St Kilda para dar um up em Melbourne

Encontrei com a Luiza no centro porque a gente tinha combinado de subir junto para St Kilda. Ela provavelmente ficou com medo de eu me extraviar pelo caminho, então muito sabiamente marcou um ponto de encontro em Federation Square.

Pegamos a rota 16 do bonde em menos de 15 minutos chegamos nesse pequeno paraíso de Melbourne:

Melbourne-St-Kilda-67

Melbourne-St-Kilda-68

Atravessando a passarela suspensa para chegar na praia de St Kilda

St Kilda, Melbourne

Praia mais famosa de Melbourne

Tudo bem, nem tão paradisíaco assim. Parece com São Paulo em início de feriado, mas fui seguindo meio desconfiado, vendo o que aparecia pelo caminho, e as coisas foram melhorando sem muita pressa, como se St Kilda não se importasse com o que eu pensava dela:

Melbourne-St-Kilda-05

Todas as rotas, principalmente a 16 e 96 que saem do CBD, passam pela Esplanade, esse trecho de estrada mais amplo em frente ao mar.

Não se sinta perdido: muito antes de chegar na parte mais gostosa de St Kilda, logo depois de descer do bonde, a gente passa pelos prédios mais famosos de lá:

Primeiro é o Novotel, depois o Palais Theatre e por último o parque Luna, mas eu não só tirei fotos horríveis dos três como passei batido por todos eles, o que eu realmente queria era chegar o quanto antes no lugar que fazia as pessoas gostarem dali, conhecer o dendê de St Kilda:

Melbourne-St-Kilda-12

E aí St Kilda foi melhorando: começaram a aparecer umas palmeiras menores, umas ruas mais charmosinhas…

Melbourne-St-Kilda-15

Acland Street em St Kilda

Luiza me chamou para comer no Grill’d, um hambúrguer que é igual qualquer outro com pretensão gourmet, mas ele tem essa pegada de consciência comunitária muito legal: cada compra te dá direito a uma tampinha para que você coloque em uma determinada jarra que representa uma instituição local, no fim do mês as instituições recebem doações diferentes em função da quantidade de tampinhas recebidas:

Melbourne-St-Kilda-16-Grilld

Melbourne-St-Kilda-18-Grilld

Melbourne-St-Kilda-23-Grilld

O hambúrguer do Grill’d em St Kilda

Leia mais para saber o basicão de Melbourne:

Minha dica de hospedagem em Melbourne

Compras em Melbourne

Transporte público em Melbourne: como se locomover em Melbourne

Qual o melhor seguro de viagem para Austrália?

Depois que você desce do bonde St Kilda é extremamente intuitiva, dá para desbravar sem mapa, só ir seguindo em frente: desceu na Esplanade, caminhe passando pelo três prédios que mencionei lá em cima e logo depois a Esplanade vira Acland, essa rua charmosinha com o Grill’d bem no meio dela.

Melbourne-St-Kilda-31

Melbourne-St-Kilda-35

E essa Acland é cortada por uns quarteirões muito loucos completamente grafitados…

Melbourne-St-Kilda-25

Melbourne-St-Kilda-28

Eu fiquei pagando de gatão enquanto Luiza era obrigada a tirar as fotos…

Melbourne-St-Kilda-29

Era para eu ter tirado a canela fina da foto, mas, enfim, continuei na Acland até ela acabar e segui pelo bairro em direção ao mar. Olha:

Melbourne-St-Kilda-41

Melbourne-St-Kilda-49

Pistas de skate em St Kilda

St Kilda poderia ser mais acolhedora: tirando esses quarteirões da Acland tudo é muito amplo, e largo, e por isso impessoal. Você não imagina o tamanho dessa pista de skate, nem fazendo um campeonato ali a gente consegue ocupar a primeira metade dela.

Melbourne-St-Kilda-53

Melbourne-St-Kilda-56

A praia não é das mais bonitas, mas como diz um amigo meu: o composée é bem legal. Essas passarelas que eles chamam de piers são charmosas e ornam muito bem com o lugar, dá para tirar fotos legais sem fazer muito esforço.

Repare que tinha um louco pulando enquanto eu andava com a mão no corrimão: olha essa aqui de baixo, não tem proteção nenhuma.

Melbourne-St-Kilda-59

Melbourne-St-Kilda-60

Melbourne-St-Kilda-62

Como chegar em St Kilda

Saindo do centro, ou do CBD como eles chamam, você pode pegar o bonde 96 se estiver saindo da minha dica de hospedagem em Melbourne ou o 16 se estiver mais próximo da Flinders. Salte em qualquer uma das paradas da Esplanade – é intuitivo, você saberá quando chegar.

Onde ficar em St Kilda

Já falei muito sobre ficar na praia ou no CBD, mas se você gostaria de se hospedar em St Kilda eu sugiro o Cosmopolitan, da mesma rede da minha dica de hospedagem em Sydney, que apesar de ter quartos pequenos é muito elogiado e tem preços bem baixos.

O que fazer em St Kilda

Aos domingos tem mercado a céu aberto na Esplanade – se for domingo de verão com tempo bom é certeza de um ótimo programa! Eu comi uma sobremesa no St Kilda Sea Baths, que é tipo um clube a beira mar, vale conhecer, é um dos mais tradicionais da Austrália.

Outras dicas do blog para programar a sua viagem:

  Já sabe onde ficar em Melbourne? Fiz duas listas com as melhores opções de onde ficar nos arredores da Flinders Station, para quem curte cidade, e em St Kilda, para quem curte praia. Eu fiquei no Somerset e recomendo!

  Já contratou o seguro de viagem? Viajar com seguro é essencial! O buscador Seguros Promo é parceiro do blog e oferece 5% de desconto para leitores, além de parcelar em até 12x no cartão. Se tiver alguma dúvida, fale comigo!

  Você consegue viajar sem celular? Não deixe de sair do Brasil já com o seu chip de celular com internet ilimitada! Se tiver alguma dúvida, entre em contato comigo.

  Para alugar carro na Austrália pelo menor preço pesquise em todas as locadoras de uma só vez através da Rent Cars. Eles possuem escritório no Brasil com atendimento em português e dividem em até 12x no cartão ou com desconto no boleto.


Sobre

Sou mineiro de Belo Horizonte, onde nasci e moro. Sou jornalista, trabalhei com assessoria de comunicação e fui repórter de turismo. Nem toda viagem é trabalho, mas depois do blog todo trabalho virou viagem! Sou @rodeiviagens no Insta.


'St Kilda para dar um up em Melbourne' não tem comentários

Seja o primeiro a comentar este post!

Gostaria de deixar um comentário?

Seu endereço de email não será publicado.

*

Rodei Viagens 2010 - 2018. Todos os direitos reservados. Colabore com o blog! | Orgulhosamente hosted pelo DreamHost