Um passeio pelas vinícolas da Virginia, pertinho de Washington DC

Eu que sou cria da Califórnia só soube da fama dos vinhos da Virginia depois de velho. Não que isso seja um problema porque não tem momento melhor para descobrir vinícolas do que depois de velho – boas surpresas são como vinho, ficam melhores com o passar dos anos.

Vinícolas da Virginia, pertinho de Washington DC

Virginia é um dos dois estados vizinhos a Washington DC que fazem parte da região da capital dos Estados Unidos, isso significa que dar um pulinho em qualquer uma dessas três vinícolas que aparecem aqui é como passear pelos arredores de Washington DC.

Claro que passear por vinícolas só pode ser feito de carro se você tiver um motorista designado, se não vale mais contratar uma excursão. Vale dizer que existem pelo menos dez regiões reconhecidas como produtoras de vinho no estado, mas caso você queira conhecer as vinícolas mais próximas de Washington DC procure pelas opções em Northern Virginia.

Todas as três vinícolas que aparecem aqui fazem parte de Northern Virginia, ou seja, mesmo com trânsito moderado nenhuma delas fica a mais de uma hora e meia de distância da minha dica de hospedagem em Washington DC.

Stone Tower Winery

Que lugar maravilhoso! Tive duas oportunidades diferentes e ambas mais do que satisfatórias em Stone Tower Winery: na primeira cheguei para o pôr do sol, mas o tempo estava nublado e acabou chovendo, na segunda chegamos antes do almoço em uma manhã de sábado no que deve ter sido o dia mais bonito da viagem:

Stone Tower é um lugar lindo, imagino como deve ser morar ali…

Essa é a casa principal, Tower View, com duas casas

Stone Tower é enorme e existem vários salões em duas mansões enormes: Harvest Barn para famílias com crianças, e as duas casas principais de Tower View, exclusivamente para adultos

Os arredores das três casas são lindos, passear por ali basta o passeio

Essas são as duas casas de Tower View e o celeiro avermelhado de Harvest Barn atrás

Stone Tower tem sessenta acres de terra, mas em breve serão cem. Os fins de semana são os dias mais concorridos: chegue cedo e leve seu cooler com bebidas e comidinhas, mas nenhum tipo de bebida alcoólica é aceito não sendo o que é servido por eles.

Rolam degustações e passeios guiados pelas vinhas, pelo processo de produção e pelos barris, mas programe-se o quanto antes, principalmente se a sua viagem for no verão.

São seis tipos de uvas brancas e seis uvas vermelhas produzidas em Stone Tower

São tantos lugares para conhecer que eles oferecem ali, junto aos barris, uma degustação de vinhos harmonizados com queijos

Aulinha sobre produção de vinhos

Quando saímos do subsolo a chuva deu trégua e as nuvens começaram a dissipar…

Pôr do sol em Stone Tower Winery

Esses foram os vinhos que tomamos de boas-vindas…

… e esses foram os vinhos que tomamos em nossa primeira degustação

Subi no mezanino para tirar uma foto do alto do salão principal de Tower View

Essas primeiras fotos foram tiradas no meu primeiro dia em Stone Tower, mas repare na diferença do lugar em um dia de sol – veja a diferença que uma manhã de sol não faz no ânimo das pessoas e na cor das fotos:

A casa principal de Tower View…

… a segunda casa de Tower View, onde os vinhos são produzidos e onde ficam a maior parte dos barris

Os vinhedos de Stone Tower…

… e as casas vistas dos vinhedos

Bu!

Stone Tower funciona de quinta a segunda, de onze da manhã às seis da tarde, mas terças e quartas eles atendem através de agendamento no site. Para fazer a degustação no bar, sem queijos e sem passeio guiado, são seis vinhos por 15 dólares.

Fabbioli Cellars

Outro lugar lindo é Fabbioli Cellars, que apesar de ser completamente diferente de Stone Tower, até porque a produção é bem menor, Fabbioli é tão charmosa quanto – e por ser um empreendimento menor o ambiente é familiar e a gente sente no entusiasmo dos donos que o que para nós é um passeio para eles é uma história que começou há mais de 30 anos.

Fomos recebidos na casa principal…

… vimos um pessoal fazer um happy hour ali, onde é a lojinha da Fabbioli. Nós fizemos a nossa degustação no subsolo, junto aos barris

Degustação incrível de sete vinhos harmonizados com comidinhas criadas por chefes locais, incluindo chocolates

Esse é o celeiro onde acontecem os processos de produção

Como eles compram e vendem barris para marcas parceiras em todo o mundo, é engraçado ver barris de marcas concorrentes ali

Os campos de plantio da Fabbioli são bem menos pomposos dos que os de Stone Tower

Foi um passeio muito gostoso, mesmo estando completamente apaixonado pela parada anterior. Conhecer Stone Tower e Fabbioli Cellars em sequência foi incrível para descobrir como dois lugares com propostas e tamanhos tão diferentes podem ser igualmente charmosos e aconchegantes.

Essa degustação com comidinhas locais acontecem na Fabbioli de segunda a segunda das onze da manhã às cinco da tarde.

Tarara Winery

Olha, sei que não deveria incluir Tarara (tem nome melhor do que esse?) porque tudo leva a crer que a minha experiência não foi a experiência padrão, até porque ela é uma das vinícolas mais tradicionais da Virginia e é a preferida da Claudia.

Não gostei da degustação, não gostei do lugar onde ela foi feita e não conheci nada que não fosse o subsolo do local onde fomos recebidos, mas Claudia me disse que os vinhedos são lindos e que o lago onde acontecem os piqueniques é o ponto alto do passeio.

Só que começou a garoar assim que chegamos e nossa passagem por ali não durou 40 minutos. De toda forma, fica a dica:

Vinho de boas-vindas…

O local de produção onde fomos recebidos, no subsolo, não parece ter sido feito para receber clientes

Foi tudo bem confuso…

Sei que Tarara Winery abre todos os dias da semana, mas não consegui ver nem onde normalmente é feita a degustação. O banheiro só consegui ver porque precisei muito, caso contrário pediriam que eu segurasse até a próxima parada.

Outras dicas do blog para programar a sua viagem:

  Já sabe onde ficar em Washington DC? Eu paguei pouco no Washington Court, um super hotel com vista para o Capitólio. Selecionei também algumas opções no centro de Washington DC.

  Já contratou o seu seguro médico de viagem? Eu gosto da World Nomads, uma empresa australiana que cota em reais e oferece a maior cobertura que conheço pelo menor preço. Cote também nas melhores empresas nacionais de uma só vez pelo Seguros Promo.

  Você consegue viajar sem celular? Não deixe de sair do Brasil já com o seu chip de celular internacional com internet ilimitada. Se tiver alguma dúvida, entre em contato comigo!

  Para alugar carro nos Estados Unidos pelo menor preço pesquise em todas as locadoras de uma só vez através da Rent Cars. Eles possuem escritório no Brasil com atendimento em português e dividem em até 12x no cartão ou com desconto no boleto.


Sobre

Sou mineiro de Belo Horizonte, onde nasci e moro. Sou jornalista, trabalhei com assessoria de comunicação e fui repórter de turismo. Nem toda viagem é trabalho, mas depois do blog todo trabalho virou viagem! Sou @rodeiviagens no Insta.


'Um passeio pelas vinícolas da Virginia, pertinho de Washington DC' têm 2 comentários

  1. 15 de September de 2017 @ 19:06 Mari Campos

    Que sdds, viu? :*

    Responder


Gostaria de deixar um comentário?

Seu endereço de email não será publicado.

*

Rodei Viagens 2010 - 2017. Todos os direitos reservados. Termos de uso e política de comentários. Colabore com o blog!