Santiago: dicas de balada

Atualizado em 26 de janeiro de 2021 por Thiago Khoury

Balada passou a fazer parte das minhas pretensões de viagem depois que fui a Buenos Aires e descobri que um quebra-quebra tem lá o seu lugar.

Foi assim que passei a incluir pesquisas de balada nos meus roteiros, e agora não embarco sem dar pelo menos uma olhadinha no que as pessoas dizem sobre a noite local.

Leia mais para saber o basicão de Santiago:

+ Santiago, Chile: primeiras impressões

+ Santiago, Chile: 12 dicas de hotéis separados por bairros

Qual o melhor seguro de viagem para o Chile?

+ Lastarria: o bairro mais charmoso de Santiago

+ Roteiro de um dia no centro de Santiago (com mapa interativo)

5 dicas de balada em Santiago, Chile

Descobri que o povo chileno não é nada famoso pela qualidade do bate-estaca. Em Santiago é difícil dizer se o que é bom hoje será bom no fim de semana seguinte, por isso minha dica (1) é perguntar aos locais: se você não está hospedado em um albergue, pergunte para alguém que esteja, eles geralmente sabem onde ir.

O calendário chileno de festas é extremamente bem delimitado: as coisas bombam nas terças, quartas e quintas, não tente reinventar a roda. Confira também as dicas do site carretes.cl.

Meu amigo chileno, e bon vivant com alto conhecimento de causa, indicou duas festas muy buenas que acontecem esporadicamente nas sextas e sábados: Wake Up e Forever Young, respectivamente, são baladas frequentadas pelo pessoal de Las Condes – os mais endinheirados!

Dica número (2): em Santiago balada boa é balada que atrai gringo. Ledo engano de quem diz que Santiago não entende de balada: chileno pode até não curtir a noite como seus vizinhos argentinos, mas mas eles sabem como ninguém fazer turista se dar bem.

Party-03

Miércoles Po’ em Santiago

E para isso que existe a Miércoles Po’, uma balada itinerante que nem sempre a gente sabe quando ou onde será, por isso vale seguir a página e ir de Uber até ela porque é lá onde as coisas acontecem – e se ainda não está claro essa é a dica número (3): não perca uma Miércoles Po’.

Miércoles Po’ geralmente acontece uma vez por mês em um algum lugar do bairro Bellavista. Gringo não paga entrada, basta levar a identidade ou passaporte – você ficará surpreso com o tamanho da comunidade europeia que “decidiu fazer algo de diferente nesse verão” e está de passagem pelo Chile.

Minha dica (4) é não misturar alhos e bugalhos: não espere balada de Vitacura em balada de Bellavista. Bellavista é aquela coisa boêmia onde as pessoas tomam Quilmes gelada e todo mundo se conhece ou está disposto a se conhecer. Muito gringo, muito jovem e muito reggaeton. Já Vitacura tem uma onda mais exclusiva, lugares maiores e com menos pessoas. Saem as cervejas e entram os #bonsdrink.

Se você quer conhecer um lugar legal em Bellavista, onde as chances de errar diminuem, fique com o Bar Constitución. Um bar com três ambientes que vira balada depois de determinada hora. Muito brasileiro e muito chileno, é uma das melhores saídas de Santiago.

Dica número (5): conhecer uma autêntica balada de Vitacura, e para isso Las Urracas geralmente é a melhor pedida: a música é legal e divertida, o público tem entre 25 e 30 anos e os preços são os mesmos de uma Miércoles Po’, com entrada entre CLP$ 8.000 e CLP$ 10.000. Como o sistema de comanda ainda não atravessou a Cordilheira, você deve pagar sempre que pedir um novo drink. Pagar as bebidas em dinheiro é muito mais prático do que passar o cartão a cada novo pedido.

Meu amigo chileno indicou outras duas baladas que ele frequenta em Vitacura, porque de acordo com ele Las Urracas es muy estirado: Macarena Club e Centro Cultural Amanda.

Party-02

Macarena Club em Santiago

Resuminho com as cinco dicas de balada em Santiago

(1) Pergunte para quem está lá quais são os planos do dia. Se as pessoas forem legais, bem, cole nelas! As probabilidades do povo jovem e gringo estar se preparando para curtir uma festinha em Bellavista é grande, o negócio é saber onde exatamente.

(2) As melhores baladas estão onde os gringos estão: existem baladas legais onde a maioria é local, mas essa é a dica número cinco.

(3) Não perca uma Miércoles Po’. Elas são divertidas, bem frequentadas e brasileiro não paga entrada.

(4) Festa de Vitacura não acontece em Bellavista: se você quer ser o rei do camarote, pule para a dica número cinco.

(5) Las Urracas é uma das baladas mais famosas: são duas pistas, dois andares e tem entrada vip para quem investe no combo chileno (destilado com energético). O endereço é Av. Vitacura 9254 e quem chega cedo não precisa de reserva. Macarena Club e Centro Cultural Amanda são outras duas boas opções.

#dicaextra

Se você precisa de outras duas dicas bônus, vale lembrar que é em Santiago que acontece um dos maiores eventos de house do mundo, a Sensational. Ela acontece na Estación Mapocho, que hoje vive de eventos privados – o lugar é fantástico e tem tudo a ver com a festa. Geralmente acontece em abril.

Se você é do tipo que curte um esquenta e não vê problema algum em esticá-lo noite afora, o California é um bar com mesas praticamente english only. Saída super divertida e ótimo lugar para conhecer gente nova.

10 comentários sobre “Santiago: dicas de balada

  1. Olá! Como eu me inscrevi na Miercules Po!?
    Vai ter uma
    Hoje é quero ir!
    Olhei a página do facebook deles e eles dizem que precisa ir até a oficina! É isso mesmo!? Ir até o escritório deles!?
    Brasileiro paga pra entrar!?
    :)

  2. Oi! Adorei as dicas! Estarei voltando do Atacama e ficarei em Santiago apenas domingo e segunda! Alguma balada boa nesses dias? Estaremos hospedados no H Rado, em Bellavista

  3. Ola, acabei caindo aqui procurando o quê fazer no domingo aqui em Santiago, daí resolvi ajudar quem navega a procura de dicas. Então, há sim balada boa em Bellavista, chama se CHOCOLATE. Sexta e Sábado bomba demais. Vale rodar, ter um happy hour e vazar para lá. 10.000 HOMEM e 6.000 MULHER. Bebida de boas vindas inclusa. E top a nivel Chile. realmente Argentina o bicho pega. Abraço!

  4. Estou tentando descobrir onde fica a Wake Up! O site não está disponível… Não tem nada de endereço no facebook. Parece que fica no Hotel W. É isso mesmo?

    Valeu!

  5. Bacana mesmo, porque pra sair em Santiago tem que ter uma lista de bons nomes em mãos. Senão, você pode acabar vagando pelas ruas do Bellavista, ou lotadas demais ou vazias, só com uma gente estranha ocupando as mesas. Em Providência também, tem que ir direto ou ponto ou voltar pra casa mais cedo.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.

*