5 melhores atrações pagas de Toronto: quais conhecer e quanto custam

Atualizado em

Já dei várias dicas de como aproveitar o Canadá sem gastar nada, mas agora quero falar sobre algumas das melhores atrações pagas de Toronto, incluindo valores e quem deve gostar mais de cada uma delas.

Lembrando que muitas das atrações mais populares da cidade fazem parte do CityPASS de Toronto, um passe que elimina 36% do gasto total com as entradas de cinco atrações da cidade caso fossem compradas separadamente.

Já falei sobre isso em outras oportunidades, mas vale repetir que mesmo quem visita apenas três o benefício paga o investimento.

Outras dicas essenciais para planejar uma viagem ao Canadá:

Perguntas essenciais sobre o Canadá

Qual o melhor seguro de viagem para o Canadá?

Qual o melhor chip de viagem para o Canadá?

Melhores atrações pagas de Toronto

Apesar de pincelar outras atrações e opcionais ao longo do post, irei falar basicamente sobre cinco atrações pagas em Toronto que são bem populares:

  • Art Gallery of Ontario
  • Casa Loma
  • CN Tower
  • Royal Ontario Museum
  • Toronto Zoo

Vale dizer que parte do turismo disputadíssimo de outras grandes cidades é bem menos caro e burocrático em Toronto.

Lembra daquele restaurante delicioso que você não conheceu no alto da torre de Paris? Ou do museu mais visitado do mundo que tinha fila de espera?

Então, olha que maravilha: Toronto é uma ótima alternativa para fazer passeios parecidos gastando bem menos.

CN Tower

CN Tower já não é a maior torre do mundo, mas continua sendo a mais alta torre do continente americano (ah, esses chineses…). Confesso que não é nada extraordinário, mas ainda assim é um passeio divertido em uma atração mundialmente conhecida.

O “glass flor” cumpre o prometido, mas evite os horários mais cheios para conseguir tirar as fotos que você merece. Para quem não possui o CityPASS de Toronto a entrada comum custa 38 dólares e inclui dois observatórios.

Para acessar o SkyPod você deve pagar um adicional de 15 dólares, independente do ingresso. Para o EdgeWalk o adicional começa a partir de 195 dólares.

Ouvi dizer que a comida do restaurante giratório melhorou muito nos últimos anos, mas o prato principal continua sendo o próprio restaurante, que em 72 minutos gira completamente possibilitando as melhores vistas da cidade.

Ter uma reserva é essencial, independente do horário: na modalidade preço fixo, o almoço com dois ou três pratos (60 e 74 dólares) e o jantar com dois ou três pratos (65 e 79 dólares) são muito parecidos, quase o mesmo.

5 melhores atrações pagas de Toronto

5 melhores atrações pagas de Toronto: EdgeWalk na CN Tower

Casa Loma

Você provavelmente já viu a Casa Loma antes: apesar de já ter sido a maior mansão residencial do continente americano, ela só ficou conhecida quando serviu como escola de mutantes nos primeiros filmes da franquia X-Men.

Os jardins são lindos e a casa é muito interessante, além de ser uma das atrações mais populares de Toronto. Não deixe de descer em direção à lanchonete, onde você passará por um corredor com os cartazes de todos os filmes já gravados ali.

Para quem não tem o CityPASS de Toronto a entrada comum custa 33 dólares e inclui um audio guide. Nenhum ingresso contempla eventos, exibições especiais ou o Escape Room.

Outra dica que dou é aproveitar que você está ali e dar um pulinho no Spadina Museum: Historic House & Gardens que fica em frente.

5 melhores atrações pagas de Toronto: Casa Loma

5 melhores atrações pagas de Toronto: Casa Loma

Royal Ontario Museum

O mais famoso museu da cidade possui diversas galerias com arte mundial e história natural. É o tipo de saída que mata vários coelhos com uma cajadada só: além da importância histórica do prédio, com mais de seis milhões de peças, o Royal Ontario Museum agrada crianças, adultos e adolescentes.

Tirando os dinossauros e as pedras preciosas, o que mais me encanta é a arquitetura da entrada: The Crystal foi inaugurado em 2007 trazendo uma nova fachada para a entrada principal, toda em vidro, aço e alumínio, tornando a entrada uma das principais atrações do museu.

Para quem não tem o CityPASS de Toronto a entrada comum custa 23 dólares. Nenhum ingresso contempla eventos ou exibições temporárias.

Toronto Zoo

Toronto Zoo não só é enorme como parece ser ainda maior com tanta distância entre uma atração e outra. Ele também não está exatamente em Toronto, mas em Scarborough, meia-hora depois de onde as coisas começam a ficar distantes.

Usando transporte público você precisará de aproximadamente três horas para ir e voltar, então vale mais como sugestão de passeio para quem está de carro.

Para quem não tem o CityPASS de Toronto a entrada comum custa 23 a 29 dólares em função da época do ano. Nenhum ingresso contempla eventos ou exibições temporárias.

Art Gallery of Ontario

Considerada a décima maior galeria de arte do continente americano, Art Gallery of Ontario possui quase 70 mil pinturas em exposição.

Só não se esqueça que galerias de arte são ambientes mais silenciosos e contemplativos do que a loucura que é um grande museu, como o ROM.

Infelizmente, das quatro outras atrações vistas até aqui, a Art Gallery of Ontario é a única que não faz parte do CityPASS de Toronto, mas ela é gratuita para quem tem menos de 25 anos e custa aproximadamente 20 dólares para quem já passou dos vinte e cinco.

5 melhores atrações pagas de Toronto: AGO

AGO, Art Gallery of Ontario

Conclusão: quais as melhores atrações pagas de Toronto

Para escolher entre as melhores atrações pagas de Toronto é necessário cruzar interesses pessoais e custo-benefício, caso contrário você pode acabar gastando mais sem necessidade alguma.

Para quem curte museus a probabilidade do CityPASS de Toronto ser um bom negócio é grande: além da CN Tower, Casa Loma, Royal Ontario Museum e Toronto Zoo que aparecem aqui, fazem parte também as atrações Ripley’s Aquarium of Canada (34 dólares) e Ontario Science Centre (23 dólares).

Lembrando que eu citei a Art Gallery of Ontario ali em cima, mas existem outras atrações pagas em Toronto que não fazem parte do CityPASS, como o Bata Shoe Museu.

Bata Show é um museu de sapatos, o único do mundo com acervo histórico e curadoria profissional. Começou discreto pertinho do Royal Ontario Museum, o que facilitou sua popularização ao longo dos anos.

É um passeio que pode ser feito antes do ROM sem prejudicar o andamento do dia. São cerca de quatro andares com várias peças, mas as mais populares estão concentradas nos andares mais baixos, onde encontramos alguns dos sapatos que se tornaram famosos no mundo da música, cinema e televisão.

E você, quais são as melhores atrações de Toronto na sua opinião?

Outras dicas do blog para programar a sua viagem:

  Já sabe onde ficar em Toronto? Selecionei os melhores hotéis nos arredores das praças Yonge-Dundas Square e Nathan Phillips Square. Já fiquei no Pantages e recomendo, a localização é perfeita!

  Já contratou o seguro de viagem? Viajar com seguro é essencial! O buscador Seguros Promo é parceiro do blog e oferece até 10% de desconto para nossos leitores, além de parcelar em até 12x no cartão. Se tiver alguma dúvida, fale comigo!

  Você consegue viajar sem celular? Não deixe de sair do Brasil já com o seu chip internacional com internet ilimitada – e através do nosso link exclusivo você leva 10% de desconto! Se tiver alguma dúvida, entre em contato comigo.

  Para alugar carro no Canadá pelo menor preço pesquise em todas as locadoras de uma só vez através da Rent Cars. Eles possuem escritório no Brasil com atendimento em português e dividem em até 12x no cartão ou com desconto no boleto.


Sobre

Sou mineiro de Belo Horizonte, onde nasci e moro. Nem toda viagem é trabalho, mas depois do blog todo trabalho virou viagem! Se quiser receber os últimos posts do blog e cupons de descontos exclusivos no WhatsApp é só adicionar (31) 98263.3937 aos seus contatos e mandar um "alô" para ativar o robô do blog!


'5 melhores atrações pagas de Toronto: quais conhecer e quanto custam' tem 1 comentário

  1. 10 de dezembro de 2010 @ 0:08 Igor Faria

    E o mais importante: é nos Baldwin Steps da Casa Loma que o Scott vence o Lucas Lee, o segundo ex-namorado da Ramona, em “Scott Pilgrim vs. The World”.
    :P
    Sim, isso É o mais importante sim! :D

    Responder


Gostaria de deixar um comentário?

Seu endereço de email não será publicado.

*

Rodei Viagens 2010 - 2019. Todos os direitos reservados. Colabore com o blog! | Orgulhosamente hosted pelo DreamHost