14 de agosto de 2022
Para onde vamos agora?

Hell’s Kitchen em Nova York: o que fazer e onde comer

Atualizado em 18 de novembro de 2021 por Thiago Khoury

O objetivo era escrever sobre um novo restaurante que conheci recentemente em Hell’s Kitchen, mas sem que eu percebesse acabei escrevendo sobre vários restaurantes de lá.

Hell’s Kitchen é a região entre o Hudson River e Times Square, inclusive tem muita gente que acha que tudo aquilo ali é uma coisa só, principalmente quem cruza um e outro pela 42nd Street.

Hell’s Kitchen é uma região nobre de Manhattan, até porque depois da gentrificação urbana já não existe nenhum lugar que não seja nobre.

Dito isso, vale dizer que os quarteirões ao longo da 8th Avenue são mais barulhentos e cheios de mendigos (o que não é nenhum problema, mas pode ser desagradável para quem está ali a passeio), o bairro fica mais residencial nas avenidas mais próximas do Hudson River.

Vou falar mais sobre lá e sobre onde comer (que é o que a gente faz de mais gostoso por lá), mas antes disso quero deixar três links importantes para quem está indo a Nova York pela primeira vez:

+ Hotéis baratos em Times Square: onde ficar e quais escolher

Qual seguro de viagem fazer para os Estados Unidos?

Qual o melhor chip de viagem para os Estados Unidos?

O que fazer em Hell’s Kitchen

Hell’s Kitchen é um bairro boêmio, sua principal atrativo são os restaurantes étnicos.

Mas nem sempre foi assim: no passado toda essa região entre as ruas 34th Street e 59th Street foi um reduto de operários que não tinham tempo hábil para voltar para casa depois de trabalho.

Hell’s Kitchen foi um bairro de imigrantes irlandeses durante a maior parte do século passado. Era pobre e muitos prédios sequer tinham saneamento.

Com o passar do tempo o bairro foi se aproximando cada vez mais do Distrito Teatral e aos poucos bares e restaurantes foram tomando conta do lugar que tinha o aluguel mais barato de Midtown Manhattan.

Outra coisa que foi essencial para a gentrificação do bairro foi sua localização tão próxima de Times Square: isso fez com que artistas, produtores e investidores se mudassem para lá.

Hoje Hell’s Kitchen é uma das regiões mais boêmias de Manhattan e concentra a maior quantidade de restaurantes internacionais da cidade.

Hell's Kitchen

Tem o mercado de pulgas de Hell’s Kitchen que acontece aos sábados e domingos

Hell's Kitchen em Nova York

As cozinhas dos restaurantes aos longo da 46th Street

Restaurant Row em Nova York

O forte de Hell’s Kitchen são os restaurante internacionais com comida étnica. Ao longo da 9th Avenue a gente encontra cozinha italiana, chinesa, alemã, tailandesa…

Caminhando por ali não deixe de descer a 46th Street e conhecer o que eles chamam de Restaurant Row, dois quarteirões com mais de trinta opções de restaurantes deliciosos.

Existe uma associação de restaurantes da rua 46 onde você consegue informações sobre todos eles, mas na lista abaixo fiz alguns comentários sobre os que conheço e quero conhecer:

  • Barbetta | Cozinha italiana. Super tradicional, está há mais de um século no mesmo lugar. Eles tem um pátio interno que nem parece Manhattan.
  • Becco | Outro italiano famoso, recentemente comprou a casa ao lado e dobrou de tamanho. Ainda não conheço.
  • Don’t Tell Mama | Piano e stand up comedy bar. Parece bem animado, mas nunca fui.
  • Hourglass Tavern | Sou louco para conhecer, parece que são três restaurantes em um.
  • The House of Brews | Exclusivamente para tomar cerveja e assistir UFC, é um lugar bem simples.
  • Joe Allen | Comida americana, bem tradicional. Dizem que Al Pacino é um habitue. Nunca fui.
  • Lattanzi | Comida italiana, eles servem alcachofras fritas que teoricamente seria um prato popular na Itália. Eu gostei bastante!
  • Le Rivage | Bistrô francês, os preços são ótimos!
  • Meson Sevilla | Cozinha espanhola, mas ainda não conheço.
  • Orso | Restaurante italiano com massas frescas e menu do dia, não existe um cardápio definido. O preço é ótimo!

Hell's Kitchen em Nova York

Vale ficar esperto com os horários: muitos dos restaurantes fecham às 22h

Já as baladas de Hell’s Kitchen deram espaço para os bares com happy hour e o lugar acabou virando o centro oficial do “esquenta” na cidade.

Lembra da Pacha? Ela já funcionou ali, mas acho que já não existe mais.

Hell’s Kitchen também é famoso pelas baladas LGBT e pelas apresentações de drag queens, aliás, Nova York é famosa por ter as drags mais famosas do país, a maior parte delas se apresentam ali e no Brooklyn.

Para saber onde ir para vê-las, dê uma olhada no guia da TimeOut.

Onde ficar em Hell’s Kitchen

Muita gente pergunta se Hell’s Kitchen é uma boa escolha de bairro para quem procura onde ficar em uma viagem a Nova York.

Sim, Hell’s Kitchen é um ótimo lugar para se hospedar: o bairro é central e cheio de estações de metrô, então se deslocar pela cidade não é nenhum problema.

Outro ponto positivo é que além das dicas de restaurantes que dei aqui, por estar muito próximo de Times Square você estará perto de diners americanos e opções mais rápidas e baratas:

+ 5 lugares para comer bem em Times Square

Eu daria preferência para os hotéis na 8th Avenue e nos quarteirões entre ela e a 9th Avenue, assim você fica na região mais movimentada do bairro e mais próximo de Times Square.

Sempre indico esses três hotéis porque eles geralmente possuem tarifas mais competitivas:

  • Row NYC
  • YOTEL
  • Fairfield Inn & Suites

O curioso é que, para aumentar o passe, todos dizem estar em Times Square, mas é Hell’s Kitchen mesmo.

Row NYC é super popular entre brasileiros, fica exatamente em cima do teatro centenário do musical O Fantasma de Ópera.

YOTEL é uma opção mais jovem com quartos super charmosos, porém bem pequenos. São perfeitos para quem viaja sozinho ou casais que não tem problema com espaço. Falei sobre ele quando fui a Boston.

Fairfield Inn & Suites é uma opção para quem não abre mão de espaço e curte a ideia de ter uma cozinha compacta no quarto.

Outras dicas do blog para programar a sua viagem:

  Já sabe onde ficar em Nova York? Fiz uma seleção com as melhores opções nos arredores de Times Square. Eu tenho ficado muito no Hotel Belleclaire e recomendo - o preço é ótimo e a localização também!

  Já contratou seguro de viagem? Seguro é essencial nos Estados Unidos, principalmente em tempos de Covid! O comparador Seguros Promo oferece pelo menos 10% de desconto para leitores do blog e ainda parcela no cartão!

  Você consegue viajar sem celular? Não deixe de sair do Brasil já com o seu chip americano com internet ilimitada de verdade - e através do link do blog você leva pelo menos 15% de desconto e ligações gratuitas e ilimitadas para o Brasil!

  Para alugar carro nos Estados Unidos pelo menor preço pesquise em todas as locadoras de uma só vez na Rentcars. Eles possuem escritório no Brasil com atendimento em português!

Previous Article

Whole Foods Market: supermercado de produtos naturais e orgânicos

Next Article

Comer em Buenos Aires: 8 coisas que você deve saber

You might be interested in …

1 comentário

  1. Salve, Thiago!

    E os posts voltam com tudo hein. Ótimo post com as dicas dos “bons drink”! Rs.
    Sem dúvida que opção nesse lugar não falta!

    Abraço.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*