13 de agosto de 2022
Para onde vamos agora?

Inamo: o restaurante das mesas interativas em Londres

Atualizado em 22 de novembro de 2021 por Thiago Khoury

Três amigos londrinos me chamaram para comer no restaurante sensação do Soho de LondresInamo, um japonês com influência chinesa, tailandesa e coreana que serve versões modificadas de pratos que você provavelmente já conhece.

O cardápio do Inamo incentiva o “compartilhamento de experiências”, o que derrubou divisões como entrada e prato principal: tudo é dividido apenas entre pequenos e grandes e eles vão vindo assim que ficam prontos. Os garçons colocam tudo no centro da mesa e todo mundo vai beliscando aquilo que quer.

Londres - Inamo 11

Londres - Inamo 13

O que fez o lugar estourar, há quase cinco anos, foi a inovação das mesas: numa época em que ainda não existiam iPads, Inamo criou mesas que refletiam o cardápio diretamente projetado nelas. Com quinas sensíveis ao toque, movimentamos o cursor e vamos selecionando os pratos desejados e arrastando-os em direção a cozinha.

Existem garçons por perto, mas é o cliente que faz o pedido através de mesas interativas.

4480732307

Quem curte frutos do mar se esbalda e só sofre na hora que chega a conta: mesmo os pratos grandes, que já não são muito fartos, quando compartilhados não saciam como uma refeição individual. Se cada um da mesa pedir aquilo que deseja do grupo dos pequenos, grandes e sobremesas, espere por uma conta individual de pelo menos 60 libras.

Bem, vá preparado: se você pretende compartilhar os pedidos, dificilmente irá pedir apenas dois pratos. Entre sushis e sashimis pedimos de tudo um pouco: fomos dos camarões fritos e empanados às costelinhas de porco e filé grelhado por nós mesmos em pequenas pedras quentes.

Com um certo álcool envolvido, gastamos aproximadamente 120 libras cada.

3257101087

Hoje a tecnologia do touchpad já está mais do que antiga, o que é ótimo: o que faz o lugar continuar de pé é a qualidade da comida. Vai por mim, Inamo agrada a todos!

Inamo

Aberto todos os dias, mas de segunda a quarta apenas para jantar

Pegue as linhas Bakerloo, Central ou Victoria e desça na estação Oxford Circus. Suba a Oxford Street e entre a direita na Wardour Street. Caminhe dois quarteirões e, pronto, chegou

Outras dicas do blog para programar a sua viagem:

  Já sabe onde ficar em Londres? Não tem custo-benefício melhor do que o St Giles, um hotel super bem localizado no miolinho do Soho. Para quem tem pouco tempo na cidade vale olhar os arredores da estação King Cross St Pancras.

  Já contratou seguro de viagem? Para entrar na Europa é obrigatório apresentar um seguro, principalmente em tempos de Covid! O comparador Seguros Promo oferece pelo menos 10% de desconto para leitores do blog e ainda parcela no cartão!

  Você consegue viajar sem celular? Não deixe de sair do Brasil já com o seu chip europeu com internet ilimitada de verdade - e através do link do blog você ainda leva ligações gratuitas para o Brasil e 15% de desconto!

  Para alugar carro na Europa pelo menor preço pesquise em todas as locadoras de uma só vez na Rentcars. Eles possuem escritório no Brasil com atendimento em português!

Previous Article

Comi no Benihana de Orlando

Next Article

Conheci o novo Westfield Stratford, o maior shopping de Londres

You might be interested in …

2 Comentários

  1. Bom Dia Thiago,
    Conheci seu blog há alguns dias e já li metade dos posts, estou totalmente apaixonada pelo seu blog rs, só passei aqui para parabeniza-lo. Me tornei sua fã!
    Beijão

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*