Onde ficar em Sydney: dica de apartamento

Atualizado em 1 de novembro de 2019 por Thiago Khoury

Passei tantos dias pesquisando onde ficar em Sydney que eu acabei memorizando o mapa da cidade. Juro: quando cheguei ali pela primeira vez eu já tinha uma super noção de por onde andar e como me deslocar.

Acabei fechando com um lugar bem localizado e que me recebeu super bem!

Vou falar um pouquinho sobre essa dica de apartamento em Sydney e sobre como e onde procurar onde se hospedar na cidade, assim qualquer um pode descobrir outros lugares para se hospedar em Sydney.

Outras dicas essenciais para planejar uma viagem à Austrália:

Quais as melhores formas de se viajar pela Austrália

Qual o melhor seguro de viagem para Austrália?

Qual o melhor chip de viagem para Austrália?

Onde ficar em Sydney

Para procurar o melhor bairro para se hospedar em Sydney você precisa decidir primeiro entre a cidade e as praias.

Ficar próximo ao mar de Sydney não é muito comum para marinheiros de primeira viagem, mas de toda forma vale dizer que a região de Bondi Beach e Coogee Beach são as mais populares, com uma oferta maior de hotéis e apartamentos.

Você sempre encontrará outras opções em outras praias da cidade, mas essas são as mais famosas e com mais conexões de transporte público – sou completamente apaixonado com Manly, mas jamais ficaria hospedado ali, principalmente em uma primeira viagem.

Eu optei pela cidade porque encarei as praias de Sydney como passeios e quis usufruir desse lado cosmopolita da cidade.

Onde ficar em Sydney: Regents Court

Qual o melhor bairro para ficar em Sidney

Se assim como eu você optou por se hospedar na cidade, as regiões mais comuns (e práticas) para ficar em Sydney são: Darling Harbour, Darlinghurst, The Rocks e Kings Cross/Potts Point.

Você terá uma experiência incrível em qualquer um desses lugares, mas vale dizer que Darling Harbour é uma região bem turística e que The Rocks é bem jovem, inclusive é ali onde ficam os melhores albergues.

Eu fico entre Darlinghurst (colada em Darling Harbour) e Kings Cross/Potts Point, que é mais residencial e menos movimentado, por isso gosto mais.

Na verdade, se eu tivesse que escolher entre Darlinghurst e Potts Point eu repetiria Potts Points sem pensar duas vezes: primeiro porque acho a região um charme, segundo porque Potts Point fica no meio do caminho entre o centro e as praias, o que é ótimo para quem pretende aproveitar o melhor de dois mundos em uma mesma viagem.

Dica de apartamento em Sydney

Regents Court é um prédio residencial em Potts Point onde a maior parte dos apartamentos foram convertidos em quartos funcionais completos, muitos deles com janelas em três das quatro paredes.

É deliciosa a sensação de ter as chaves de um prédio em umas das ruas mais charmosas da cidade!

Regents Court tem um gerente e outros dois funcionários, todos muito simpáticos e solícitos, inclusive um deles é brasileiro. Foi ele que me ensinou a usar o elevador com porta sanfonada, um dos charmes desse prédio do início do século passado.

Onde ficar em Sydney

Meu apartamento em Sydney

Sydney-Regents-Court-12

O elevador sanfonado…

Sydney-Regents-Court-13

… faz parte da experiência em Potts Point!

Como eu disse lá em cima, Regents Court fica em Potts Point, uma região que divide opiniões.

Pergunte para um brasileiro e depois pergunte para um australiano, parece se tratar de dois lugares completamente diferentes: Potts Point é o lado chique e residencial de Kings Cross, uma região onde predominam as baladas de gosto duvidoso, mas Kings Cross não tem perigo algum.

Juro, nenhum. E isso vem do sujeito mais preocupado com segurança que conheço: em nenhum momento me senti ameaçado por ali, e olha que caminhei por Kings Cross em todos os horários possíveis carregando uma câmera no pescoço e um celular na mão.

Sydney-Regents-Court-14

Entrada da minha dica de apartamento em Sydney, Regents Court

É impressionante como Potts Point pode estar tão perto de Kings Cross e ser tão diferente: tudo que você precisa fazer é dobrar uma esquerda e descer alguns degraus para mudar radicalmente de experiência.

Mesmo com todas as diferenças de clima e arquitetura, é essa proximidade que proporciona as facilidades que a região oferece: você estará a um quarteirão da estação Kings Cross e a cinco minutos de caminhada de algumas das linhas de ônibus que levam para as principais praias de Sydney.

Potts Point parece ser um segredo tão bem guardado que me sinto na obrigação de espalhar a notícia: faça como eu e se hospede por ali também, é como ficar em Kings Cross sem ficar exatamente lá.

Sydney-Regents-Court-01

26 metros quadrados nos apartamentos premium com vista para rua

Sydney-Regents-Court-04

O cobertor mais gostoso da cidade

Sydney-Regents-Court-03

Chocolate de boas-vindas

Onde ficar em Sydney: Regents Court

O quarto é enorme, são quase 30 metros quadrados. O chuveiro é delicioso, roupa de cama também. Ar condicionado com frio siberiano e um charmoso ventilador de teto.

Não sei se pela foto ficou claro, mas o quarto é um apartamento completo que além de fogão, microondas e geladeira tem mesa de jantar e quatro janelas panorâmicas.

Detalhes do Regents Court

Os funcionários são extremamente solícitos, combina bem com o clima da rua Springfield, uma viela toda arborizada, silenciosa e cheia de pequenos prédios com uma arquitetura incrível, como se estivéssemos a quilômetros de distância de Kings Cross.

A recepção funciona em horário comercial, depois disso Regents Court vira um prédio residencial como outro qualquer, mas de qualquer forma eles possuem um hotel parceiro a 500 metros dali que fica sempre disponível.

Quando eu estive ali a internet, que se por um lado era gratuita, por outro era lenta em vários momentos do dia, mas se você estiver com chip ilimitado isso não incomoda.

O serviço de limpeza dos apartamentos só acontece de dois em dois dias, o que pode ser um problema caso fazer a sua própria cama seja um incômodo para você.

Sydney-Regents-Court-09

Regents Court

Existem três tipos de quartos diferentes, mas apenas um com vista para a rua

18 Springfield Avenue | Potts Point

Chegue de trem pela estação Kings Cross ou de ônibus pegando a linha 311 – mas a maior parte das linhas que você irá usar passam na Oxford Street

3 comentários sobre “Onde ficar em Sydney: dica de apartamento

  1. Olá. Acabei de enviar o pedido do visto australiano para turista. Não solicitaram anexar a cópia do passaporte. É isso mesmo?
    Achei super estranho.
    E adorei a dica do bairro!

  2. Olá, estou começando a “carreira” de blogueira e assisti um hangout sobre mídia kit que você participou. Claro, vim dar uma olhada no seu blog e adorei!!! Gostei muito desta dica de hospedagem em Sydney. Eu geralmente fico em hotéis, mas sabe que até me deu vontade de ficar num apê destes depois de ler seu post? Rsrsrs…
    Sucesso!!!
    Ana

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.

*