Escolhendo as melhores formas de se viajar pela Austrália

Atualizado em

Finalmente tenho um roteiro para minha viagem que começa na quarta, depois de amanhã. Não é bem um roteiro, é mais uma prévia estruturada, uma noção do que vem pela frente e por onde irei passar. Olha só o que vem no roteiro logo depois de Sydney:

Passeando por três novas cidades eu preciso de pelo menos quatro trechos internos, já que antes de chegar em Melbourne e depois de sair de Auckland eu não posso deixar de passar por Sydney.

Depois de horas e horas de muita pesquisa, levantamento de preços e cruzamento de informações resolvi fazer todas essas quatro viagens de avião, e o engraçado é que só irei voar de Virgin, que é a segunda maior companhia aérea do país e mais uma empresa dessa figura que é o Richard Branson.

Sempre fui doido para viajar de Virgin e agora isso finalmente vai acontecer.

Quatro vezes. Seguidas.

+ Como comprar passagens para voar de Virgin Australia

Como viajar pela Austrália

Viajar de carro na Austrália

Deve ser uma delícia, muitas das estradas são a beira-mar e existem formações rochosas famosas pelo caminho. Encarar uma estrada é uma forma tipicamente australiana de viajar: é barato, existe um compartilhamento de custos e, apesar de muitas vezes as estradas possuírem apenas uma pista, elas são bem mantidas pelo estado, principalmente as que ligam as capitais. As distâncias são calculadas em quilômetros e o combustível é vendido por litro e não por galão. Fora dos centros urbanos não existem pedágios.

O problema é estar sozinho e encarar, sem outra companhia, a tal da mão inglesa! Problema número dois: arcando com todos os gastos de uma viagem de carro desacompanhado algumas dessas viagens custariam até três vezes mais quando comparadas com viagens de avião.

Update: na minha segunda viagem à Austrália aluguei carro em Gold Coast e dei uma esticadinha até Byron Bay. Leia como foi minha experiência aqui.

Problema número três: perder dias e dias no trajeto. Pode não parecer, mas a Austrália é enorme: só entre Sydney e Melbourne, o meu menor trajeto, são quase 900 km.

The-Ghan-Train-HD-Wallpaper

Viajar de trem na Austrália

Eu acho incrível viajar de trem, mas também em prol da economia de tempo resolvi abrir mão da experiência. Os australianos fazem duras críticas ao sistema ferroviário nacional, principalmente no que diz respeito as linhas que ligam as capitais: os trens são lentos, o que deixa as viagens longas, e com a falta de investimento nos trilhos e da grande concorrência das companhias aérea viajar de avião nunca esteve tão barato.

Não existe um passe global como na Europa, até porque mochileiros também optam por avião e ônibus, mas sei que existe o Discovery Pass que pode ser usado em quase toda a costa leste.

De qualquer forma, para pesquisar companhias ferroviárias e rotas que cortam o país em todas as direções, conheça essas seis empresas australianas que ligam as duas costas e fazem viagens entre cidades menores dentro dos estados:

Viajar de ônibus na Austrália

Ônibus é a forma mais barata de conhecer o país, mas é também a mais longa. Para variar é a Greyhound a maior empresa australiana, ela chega em mais de mil cidades, é assustador. Para quem curte eles têm três diferentes tipos de passe hop on, hop off: viagens limitadas, ilimitadas e de acordo com a quilometragem.

Creio eu que são eles que estão por trás da OZ Experience, uma excursão hop on, hop off super jovem que faz um sucesso danado por lá.

Greyhound-Australia

Viajar de avião na Austrália

Encarar um aeroporto é a forma mais simples e dinâmica de viajar, por isso que não é necessariamente a mais barata, mas não é nada que te impeça de viajar. Não sei se é porque aqui tudo é muito caro e qualquer coisa que não seja uma fortuna a gente entende como compra de sucesso, mas, olha, que inveja desse povo que viaja com uma nota de 50!

Olha os preços que consegui comprando passagens para viagens que acontecerão menos de 30 dias no futuro:

  • De Sydney para Melbourne: AU$ 115,00
  • De Melbourne para Gold Coast: AU$ 139,00
  • De Gold Coast para Auckland (viagem internacional): AU$ 282,19
  • De Auckland para Sydney (viagem internacional): AU$ 301,08

Todos esses preços tiveram o acréscimo de uma taxa por pagamento com cartão de crédito. Todas as companhias aéreas, tanto as australianas quanto as neozelandesas, cobram um pequeno valor de quem paga com cartão, mas por outro lado não existe nenhuma outra taxa embutida, o preço que aparece na pesquisa já é o valor final.

Enfim, foram quatro trechos internos faltando menos de uma semana para viagem inicial, sendo que entre eles tenho dois voos internacionais por inacreditáveis AU$ 872,67. Lembrando que, como fui obrigado a fazer quatro compras diferentes, nesse valor já está incluído os quase quarenta dólares pelo uso do cartão.

Cangooroo

Como escolher qual companhia aérea australiana viajar

O preço é só um dos fatores que você deve levar em consideração na hora de fechar a compra: não deixe de olhar se aquela companhia cobra pela bagagem despachada e qual o horário do voo. Eu sei que em nenhum desses trechos escolhi a opção mais barata disponível, muitas vezes a Virgin levou a melhor pelo horário do voo ou por incluir uma mala de 23 quilos na tarifa.

Lembre-se: companhias que não incluem ao menos uma mala na tarifa oferecem esse serviço como opcional, então não se esqueça de adicionar outros 20 ou 30 dólares ao valor do voo. E outra: não adianta a companhia oferecer um voo super barato antes do sol nascer se você não pode pegá-lo – é loucura se comprometer a chegar de madrugada em um aeroporto que você não conhece.

Companhias aéreas australianas

Qantas é a maior e geralmente tem os preços mais altos, é com eles que irei voltar para o Brasil, depois conto como foi a experiência. Para efeito de comparação, a minha viagem Sydney-Melbourne no próximo dia 16 sairia por 145 dólares no menor preço disponível, sendo que todas as tarifas incluem bagagem despachada. Qantas cobra sete dólares para pagamento com cartão de crédito, faz parte da oneworld e permite compra casada, que é quando você adiciona mais de duas cidades no seu trajeto.

Virgin Australia foi minha grande escolha, depois escrevo sobre eles. Das tarifas que incluem mala existem voos em horários horríveis por 115 dólares e horários melhores por 165. Eles cobram 7,70 pelo uso do cartão de crédito, não fazem parte de nenhuma aliança e não permitem compra casada.

+ Como comprar passagens para voar de Virgin Australia

Jetstar pertence a Qantas, por isso você encontra alguns de seus voos menos baratos em pesquisas no site da Qantas. Geralmente os preços são incríveis: para quem topa viajar às seis da manhã, no dia 16 de março eles tem um voo por 65 dólares. Em horários melhores o preço varia entre 95 e 139 dólares. Lembrando que você precisa comprar o adicional pelo despacho de mala, o que deixa a passagem um pouco mais cara. Jetstar não pertence a nenhuma aliança, cobra 8,50 para quem paga com cartão de crédito e permite compra casada.

Tigerair é uma das que eu mais queria conhecer, mas não consegui abrir mão dos horários que a Virgin oferecia. Muitas vezes eles são ainda mais baratos do que a Jetstar: para o dia 16 de março eles me deram preços entre 57,95 e 102,95, mas sem bagagem despachada.

Qantas

E você, como fez suas viagens pela Austrália? Será que alguém já viajou de carro ou pegou trem?

+ Onde ficar em Sydney? Dicas de hospedagem em Sydney

+ Onde ficar em Melbourne? Dicas de hospedagem em Melbourne

+ Onde ficar em Gold Coast? Dicas de hospedagem em Gold Coast

Outras dicas do blog para programar a sua viagem:

  Já contratou o seguro de viagem? Viajar com seguro é essencial! O buscador Seguros Promo é parceiro do blog e oferece até 10% de desconto para nossos leitores, além de parcelar em até 12x no cartão. Se tiver alguma dúvida, fale comigo!

  Você consegue viajar sem celular? Não deixe de sair do Brasil já com o seu chip de celular com internet ilimitada - e através do nosso link exclusivo você leva 10% de desconto! Se tiver alguma dúvida, entre em contato comigo.

  Para alugar carro na Austrália pelo menor preço pesquise em todas as locadoras de uma só vez através da Rent Cars. Eles possuem escritório no Brasil com atendimento em português e dividem em até 12x no cartão ou com desconto no boleto.

Salvar


Sobre

Sou mineiro de Belo Horizonte, onde nasci e moro. Sou jornalista, trabalhei com assessoria de comunicação e fui repórter de turismo. Nem toda viagem é trabalho, mas depois do blog todo trabalho virou viagem! Sou @rodeiviagens no Insta.


'Escolhendo as melhores formas de se viajar pela Austrália' têm 6 comentários

  1. 19 de junho de 2015 @ 17:13 Destaques da Semana 62: Egito, Itália, Brasília, França e Austrália | RBBV – Rede Brasileira de Blogueiros de Viagem

    […] por Thiago Khoury: Como escolher e comprar trechos internos na Austrália. Existem diversas formas de viajar pela Austrália, fiz um resumão com as principais mostrando […]

    Responder

  2. 20 de fevereiro de 2014 @ 15:27 Thiago

    Thiago, tudo bem? Também estou indo para Austrália no inicio de março (03), mas ao invés de Gold Cost acabei optando por Cairs e grande barreira de corais, além de Sydney e Melbourne. Os trechos internos também farei de avião, mas pela Qantas e Tigerairways. Compartilhe algumas dicas! Depois te conto como foi voar Tiger.
    Abs

    Responder

    • 28 de fevereiro de 2014 @ 11:17 Thiago Khoury

      Conta mesmo Thiago! Pode deixar que as dicas começam na segunda que vem!

      Responder

  3. 17 de fevereiro de 2014 @ 16:29 Oscar

    Na minha última ida à Sydney fui com a Virgin Australia e não achei essas coisas não.. Agora essa passagem de Auckland para Sydney saiu meio carinha não, 300 AUD?! Com a AirNZ vc consegue passagem + barata, pagando em NZD que é mais barato que AUD e o serviço e 10x melhor.. Quando vc vai estar por aqui?

    Abs

    Responder

    • 17 de fevereiro de 2014 @ 19:32 Thiago Khoury

      Ei Oscar, também não achei dos mais baratos não, mas fiquei satisfeito porque fiz a compra com pouca antecedência e já estava me preparando para pagar bem mais do que isso – e tirando que escolhi um horário bom, então acabei pagando mais por isso. Escrevi no seu Insta te chamando para um almoço, entre os dias 6 e 10, vamos?

      Responder

  4. 17 de fevereiro de 2014 @ 8:26 Luiza Oliveira

    Um outro ponto negativo das viagens de carro, como a placa mesmo informou, são os animais “silvestres” da Austrália. Todo cuidado é pouco com estradas em meio a árvores, pois os cangurus (principalmente) aparecem do nada e atravessam a pista.
    Adorei o texto, Thiago! As dicas das companhias aéreas são excelentes!

    Responder


Gostaria de deixar um comentário?

Seu endereço de email não será publicado.

*

Rodei Viagens 2010 - 2018. Todos os direitos reservados. Colabore com o blog! | Orgulhosamente hosted pelo DreamHost