O que fazer em River North, Denver

River North é a resposta de Denver ao Wynwood de Miami: o bairro do grafite e da street art, das várias cervejarias artesanais e dos foods halls cheios de opções incríveis que faz a gente pensar durante horas se é melhor comer aqui ou ali – como eu disse anteriormente, um dia de sol em River North faz o tempo ser calculado em “selfies por minuto”, então prepare o celular!

O que fazer em River North Art District, Denver

Eu cheguei de Uber, mas quem se hospeda em Downtown, seja na parte alta da 16th Street ou nos arredores de Union Station, pode ir caminhando tranquilamente, é só seguir a Larimer Street até passar pelo Denver Central Market.

Dicas de onde comer em River North, Rino

É complicado não indicar o Denver Central Market para um marinheiro de primeira viagem em River North. Esse é o tipo de lugar que mais gosto de conhecer, até porque é um mercado cheio de fornecedores, então todo muito se satisfaz com um dos cardápios disponíveis.

Sugiro que você chegue com fome e disposto a se surpreender com o que aparece pelo caminho. Eu vi o stand de uma chocolateria que vendia bombons espelhados com ingredientes bem diferentes, pena que eram caros, o mais barato custava mais de três dólares.

Lembro que almocei um sanduíche de carne desfiada de costela de boi em um lugar chamado The Local Butcher. Poderia ter sido melhor, o sanduíche não tinha molho algum, mas a carne era deliciosa.

Outro mercado e food hall incrível é o The Source, mas ele ainda não está 100% pronto devido aos preparativos que irão transformá-lo também em hotel. Ótima pedida para depois que anoitece.

Denver Central Market em RiNo

Esse Denver Central Market é lindo de doer…

Denver Central Market em RiNo

… é um food hall cheio de lugares diferentes para escolher onde almoçar e beber. Essas duas fotos são de James Florio para Visit Denver

Outras dicas de onde comer em River North, Rino:

Sushi-Rama (comida japonesa): fica logo antes do DCM e é um daqueles restaurantes japoneses com esteiras rolantes, então os pratinhos passam pelas mesas e você pega só os que quer. O valor é calculado de acordo com a cor do pratinho escolhido e a quantidade de pratinhos que foram retirados da esteira.

Il Posto (comida italiana): no mesmo quarteirão do DCM, é provavelmente o restaurante mais consagrado de Rino. Comida italiana feita pelo chef Andrea Frizzi. O cardápio muda de acordo com a disponibilidade dos alimentos, sempre frescos.

Acorn (culinária contemporânea): dentro do The Source. Não entendi muito bem a proposta do lugar, mas não me conquistou muito não.

Comida (comida mexicana): é o mexicano do The Source. Pedi quesadillas e tomei Coca mexicana!

The Source em RiNo

Esse é o The Source, mas até meados de 2019 ele não estará tão charmoso quanto a foto sugere, os arredores estão tomados por obras

The Source em RiNo: Acorn Restaurant

Esse é o Acorn…

The Source em RiNo: Comida Restaurant

… e esse é o Comida, visto de dentro. Essas três fotos são de Adam Larkey para Visit Denver

The Populist (comida internacional): que lugarzinho mais charmoso esse! Programão para quem vai a noite. Comida internacional servida em mesas comunais e em pequenas porções, então prepare o seu inglês para conversar com o vizinho ao lado.

The Preservery (comida internacional): esse eu não conheço, mas queria ter conhecido! Parece uma versão mais jovem (e com música ao vivo) do The Populist. Quem for, por favor, volte para dizer como foi!

Cart Driver (pizzaria): outro lugar jovem e super popular, o Cart Driver fica dentro de um container e é famoso não só pelas pizzas, mas pelo cardápio de espumantes vendidos pela taça (aliás, a taça de prosecco custa 5 dólares durante o happy hour). Também servem frutos do mar, inclusive ostras.

The Populist em RiNo

Olha a parte a céu aberto do The Populist…

 The Infinite Monkey Theorem em RiNo

… e a parte a céu aberto do The Infinite Monkey Theorem, que falo a respeito logo mais. Ambas as fotos de Adam Larkey para o Visit Denver

Dicas de cervejarias em River North, Rino

Que sacanagem da minha parte te sugerir cervejarias em um lugar onde o melhor passatempo é descobri-las enquanto se anda por lá! Bem, vou indicar primeiro a que não conheço: Blue Moon, provavelmente a única de Denver que exporta para o mundo inteiro, e é a mais distante delas, por isso acabei não indo.

Ratio Beerworks: era a que eu mais queria conhecer porque é a maior da rua principal, Larimer Street. O engraçado é que ela tem uma pegada bem punk, então se você quiser um ambiente mais sossegado essa pode não ser a melhor pedida.

10 Barrel Brewery: 10 Barrel nasceu em Portland, mas está se espalhando pelos Estados Unidos – essa de Denver abriu em meados de 2016 e é comandada por uma mestra cervejeira “bad ass”, como eles mesmo dizem. Se você tiver que escolher uma para sentar e ficar eu acho que a 10 Barrel é a melhor pedida, tanto a parte de dentro do galpão quanto o rooftop.

Eu tentando fazer pose no Alley de Rino…

Tentativa número dois, agora em pé, mostrado o Alley até o fundo

Dicas de bares, destilarias e happy hours em River North, Rino

Rino já era famoso pela cerveja, agora com a explosão do gin nos Estados Unidos, e com a chegada da The Infinite Monkey Theorem, uma vinícola urbana no meio da Larimer Street, River North é o destino dos drinks, das destilarias e dos happy hours, que até então só bombavam em Highlands, o bairro do outro lado da ponte.

The Infinite Monkey Theorem (vinícola): olha, eu não fui para curtir, só fiz uma visita técnica, mas o lugar é muito gostoso, a decoração é linda, deve ser ótimo passar a noite ali (mas acaba cedo, geralmente fecha às 22:00). Eles servem vinho na lata também, é bem legal.

Bar Fausto: o Fausto é um bar italiano, não é restaurante, ele é o rei das bruschettas. O cardápio tem destilados, drinks com gin e tequila, vinhos, espumantes e… Ponche, aquela bebida que aparece nas fraternidades de filme americano. Ótima dica para dividir entre amigos.

Outras dicas de bares são as que de lá em cima: The Preservery, The Populist…

Street Art e grafite em River North

Eu jamais conseguiria dizer onde essas fotos foram tiradas, fui passeando pelo bairro e parando em paredes diferentes

Street Art e grafite em River North

Tem umas que são mais fáceis de lembrar: essa foi em uma garagem em frente o Denver Central Market…

Street Art e grafite em River North

… essa foi no Alley – aliás, obrigado Claudinha @aprendizdeviajante_ que foi incumbida de tirar essas e todas as outras duas mil fotos que não entraram no post

Thiago Khoury, Renata Araújo, Claudia Beatriz e Carla Lencastre

Essas foram minhas colegas de passeio em minha primeira vez em Rino: Renatina do You Must Go, Claudinha do Aprendiz e Carlinha de todas as revistas que você pode imaginar

O que mais fazer em River North, Rino

River North é um bairro para ser desbravado, então não faça como eu que, no meu primeiro dia, achei que caminhar até o The Source ou a Blue Moon seria trampo demais: calce bons sapatos e beba um pouquinho em cada lugar – inclusive, nas tardes de sábado, rola um shuttle gratuito que passa por vários endereços.

Durante a noite a dica é sair com um destino certo e curtir uma one destination night. A primeira sexta-feira de cada mês é especial e a maior parte dos bares e restaurantes provem promoções especiais, convidam músicos e grafiteiros, vale acompanhar esse calendário.

Outros dois eventos que vale ficar de olho é o bazar com produtores de moda local, dança e música que acontece nas noites de quinta e noites de sexta (cada noite é um evento diferente, por isso disse que são dois). Chama Denver Bazaar e esse ano eles rotacionam quase 250 marcas!

Vou colocar mais uma vez o compilado de Stories gravados em Rino:

Por último, não deixe de parar em todos os muros coloridos em busca das melhores fotos – e não esqueça do Alley, o beco atrás do Denver Central Market. Vale ficar atento ao CRUSH, o festival anual de street art que literalmente pinta River North, é como se fosse uma troca de pele. Geralmente acontece na primeira semana de setembro.

Outras dicas do blog para programar a sua viagem:

  Já sabe onde ficar em Denver? Para fazer tudo a pé a dica é se hospedar nos arredores da 16th Street ou da Union Station. Eu fiquei no Hilton Denver City Center e recomendo!

  Já contratou o seguro de viagem? Seguro é essencial nos Estados Unidos! O buscador Seguros Promo é parceiro do blog e oferece 5% de desconto para leitores, além de parcelar em até 12x no cartão. Se tiver alguma dúvida, fale comigo!

  Você consegue viajar sem celular? Não deixe de sair do Brasil já com o seu chip de celular internacional com internet ilimitada – o frete é por minha conta! Se tiver alguma dúvida, entre em contato comigo.

  Para alugar carro no Colorado pelo menor preço pesquise em todas as locadoras de uma só vez através da Rent Cars. Eles possuem escritório no Brasil com atendimento em português e dividem em até 12x no cartão ou com desconto no boleto.


Sobre

Sou mineiro de Belo Horizonte, onde nasci e moro. Sou jornalista, trabalhei com assessoria de comunicação e fui repórter de turismo. Nem toda viagem é trabalho, mas depois do blog todo trabalho virou viagem! Sou @rodeiviagens no Insta.


'O que fazer em River North, Denver' não tem comentários

Seja o primeiro a comentar este post!

Gostaria de deixar um comentário?

Seu endereço de email não será publicado.

*

Rodei Viagens 2010 - 2018. Todos os direitos reservados. Colabore com o blog! | Orgulhosamente hosted pelo DreamHost