Dicas de onde comer em Boston

Essas são minhas dicas de onde comer em Boston (com mapa interativo!) para você planejar o seu roteiro em função dos restaurantes que encontra pela caminho. Coloquei as minhas experiências em Seaport District, Back Bay, Cambridge e outros bairros próximos.

Se você tem outras dicas não deixe de contribuir: é só deixar seu comentário que depois atualizo o post e o mapa com as indicações dos leitores!

Onde comer em Boston

 Dicas de restaurantes em Boston

  • Pasta Beach, no Boston Harbor Hotel

O Pasta Beach é um restaurante de Rhode Island, outro estado da região de New England, que tem essa unidade bem charmosa no Boston Harbour Hotel, um cinco estrelas da qual você pode até não ser hóspede, mas tenho certeza que irá tirar pelo menos uma foto na entrada dele. Eu comi um spaghetti alla carbonara delicioso por 18 dólares. O ambiente é casual.

  • The Barking Crab, em Seaport District

Não comi no The Barking Crab porque acabei resolvendo comer no restaurante em frente, mas não posso deixar de mencionar um dos restaurantes de frutos de mar mais tradicionais da cidade, famoso pela tenda colorida, que lembra um circo, e pelos frutos do mar frescos, principalmente o “king crab” por 51 dólares. O lugar é bem popular entre grandes grupos, não combina muito com um jornalista viajando só.

  • Outlook Kitchen & Bar, no The Envoy Hotel

Já mencionei os restaurantes do The Envoy quando dei minhas dicas de onde ficar em Boston, lembra? Não conheci o rooftop Lookout, só o restaurante do lobby, em frente a tenda do Barking Crab, Outlook Kitchen & Bar. O Outlook serve café da manhã, almoço e jantar, dos quais experimentei o primeiro e o terceiro – ambos deliciosos, sendo que para o jantar tive que comer no balcão do bar porque não tinha disponibilidade de mesa. Os cardápios são elaborados, porém são poucas opções, página única: para o café da manhã, que na verdade foi brunch, pedi french toast com Nutella por 14 dólares, para o jantar pedi um frango com arroz negro por 26 dólares.

O Pasta Beach do Boston Harbor Hotel

O The Barking Crab e o Outlook do Envoy em calçadas opostas – e o arco do Daily Catch lá no fundo!

  • Tuscan Kitchen, em Seaport District

O Tuscan Kitchen é um lugar bem interessante: restaurante, cardápio, atendimento… É uma saída caprichada, mas infelizmente a única coisa que foi memorável foi a sobremesa. Eu pedi carne, deveria ter pedido massa, por isso eu arriscaria comer ali mais uma vez – e por causa da sobremesa, que sobremesa! Pedi um filé de tamanho médio, um purê de batatas e um refrigerante por 60 dólares. Para quem segue o restaurante no Instagram a sobremesa é cortesia da casa – e, por falar em sobremesa, não se esqueça: “Torta calda al cioccolato”!

  • Babbo Pizzeria, em Seaport District

O lugar é delicioso, eu achei que fosse um rede de restaurantes, mas não é: apesar de fazer parte de um negócio maior, que tem inclusive hotéis em Nova York, Babbo Pizzeria é só uma e, para virar, também em Seaport District – você já deve ter percebido que Seaport é uma viagem gastronômica por si só. Eu ainda quero voltar para experimentar a pizza porque acabei indo de carbonara mais uma vez. Encerrei com a segunda melhor sobremesa da viagem: um shot de sorvete, amêndoas e caramelo, o “Black and White”. Comi super bem por 24 dólares.

O carbonara do Babbo e a prata da casa, o “Black and White”

  • Flour Bakery, em vários bairros de Boston

Flour Bakery é uma rede de padarias famosas pelo café da manhã, mas eles tem um menu de almoço cheio de sanduíches fechados e abertos, em ciabatta ou focaccia. Tem uma Flour Bakery bem do ladinho de onde fiquei, mas depois fui vendo outras pela cidade. Gostei porque o ambiente é todo divertido, cheio de opções gostosas e magras – comi um muffin de chocolate sem farinha de trigo, sem açúcar refinado e sem glúten (e diferente do que pode parecer, era delicioso!).

  • Tatte Bakery, em vários bairros de Boston

Já que estamos falando de café da manhã, calma, pausa para a Tatte Bakery: essa é a melhor bakery dos Estados Unidos! Se você estiver em Boston, ou Cambridge, não deixe de comer uma gordice qualquer na Tatte que te conquista primeiro pelos olhos – os displays são lindos, é difícil escolher o que comer. Eu experimentei o croissant de monkey bread, a mousse de três chocolates, o tart de amêndoas e a água, porque sem água não há glicose que aguente. Também existem pratos quentes, saladas e sopas.

  • Bar Boulud, na Boyston Street

O gostoso do Bar Boulud, do famoso chef francês Daniel Boulud, é comer uma comida deliciosa (e assinada por um chef europeu que criou um império nos Estados Unidos) por valores acessíveis. No menu do brunch eu tive a oportunidade de comer uma releitura do que por anos foi considerado o melhor hambúrguer de Nova York por menos de 30 dólares – e isso no Mandarin Oriental de Back Bay, um dos hotéis mais incríveis de Boston. Eu, se fosse você, jamais perderia a oportunidade de comer no Bar Boulud – ainda quero voltar para experimentar o coq au vin do jantar, dizem que é de comer de joelhos.

O hambúrguer com queijo raclette…

E os sorvetes da casa com biscoito de amêndoa

  • Toscano Restaurant, em Harvard Square

Parece com o Tuscan de Seaport, mas o Toscano de Cambridge, pertinho de Harvard Square, não tem nada a ver com o de Seaport. Pedi um frango a milanesa com batatas baby por 17 dólares. Estava bem gostoso, mas a apresentação não é das mais bonitas. Conheci o Tuscano por acaso, procurando algo que estivesse aberto em uma cidade fechada para os eventos de graduação de Harvard.

  • Pastoral, em Seaport District

Por último, vou encerrar o post como encerrei minha viagem: com a pizza do Pastoral, que é artesanal em forno a lenha e super rápida. O ambiente é bem informal: sentei, pedi e comi em menos de 30 minutos porque eu decidi pegar um cineminha antes de ir embora. Paguei menos de 30 dólares por uma pizza de prosciutto di parma que estava acima da média.

Quer mais dicas de onde comer em Boston?

Infelizmente não tive tempo de conhecer dois lugares em Seaport District que estavam na minha lista: Daily Catch e Committee. O Daily Catch serve frutos do mar e tem pinta de happy hour, fica na mesma rua do Barking Crab. O Committee é um restaurante grego na boca do povo, mas quando vi o italiano Babbo tão perto dali achei que a probabilidade de errar seria menor se eu optasse por uma massa.

Não posto deixar de lembrar do Tasty Burger, o hambúrguer oficial do Red Sox que tem um restaurante com pinta de drive-in em Fenway, o bairro do estádio. Infelizmente eu já tinha experimentado o hambúrguer do Boulud e achei errado expor qualquer outro a comparação, mas deve ser bacana experimentar o Tasty, principalmente depois de um jogo no Fenway Stadium.

Outras dicas do blog para programar a sua viagem:

  Já sabe onde ficar em Boston? Eu fiquei em Seaport District, um bairro novo cheio de restaurantes e bares. Back Bay e Theatre District são outros dois bairros ótimos e mais tradicionais para se hospedar em Boston.

  Já contratou o seu seguro de viagem? Cote as melhores opções de uma só vez pelo buscador do Seguros Promo que parcela em até 12x no cartão. Leitores do blog ainda levam 5% de desconto com o cupom RODEI5, aproveite!

  Você consegue viajar sem celular? Não deixe de sair do Brasil já com o seu chip de celular americano com internet ilimitada – o frete é por minha conta! Se tiver alguma dúvida, entre em contato comigo.

  Para alugar carro nos Estados Unidos pelo menor preço pesquise em todas as locadoras de uma só vez através da Rent Cars. Eles possuem escritório no Brasil com atendimento em português e dividem em até 12x no cartão ou com desconto no boleto.


Sobre

Sou mineiro de Belo Horizonte, onde nasci e moro. Sou jornalista, trabalhei com assessoria de comunicação e fui repórter de turismo. Nem toda viagem é trabalho, mas depois do blog todo trabalho virou viagem! Sou @rodeiviagens no Insta.


'Dicas de onde comer em Boston' não tem comentários

Seja o primeiro a comentar este post!

Gostaria de deixar um comentário?

Seu endereço de email não será publicado.

*

Rodei Viagens 2010 - 2017. Todos os direitos reservados. Termos de uso e política de comentários. Colabore com o blog!