Pequeno manual sobre as praias de Barcelona – Parte II

Atualizado em 22 de novembro de 2017 por Thiago Khoury

Como visitar as praias de Barcelona

Sei que é possível chegar de ônibus em todas elas, mas já confessei aqui que não sei pegar frescão europeu em Barcelona – mas nada impede que você aprenda. Se você não se importa com dez minutos ou menos de caminhada as estações de metrô mais próximas são: Barceloneta, Ciutadella y Bogatell, Poblenou/Llacuna, Selva de Mar e El Maresme, respectivamente.

Ou você pode fazer uma das coisas que arrependo de não ter feito: visitá-las de bicicleta. Alugue sua magrela aqui ou aqui (parece que o serviço do governo é apenas para locais, mas posso estar errado) para curtir cada trecho do litoral com o vento soprando contra.

10091008

Buenos dias, Barcelona! Por @skelastic

O que vestir nas praias de Barcelona

Homens de sunga e mulheres de biquíni. Diferente dos Estados Unidos, onde homens usam bermudas, em Barcelona quanto menos tecido melhor.

Mas lembre-se que isso acontece nas praias, e apenas nelas: aqui no litoral nós brasileiros geralmente abandonamos os chinelos e mulheres andam de top, mas em Barcelona a dica é ir vestido e trocar-se lá – sem muito pudor na hora de trocar a cueca pela sunga, os locais geralmente nem se tampam.

Na hora de caminhar para o hotel ou pegar o ônibus, esqueça a postura “garoto carioca a caminho de casa”: vista-se!

O que levar para as praias de Barcelona

Uma camiseta nova para usar depois e uma toalha ou canga.

Como as praias foram praticamente construídas em função dos Jogos Olímpicos de 1992, a areia de Barcelona nada mais é que poeira de pedra. Por isso, além de naturalmente melado, é comum sair de lá empoeirado.

Muitos levam também um ou outro sanduba, além de uma garrafinha d’água, mas não deixe de experimentar os chiringuitos, os bares da orla.

Informações práticas sobre as praias de Barcelona

Como no verão é possível ter sol até as dez da noite, durante a maior parte do dia as praias são mais familiares. Depois de certo horário é que a moçada se aproxima.

Sim, frescobol é uma coisa que também rola por lá. Vôlei também não fica atrás.

Relaxe, eles não estão mortos: é comum ver os espanhóis estendidos durante horas com o sol no rosto sem mexer um músculo que seja.

Independente da educação dos outros, mantenha a sua: leve uma sacolinha para tirar o seu lixo da praia. Barceloneta é a mais suja delas, as outras costumam estar acima do razoável. Quanto ao mar, mais uma vez, nem sempre ele azul: aquilo é praia de porto, não se esqueça.

Por último, segurança: estar na Europa não é motivo para deixar de ser atento. Nada de deixar suas coisas de lado para dar um mergulho no mar ou dormir com a mochila dando sopa ao lado, eim?

Salvar

1 comentário em “Pequeno manual sobre as praias de Barcelona – Parte II

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.

*