25 passeios de graça em Sydney: o que fazer sem gastar nada

25 passeios de graça em Sydney: o que fazer sem gastar nada

Tem tanto passeio gostoso e gratuito em Sydney que você não precisa se preocupar muito com os gastos ao longo da viagem: como o melhor de Sydney é de graça, a maior parte dos investimentos fica por conta dos preparativos de viagem.

Claro que para isso isso você precisa investir em locomoção e hospedagem, assim você inclusive dinamiza o tempo gasto com deslocamento, caso contrário a viagem não rende.

Gosto de alugar carro para facilitar o processo de visitar praias menos comuns. Com relação a hospedagem, sugiro os arredores de Potts Point, assim você fica no meio do caminho entre o mar e o centro.

25 coisas para fazer de graça em Sydney

Antes de começar a falar sobre passeios gratuitos em Sydney, vou deixar alguns posts essenciais para planejar a sua viagem, inclusive um guia de transporte público para você ter uma ideia de como se locomover por lá:

Minhas primeiras impressões sobre Sydney

Onde ficar em Sydney: dica de apartamento

Como usar transporte público em Sydney

Qual o melhor seguro de viagem para Austrália?

Praias gratuitas em Sydney

Esse é o programa que mais gosto de fazer em Sydney, e assim como no Brasil as praias da Austrália são públicas e você não gasta nada para visitá-las.

O único problema é que muitas vezes pode ser bem trabalhoso conhecer muitas delas de transporte público, mas é possível:

25. Fazer a caminhada entre Coogee Beach e Bondi Beach. Lembra da Coastal Walk? Você consegue percorrer sem muito esforço quatro praias lindas entre as famosas Coogee Beach e Bondi Beach. O passeio, sem paradas pelo caminho, leva pouco mais de uma hora.

24. Conhecer todas as praias entre elas. Essa dica vale por quatro: não deixe de conhecer Gordons Bay, Clovelly Beach, Bronte Beach e Tamarama Beach, as quatro praias que aparecem ao longo da caminhada que conecta Coogee Beach e Bondi Beach.

23. Já pensou em ir um pouco além? A verdadeira Coastal Walk começa em Coogee Beach, mas você consegue incrementar esse percurso um pouco mais esticando até Maroubra Beach, praia com trecho comprido de areia e um enorme cubo de Rubik perto de onde quebra o mar.

Maroubra Beach

O que fazer de graça em Sydney: Maroubra Beach

22. Curtir um dia em Bondi Beach. Bondi Beach é a praia mais icônica da Austrália e é impossível imaginar uma viagem a Sydney sem um dia na Ipanema dos sydneysiders.

21. Curtir um fim de tarde em Coogee Beach. Coogee Beach é muito menor e menos pretensiosa do que Bondi, além de ser mais frequentada por locais e brasileiros residentes. Uma dica é aproveitar as churrasqueiras de Coogee para assar uma carninha no fim do dia!

20. Passar um dia em Manly. Sim, adoro Bondi, mas Manly Beach é a minha praia predileta em Sydney: além de estar na região mais bonita e diferente da cidade (recomendo chegar de ferry), você consegue ir caminhando para Shelly Beach, outra dica que vale por duas.

19. Conhecer praias secretas. La Perouse e Little Bay são extremamente residenciais, por isso vale mais chamá-las de “desertas”. Little Bay é um charme: pequena, água cristalina cercada por rochas. Você chega descendo por um caminho que leva a uma Paróquia local. La Perouse é dividida em três e eu recomendo que você conheça todas elas.

18. Assistir o pôr do sol em Watsons Bay… Watsons Bay é o nome do subúrbio na península de South Head, mas a praia lá embaixo é Camp Cove. Você terá dificuldades de escolher entre assistir o sol se pôr em Camp Cove ou caminhando no alto de The Gap, o penhasco panorâmico sobre o mar da Tasmânia.

17. … ou assistir o pôr do sol em North Bondi. North Bondi é outro subúrbio de Sydney – e como o próprio nome sugere, ele fica logo em cima da praia que leva o mesmo nome. Vem ver minha dica de como ver o pôr do sol mais bonito da Austrália depois de um dia de praia em Bondi Beach.

Pontos turísticos famosos

16. Atravessar a Sydney Harbour Bridge. É verdade que escalar a ponte de Sydney não é nada gratuito (pelo contrário, isso pode variar entre 170 e 270 dólares australianos) mas você consegue atravessá-la pelo caminho para pedestres.

Sugiro que você pegue o trem para descer na estação Milsons Point que fica pertinho do acesso a ponte, assim você pode atravessá-la em direção a Opera House e encerrar o seu passeio em Circular Quay.

25 passeios de graça em Sydney: o que fazer sem gastar nada

25 passeios de graça em Sydney: atravessar a Harbour Bridge

15. Pulinho rápido no Royal Botanic Gardens. Não acho que esse seja um passeio que leve muito tempo, mas o Royal Botanic Gardens é uma ótima pedida para quem está voltando da Opera House. Entre no site para tentar conciliar a sua visita a uma das saídas do walking tour gratuito.

14. E a casa do governador? Se você estiver no Royal Botanic Gardens vale passear pelos jardins da Government House. Caso seja fim de semana (inclusive sexta), vale pegar um tour guiado e gratuito para conhecer parte da propriedade. As informações estão aqui, mas geralmente os tours duram menos de uma hora e saem de 30 em 30 minutos a partir das 10h30.

13. Conhecer o Hyde Park… Saindo da Government House você pode passear no parque público mais antigo da Austrália: sua construção começou em 1810 e só foi considerado concluído 1927. Falei bastante sobre ele aqui, lembra?

12. … e visitar o Anzac Memorial. Esse monumento na parte do sul do Hyde Park foi feito em homenagem aos australianos mortos durante a Primeira Guerra. Ele é lindo e tem visitas guiadas gratuitas, mas você deve fazer a reserva online com antecedência.

11. Já ouviu falar da St Mary’s Cathedral? Na outra ponta do parque tem a primeira catedral católica construída na Austrália (e provavelmente a mais bonita). Depois da missa das 10h30 (aos domingos) sai um tour guiado gratuito.

Museus e galerias gratuitas em Sydney

10. Art Gallery of New South Wales. A galeria de arte do estados de New South Wales faz parte do complexo do Royal Botanic Gardens. Gratuito e diário.

9. The Rocks Discovery Museum. Não conheci, é um “family-museum” que conta a história de The Rocks District. Gratuito e diário.

8. Australian National Maritime Museum. Outro “family-museum”, mas também não conheci – e olha que é uma das poucas atrações gratuitas de Daring Harbour. Gratuito e diário.

7. Museum of Contemporary Art. Ele é conhecido como o “Tate Modern” de Sydney. Fica em The Rocks e vale conhecer. Gratuito e diário.

Dicas finais para aproveitar Sydney de graça

6. Uma ótima forma de caminhar por Sydney, descobrir bairros e passar pelas ruas mais famosas é pegando um walking tour gratuito, aqui tem dois dos mais famosos.

5. Nessa mesma linha sugiro também o meu roteiro a pé pelo centro de Sydney, assim você conhece os pontos principais do centro de Sydney e alguns dos prédios mais famosos das ruas Kent, Pitt, Park e Martin Place.

4. Outra ótima dica é aproveitar os mercados de rua e Farmers Market de Sydney, esse é um passeio que adoro fazer! No post com dicas de compras em Sydney falo um pouquinho sobre os mais famosos, como Paddys Market, Paddington Markets e Bondi Markets.

3. Um lugar incrível e que muitas vezes passa despercebido pelos guias é o parque de Observatory Hill. Fica colado em The Rocks e lá do alto você tem vistas lindas para a baía de Sydney com a ponte ao fundo.

Vivid Sydney

O que fazer de graça em Sydney: Vivid Sydney

2. Sydney e um cidade com festivais famosos em todo o mundo, além de atrair um turismo doméstico absurdo!

Todos são gratuitos e muito disputados, principalmente o festival de luzes, projeções e música Vivid Sydney. Outro mundialmente conhecido é o Mardi Gras.

1. Para quem curte saber os últimos programas culturais gratuitos disponíveis durante a semana em que você estiver em Sydney (como mostras itinerantes e exibições de arte), dê uma olhadinha na página da TimeOut.

Bom, espero que tenham gostado! Tentei dar dicas realmente úteis, não queria inserir passeios fora de mão só para engrossar a lista.

Se você tiver outras dicas do que fazer de graça em Sydney colabore, deixe um comentário!

Outras dicas do blog para programar a sua viagem:

  Já sabe onde ficar em Sydney? Fiz três listas com as melhores opções de onde ficar nos arredores de Darling Harbour, Bondi Beach e Kings Cross. Eu fiquei no Regents Court de Kings Cross e recomendo!

  Já contratou o seguro de viagem? Viajar com seguro é essencial! O buscador Seguros Promo é parceiro do blog e oferece até 10% de desconto para nossos leitores, além de parcelar em até 12x no cartão. Se tiver alguma dúvida, fale comigo!

  Você consegue viajar sem celular? Não deixe de sair do Brasil já com o seu chip internacional com internet ilimitada – e através do nosso link exclusivo você leva 10% de desconto! Se tiver alguma dúvida, entre em contato comigo.

  Para alugar carro na Austrália pelo menor preço pesquise em todas as locadoras de uma só vez através da Rent Cars. Eles possuem escritório no Brasil com atendimento em português e dividem em até 12x no cartão ou com desconto no boleto.


Sobre

Sou mineiro de Belo Horizonte, onde nasci e moro. Nem toda viagem é trabalho, mas depois do blog todo trabalho virou viagem! Se quiser receber os últimos posts do blog e minhas dicas no WhatsApp é só adicionar (31) 98263.3937 aos seus contatos e mandar um "alô" para ativar o robô do blog!


'25 passeios de graça em Sydney: o que fazer sem gastar nada' não tem comentários

Seja o primeiro a comentar este post!

Gostaria de deixar um comentário?

Seu endereço de email não será publicado.

*

Rodei Viagens 2010 - 2019. Todos os direitos reservados. Colabore com o blog! | Orgulhosamente hosted pelo DreamHost