CityPASS do lugar. Com ele você entra nas principais atrações por um preço especial. Comprando na hora ele sai por CAD$ 36,50, mas pela internet você ainda leva mais 33% de desconto.

Como ir para Niagara Falls

Existem várias formas para quem quer ir de Toronto para Niagara Falls em excursão, mas essa não foi a nossa escolha. Estávamos de carro, um Toyota Yaris que alugamos por CAD$ 54. Saímos às 9:00 de Toronto e com a ajuda do GPS (que custou outros CAD$ 28 durante todo o tempo em que estivemos de carro) não foi nada difícil chegar até lá.

Planeje a ida para Niagara como se planeja uma ida a um parque de diversões: chegue cedo para aproveitar as atrações sem que ainda estejam lotadas e prepare-se para uma caminhada – existe a opção de usar transporte turístico local para deslocamento entre as atrações.

Clique aqui para conhecer os melhores hotéis em Niagara Falls

Para quem vai de carro, sem excursão, a dica é ir direto ao Table Rock Centre. O local fica a 20 metros da queda principal e a entrada do estacionamento que escolhemos, Rapidsview Parking Lot, fica poucos metros a frente, logo à direita. Apesar de ficar fechado durante parte de dezembro e entre janeiro e maio, custa apenas CAD$ 10 por entrada. Clique aqui para conhecer outros estacionamentos.

Principais atrações de Niagara Falls

Se você já comprou seu passe pela internet, ótimo; caso contrário compre-o no Table Rock Centre e pergunte o horário da primeira atração do dia, Niagara’s Fury. Para quem chega cedo, existe espaço de sobra para fazer as suas fotos. Gastamos nossa primeira meia-hora assim! Uma dica para os fotógrafos: se você não tem uma câmera à prova d’água, um saquinho transparente com fecho quebra o galho e você ainda não perde as fotos quando estiver bem próximo das cataratas!

  • Niagara’s Fury

É uma atração indoors que parece vinda de SeaWorld. Na fila você recebe sua primeira capa de chuva do dia e em seguida assiste a um pré-show. Depois você entra no que eles prometem ser um simulador das forças das cataratas, mas sem nada de muito intenso. Vale começar por ela, pois você acaba aprendendo como se formaram as quedas d’água. Se for um dia de calor, você ainda vai levar um banho. Crianças se divertem aqui.

Como o nome da atração antecipa, vamos conhecer a Horseshoe por trás: existe um elevador no Table Rock Centre que sobe aos túneis construídos para obter acesso a parte de trás das cataratas. Pelos túneis se chega bem perto delas e tem acesso também a um mirante no nível do rio que fica do lado das quedas. É banho na certa!

  • Maid of The Mist

É o ponto alto de quem visita Niagara. Estes são os barcos que funcionam desde 1846 e levam para bem perto da queda principal. Quando o barco para em frente as cataratas ele precisa manter a aceleração dada a força da água!

Na fila você ganha mais uma capa de chuva, porém mais longa porque a chance de banho é certa. Se você seguiu a dica do zip lock e conseguiu um lugar na frente do barco, prepare-se para um grande momento! Durante o percurso o capitão conta alguns fatos sobre o local, as quedas e acontecimentos históricos, como a mulher que se jogou em um barril, em 1901, e sobreviveu a queda. Existem barcos saindo do lado americano de Niagara também.

Essas são as três principais atrações do local, mas o passe dá direito a muitas outras e também o transporte entre elas, o People Mover. Chegando lá, solicite um mapa com todas as atrações que o passe dá direito e os pontos de parada do People Mover. Mais informações também no site, niagaraparks.com.

Depois do passeio com Maid of The Mist já era hora do almoço e sem muita inspiração rumamos ao Hard Rock Café de Niagara. Existem muitas outras opções de restaurantes e comida rápida, como o Wendy’s.

Seguimos para a tradicional compra de souvenirs e camisetas do local. Aproveitamos para conhecer a rua Clifton Hill, que mais parece saída do parque Universal, em Orlando. Ficamos em Niagara até o fim da tarde e voltamos para Toronto vendo o pôr do sol nas estradas da Golden Horseshoe, nome da área industrial entre Toronto e Niagara Falls.

Outras atrações de Niagara Falls

Existem 2 cassinos em Niagara Falls, para informação sobre eles acesse niagarafallstourism.com/thingstodo-casino.html.

Existe também um espetáculo noturno gratuito em Niagara Falls, o Free Falls Fireworks. Para mais informações acesse niagarafallstourism.com/fireworks.html.

Outras dicas do blog para programar a sua viagem:

  Já sabe onde ficar em Toronto? Selecionei os melhores hotéis nos arredores das praças Yonge-Dundas Square e Nathan Phillips Square. Leia também todas as experiências que tive em Toronto.

  Já contratou o seguro de viagem? Viajar com seguro é essencial! O buscador Seguros Promo é parceiro do blog e oferece 5% de desconto para leitores, além de parcelar em até 12x no cartão. Se tiver alguma dúvida, fale comigo!

  Você consegue viajar sem celular? Não deixe de sair do Brasil já com o seu chip de celular com internet! Se tiver alguma dúvida, entre em contato comigo.

  Para alugar carro no Canadá pelo menor preço pesquise em todas as locadoras de uma só vez através da Rent Cars. Eles possuem escritório no Brasil com atendimento em português e dividem em até 12x no cartão ou com desconto no boleto.


Sobre

Sou mineiro de Belo Horizonte, onde nasci e moro. Sou jornalista, trabalhei com assessoria de comunicação e fui repórter de turismo. Nem toda viagem é trabalho, mas depois do blog todo trabalho virou viagem! Sou @rodeiviagens no Insta.


'Niagara Falls, pelo meu amigo Alexandre Gornatti' tem 1 comentário

  1. 25 de dezembro de 2011 @ 12:30 Rosanna

    Adorei as dicas e o Blog, estamos preparando nossa viagem para lá em 02/2012, as dicas serão muito úteis, valeu!!!

    Responder


Gostaria de deixar um comentário?

Seu endereço de email não será publicado.

*

Rodei Viagens 2010 - 2018. Todos os direitos reservados. Colabore com o blog! | Orgulhosamente hosted pelo DreamHost