Uma hospedagem com ótimo custo-benefício em Roma

Atualizado em 23 de julho de 2018 por Thiago Khoury

Update: 21 de dezembro de 2016

Infelizmente esse apartamento já não está disponível. Desconsidere esse post.

Quem está prestes a viajar já deve estar se perguntando se é possível se hospedar em Roma por um preço camarada sem ter nojo de se deitar na cama.

É que nas pechinchas próximas a Fontana de Trevi é impossível tirar leite de pedra: naqueles cantos de lá a melhor dica é investir em hospedagem se você não quiser lidar com o arrependimento ao longo da viagem.

Enfim, conheci um lugar que preciso falar sobre ele, o apartamento da Marlene (aqui ou aqui), bem próximo a estação Vittorio Emanuele, uma parada depois da Termini.

Não é a região mais bonita e aparentemente nem a mais segura porque depois que anoitece o lugar fica ermo e em um primeiro momento isso pode assustar, mas eu passei cinco noites ali e não me senti ameaçado em momento algum.

Mas, voltemos a Marlene.

Marlene não mora mais ali, mas toda manhã ela aparece para tomar café com seus hospedes. O prédio é grande e o apartamento bem antigo, mas é limpo, aconchegante e parece atrair apenas hóspedes interessantes.

São três quartos disponíveis: dois de casal, sendo um com banheiro privativo e outro com banheiro compartilhado, além do quarto de solteiro, que foi o meu cantinho por lá. Ele é espaçoso e compartilha o banheiro com o quarto ao lado. O banheiro compartilhado, no fim do corredor, estava sempre muito limpo e completo.

Acho que existem outros dois quartos, mas acredito que tem um casal morando lá por tempo indeterminado – eles aparecem pouco, quase nunca.

Use a cozinha e a sala sem restrições, como se estivesse hospedado na casa de amigos. Marlene fala inglês perfeitamente bem, tem um papo super agradável, é jovem e sabe passar dicas da cidade extremamente úteis.

O quarto de casal com banheiro compartilhado tem diárias de 40 euros (mas rolam descontos se você ficar mais de quatro noites e um maior ainda se ficar sete). Internet gratuita (mas na minha época costumava falhar). Café da manhã, roupa de cama e banho também incluídas. Todos os quartos possuem ar-condicionado.

Ao fazer a reserva, diga em que horário você chegará para que ela possa te receber no apartamento. Você paga em dinheiro no primeiro encontro e recebe as chaves do prédio e do apartamento – além de uma enxurrada de dicas, recomendações e um mapa da cidade para rabiscar como quiser.

O prédio fica em um quarteirão com uma “pizza al taglio” e um mercadinho. No quarteirão em frente, a cinco metros, você encontra um ótimo restaurante, o “Romantica”. Subindo a rua em direção ao metrô você encontra uma padaria e uma lan house – mas lembre-se que em Roma estrangeiros precisam levar o passaporte para usar computadores alugados.

Enfim, é um B&B e não um hotel, por isso, esteja preparado.

Para quem está acostumado com hostels é uma opção bem mais confortável, principalmente se você estiver entre amigos. Vale pelo preço, pela experiência e por ser um lugar com gente bacana.

Marlù B&B

Via Cairoli, 8 | Procurar “Manfre Stockner” no interfone

Próximo a Piazza Vittorio Emanuele II (descendo a Via Emanuele Filiberto, vire a primeira à esquerda)

Linha B, “Vittorio Emanuele”

4 comentários sobre “Uma hospedagem com ótimo custo-benefício em Roma

  1. Olá! Adorei a dica de hospedagem,pretendo fazer uma viagem e as suas dicas têm me ajudado muito a planeja-la. O link que você deixou para a Marlene está ruim, você teria outro contato? Obrigada!

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.

*