12 coisas que você não deve fazer em Buenos Aires

Com vocês, 12 coisas que você não deve fazer em Buenos Aires. Compartilhe com os amigos!

O que não fazer em Buenos Aires

Dicas para aproveitar sua viagem a Buenos Aires ao máximo

  • Você não deve pedir frutos do mar

Você passa dias comendo as melhores carnes e experimenta massas fantásticas até se arriscar em um pescado que parece ter vindo com o único intuito de estragar essa maré de boa sorte: Buenos Aires não é famosa por servir bons frutos do mar. Se você quer experimentar um camarão gostoso ou quebrar as patinhas de um caranguejo, sugiro o Sorrento da Recova.

  • Você não deve admirar as paisagens de Palermo

Olhe para baixo se não quiser pisar em caca de cachorro. A medida que adentramos Palermo em direção a Santa Fé a situação piora vertiginosamente: não há um único pedaço de chão que passe despercebido pelos cachorros de lá, onde “paseadores” andam com mais de dez guias em cada mão.

07091116

  • Você não deve falar sobre futebol

Homens geralmente sorriem para argentinos quando estão prestes a falar sobre bola. O que é tão comum aqui raramente acontece lá: fazer piadinhas envolvendo Pelé ou Maradona pode fazer alguém estragar o seu dia. O futebol portenho é o melhor, o mais bem disputado e o único internacionalmente reconhecido. Ponto.

  • Você não deve comprar mundos e fundos

Atenção: não há nada que você possa comprar em Buenos Aires que não encontre aqui pelos mesmos preços. Quem viaja com o único intuito de comprar acaba gastando mais do que esperava: viaje sem grandes convicções e esteja preparado para as compras que podem acontecer ao longo do caminho.

  • Você não deve ter a obrigação turística de andar de metrô

Em algum momento você irá invejá-los, mas os “subtes” devem funcionar apenas como elemento facilitador: não deixe de perguntar se existe alguma linha de “colectivo” próxima a você ou pegue um táxi sempre que possível. Não deixe de conhecer a cidade na altura dos olhos.

20091103

  • Você não deve sacrificar a programação em prol do Tango

Tango é um acontecimento legitimo, mas sua exploração é tipicamente turística: não acredito que mais de 20% dos argentinos já tenham realmente ido ao Señor Tango. Dizer que sua viagem só estará completa depois de uma dança de salão é uma mentira desonesta.

  • Você não deve comer no Siga la Vaca

Lembre-se que não existe nada que você não possa deixar de fazer: pior do que comer ali é emendar a noite no Tango Madero e voltar dizendo que AMOU! Buenos Aires.

  • Você não deve ter muito pudor em balada

Argentinos geralmente não pedem licença antes de trombar ou perdão depois de ter trombado. Com duas ou três colisões brasileiro aprende rápido a andar com os cotovelos na horizontal.

  • E nem em lanchonete

Sim, a mesma mão da empanada foi usada para receber suas notas e devolver o troco em moedas. O bom é que ainda não existem dados que comprovem a morte de argentinos por falta de higiene em padarias e lanchonetes.

  • Você não deve dar papo para taxista

Se você entra em um carro dizendo que desejar ir a determinado lugar e ao longo do caminho o motorista te convence a ir a outro é provável que alguém esteja lucrando com isso (e não imagino que seja você). Siga os planos iniciais, sempre.

  • É sério, heim?

O golpe da filha internada precisando de medicamento é tão velho quanto a linha azul clara do metrô. Outra que você não deve cair são as malandragens tão típicas por lá: jamais fique encabulado ao conferir a autenticidade de uma nota ou indagar sobre o caminho tomado.

  • Você não deve gastar em dólares

Se você tem dólares parados e não pretende usá-los em um futuro próximo é normal levá-los para Buenos Aires, loucura é fazer duas conversões para gastar em peso – é como se um espanhol comprasse libras antes de fazer compras em Orlando.

Salvar

Outras dicas do blog para programar a sua viagem:

  Já sabe onde ficar em Buenos Aires? Fiz três listas com as melhores opções nos bairros mais procurados: Palermo, Microcentro e Puerto Madero.

  Já contratou o seguro de viagem? Viajar com seguro é essencial! O buscador Seguros Promo é parceiro do blog e oferece 5% de desconto para leitores, além de parcelar em até 12x no cartão. Se tiver alguma dúvida, fale comigo!

  Você consegue viajar sem celular? Não deixe de sair do Brasil já com o seu chip de celular internacional com internet ilimitada – o frete é por minha conta! Se tiver alguma dúvida, entre em contato comigo.

  Para alugar carro na Argentina pelo menor preço pesquise em todas as locadoras de uma só vez através da Rent Cars. Eles possuem escritório no Brasil com atendimento em português e dividem em até 12x no cartão ou no boleto com desconto.


Sobre

Sou mineiro de Belo Horizonte, onde nasci e moro. Sou jornalista, trabalhei com assessoria de comunicação e fui repórter de turismo. Nem toda viagem é trabalho, mas depois do blog todo trabalho virou viagem! Sou @rodeiviagens no Insta.


'12 coisas que você não deve fazer em Buenos Aires' têm 4 comentários

  1. 29 de maio de 2012 @ 17:51 Rafael Marques

    Thiago, seu blog é sensacional e suas sugestões são excelentes! Sucesso e parabéns pelo blog!!

    Responder

  2. 26 de outubro de 2011 @ 16:08 Thiago Archie

    Cara, teu blog é ótimo. Vou começar a viajar para algumas capitais da America do Sul, depois Central e as dicas são ótimas. Já estive duas vezes em Buenos Aires. Na primeira nao tive problema, estava sozinho e bem esperto. Na segunda, com familia junto, aquela bagunça toda, um cara disse que tinha dado uma nota de 50 que tinha sido molhada e que nao podia aceitar, mas eu comecei a discutir com ele e fui descendo do táxi. Ele nao conseguiu me passar pra trás. Quanto a compras, sou contra consumismo exagerado, mas em BA é possivel sim encontrar muita coisa com preço bem diferente dos daqui. Acho que quanto viajamos sozinho comprar um pouco acaba ajudando a aliviar um pouco a solidão que bate as vezes. Parabéns pelo blog.

    Responder


Gostaria de deixar um comentário?

Seu endereço de email não será publicado.

*

Rodei Viagens 2010 - 2018. Todos os direitos reservados. Colabore com o blog! | Orgulhosamente hosted pelo DreamHost