Como é viajar de Latam para Santiago, Chile

Atualizado em

Eu poderia resumir todo esse post dizendo que viajar para Santiago é como viajar para algum lugar qualquer, mas eu não estaria dizendo a verdade: existe um detalhe que faz toda a diferença, mas só falo sobre ele depois, até porque ele só aparece quando o voo está chegando ao fim.

Na verdade a minha experiência foi ainda melhor do que a da maioria: paguei, por livre e espontânea vontade, 40 dólares pelo direito de sentar na saída de emergência, que é um assento conforto.

Eu só não sabia que o casal ao meu lado simplesmente pediu para sentar ali, sem desembolsar nada a mais por isso.

Senti uma vontade incontrolável de cortar a garganta da pessoa que fez isso por eles. Eles nem sequer sabiam que os assentos da saída de emergência eram pagos!

Não que um vendedor não possa fazer uma gracinha para um cliente especial, mas um cliente que nem sequer pediu por isso?

Foi injusto, nunca mais pago por isso, prefiro pagar pela fisioterapia depois.

Voando de Latam para Santiago do Chile

Como foi viajar de Latam para Santiago do Chile

Enfim, eles operam o trecho Guarulhos-Santiago em um Airbus 320, a mesma aeronave que geralmente faz o voo Confins-Guarulhos. Talvez seja por isso que a gente não se sente atravessando a fronteira, inclusive porque a viagem dura pouco menos de quatro horas.

Existe um único corredor dividindo duas fileiras de assentos com três poltronas cada. Fiquei na janela, apesar de geralmente optar pelo corredor.

De qualquer forma, fica a dica: na hora de escolher a saída de emergência, jamais escolha um assento que possua outra saída de emergência atrás dele (geralmente as poltronas da primeira saída de emergência não reclinam). Lembre-se: sempre que houver duas portas de emergência lado a lado, sente-se em uma poltrona da fileira da porta de trás.

Brasil-Chile-03

Esqueci de mencionar que o entretenimento de bordo fica restrito as tvs comunitárias a cada quatro ou cinco assentos. O legal é que a Latam tem essa revista maravilhosa que, se vendesse em banca, eu pagaria com gosto por ela.

Embaixo dela o catálogo de produtos do duty free.

Brasil-Chile-13

E agora o que a gente só encontra viajando para o Chile, independente do tamanho do avião ou da companhia aérea: a chance de sobrevoar os Andes e ver as montanhas pela janela. Sabe isso que na foto parece nuvem? Então, olha de novo: o branco é a neve no topo da Cordilheira!

Sempre que tiver disponível, tente sentar nas poltronas da direita: você vai ter a visão da Cordilheira por mais tempo e ainda de quebra vai poder fotografar o Aconcágua, o ponto mais alto do Hemisfério Sul.

É um igual que vale a diferença. Boa viagem. E prepare a câmera!

Ps.: lembrando que você também pode ter a chance de fazer esse trecho em um 777, o mesmo que voa para Europa – e, claro, aí tudo muda!

Leia mais para saber o basicão de Santiago:

Santiago, Chile: primeiras impressões

Santiago, Chile: 12 dicas de hotéis separados por bairros

Qual o melhor seguro de viagem para o Chile?

Lastarria: o bairro mais charmoso de Santiago

Roteiro de um dia no centro de Santiago (com mapa interativo)

Outras dicas do blog para programar a sua viagem:

  Já sabe onde ficar em Santiago? Selecionei as melhores opções em quatro bairros que adoro em Santiago: Bellavista e Lastarria na região central e os vizinhos El Golf e Las Condes.

  Já contratou o seguro de viagem? Viajar com seguro é essencial! O buscador Seguros Promo é parceiro do blog e oferece até 10% de desconto para nossos leitores, além de parcelar em até 12x no cartão. Se tiver alguma dúvida, fale comigo!

  Você consegue viajar sem celular? Não deixe de sair do Brasil já com o seu chip internacional com internet boa de verdade! Aplique o cupom exclusivo RODEI10 e leve 10% de desconto – se tiver alguma dúvida, entre em contato comigo.

  Para alugar carro no Chile pelo menor preço pesquise em todas as locadoras de uma só vez através da Rent Cars. Eles possuem escritório no Brasil com atendimento em português e dividem em até 12x no cartão ou com desconto no boleto.


Sobre

Sou mineiro de Belo Horizonte, onde nasci e moro. Nem toda viagem é trabalho, mas depois do blog todo trabalho virou viagem! Se quiser receber os últimos posts do blog e cupons de descontos exclusivos no WhatsApp é só adicionar (31) 98263.3937 aos seus contatos e mandar um "alô" para ativar o robô do blog!


'Como é viajar de Latam para Santiago, Chile' têm 6 comentários

  1. 1 de março de 2014 @ 17:52 Izabel

    Pudim é uma delicia , porém, é a sobremesa mais banal do universo. Geralmente qdo viajamos estamos a fim de provar o novo , e isso inclui a gastronomia ( seja no avião, aeroporto, lugar de destino, hotel, etc ). Qto a TAM, pasmem ! Cada dia piora a “qualidade” das refeições a bordo. Em outubro passado ( 2013 ) serviram refrigerante com uns biscoitinhos sem sabor a bordo ( melhor nada q isso, rsr ). Devolvi, claro. Dignidade sempre !

    Responder

  2. 27 de fevereiro de 2014 @ 7:58 Marcelo Lemos

    Fiquei curioso pra saber o motivo da restrição ao pudim :D

    Responder

    • 28 de fevereiro de 2014 @ 11:06 Thiago Khoury

      Cara, não sei, devo ter tido algum problema no passado. Freud explica.

      Responder

  3. 26 de fevereiro de 2014 @ 11:33 Igor Faria

    Thiago, as revistas da TAM não estão a venda em bancas, mas dá pra baixar de graça no iPad. O aplicativo TAM Nas Nuvens é 0800 e lá dentro é só escolher quais edições vc quer baixar. Deve ter pra Andoid tb. :)
    E sim, essa vista dos Andes é de tirar o fôlego! Na minha ida, eu estava do lado direito (e – sem querer tirar onda, mas já tirando – de classe executiva, graças a uma mega promoção de milhas), deu pra ficar apreciando por muito tempo. Pena que as fotos não ficaram tão boas, mas vale a pena.

    Responder


Gostaria de deixar um comentário?

Seu endereço de email não será publicado.

*

Rodei Viagens 2010 - 2019. Todos os direitos reservados. Colabore com o blog! | Orgulhosamente hosted pelo DreamHost