Pequeno manual sobre as praias de Barcelona – Parte I

Atualizado em 25 de janeiro de 2021 por Thiago Khoury

10091006Não vá a Barcelona esperando encontrar as praias da Riviera Francesa – você não faria isso, faria? Os trechos de mar e areia de lá deixam a desejar no quesito beleza natural, mas no quesito beleza humana é ponto para Barcelona!

Ali, o que Deus não deu o homem completa: e o que não falta é bumbum com qualidade brasileira.

Barceloneta, a principal praia de Barcelona

Barceloneta é a mais próxima do centro e a mais famosa praia do litoral de Barcelona. Ela tem um “quê” de Copacabana: praia para que não curte praia em visita de reconhecimento ao Rio, sabe como?

Confesso que sou fã de lá, principalmente quando vejo essa quantidade de gente apontar os contras do lugar. O calçadão de Barceloneta é uma delícia, já até comentei sobre como comer bem pagando pouco – e para potencializar o passeio, ele pode começar nas Ramblas e terminar na areia, passando por coisas que você não pode deixar de conhecer, como o Parc de la Ciutadella.

As quatro praias seguintes

Nova Icària vem logo depois de Barceloneta, é a menor e mais tranquila delas com menos de 400 metros de extensão. Os bancos para relaxar e admirar a paisagem atraem famílias e muitas crianças.

O bacana de Nova Icària é que ela é extremamente bem adaptada para pessoas com mobilidade reduzida. Além de banheiros e chuveiros especiais, existem aquelas cadeiras para cadeirantes que querem entrar no mar – deu para perceber que são oferecidas pela prefeitura, mas eu realmente não sei quantas existem ou que fazer para consegui-las.

Depois vem Bogatell, provavelmente a mais descolada de Barcelona. Existem dois “recifes” que delimitam Bogatell, o trecho de areia com maior incidência de topless, pitboys e duplas de frescobol.

Bogatell é legal porque aqui não existe aquela leva de chinesas oferecendo aquilo que elas chamam de “massagem”. Bogatell não é praia, é “beach lounge”.

Mar Bella, na sequência, é  “nudista”, mas em Barcelona tira-se a roupa em qualquer lugar, da mesma forma que pode-se continuar vestido. É uma coisa meio “posto nove”, porém datada: mas andando um pouquinho mais, em direção ao “posto dez”, você encontra menos pessoas e grande parte delas vestida, além dos melhores chiringuitos da cidade, os bares na orla.

Lembre-se apenas que como em toda praia nudista o nível de embarangamento sobe consideravelmente!

Nova Mar Bella é praia de dondoca, a mais distante delas, pouca gente vai. Dizem que as coisas ficam boas por lá nos fins de semana, depois das oito da noite, quando rola o bate estaca – alguém confirma?

Esse post continua aqui com dicas para sobreviver nas praias de Barcelona

Salvar

Salvar

2 comentários sobre “Pequeno manual sobre as praias de Barcelona – Parte I

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.

*