Curitiba

Um fim de semana em Curitiba: onde ficar e o que fazer

Atualizado em

Quero dar umas dicas de como passar um fim de semana em Curitiba, mas sem falar muito em Ópera do Arame ou Jardim Botânico: quero focar em passeios menos pretensiosos e mais gastronômicos, sem muita preocupação em cumprir tabela.

Quando a gente viaja com uma lista de obrigações turísticas geralmente não sobra tempo para curtir, e é tão bom fazer uma viagem livre de pendências!

Como no fim do post lembro de alguns pontos turísticos famosos, quem quiser pode adicionar passeios de guia no seu fim de semana em Curitiba também.

Um fim de semana em Curitiba

Vou começar dando dicas práticas de onde ficar em Curitiba para quem vai a passeio, mas antes preciso explicar porque todas elas serão no Batel, que é um bairro nobre e central.

Bom, já adiantei dois terços da resposta: o Batel é nobre, central e extremamente turístico, onde você consegue se virar a pé sem nenhum perrengue.

Outro ótimo motivo para se hospedar no Batel é que você não precisa gastar nenhuma fortuna para ficar ali, pelo contrário, o Batel é bem democrático – nas minhas dicas irei colocar lugares que cobram entre 120 e 300 reais/dia.

Mapa para passar um fim de semana em Curitiba

Onde ficar em Curitiba

Quem me acompanhou pelo Insta viu que me hospedei no Ibis Style Curitiba Batel, que fica bem no meio de quase todas as dicas que vou dar por aqui.

Esse Ibis Style é exatamente o que preciso, sem tirar nem por: ótima localização, confortável e com café da manhã e academia. O preço é ótimo: em uma pesquisa que fiz essa era a opção mas bem localizada e com as menores diárias entre os três que aparecem aqui.

Outras dicas de onde ficar em Curitiba, todas muito próximas e no Batel:

De forma geral vale escolher as opções mais próximas dos shoppings, sendo que prefiro ficar mais para o lado do Shopping Curitiba do que do Pátio Batel, assim distribuo melhor minhas caminhas pela cidade.

Um fim de semana em Curitiba: onde ficar e o que fazer

Um fim de semana em Curitiba: Ibis Style Curitiba Batel

O que conhecer no Batel

Eu uso o Batel como ponto de partida e muitas vezes vou além e chego em bairros vizinhos como o Centro Cívico e Bigorrilho.

Quando o Google Maps me indica uma caminhada um pouco mais longa do que estou disposto a encarar eu chamo um Uber e encurto distâncias para ter mais tempo onde pretendo chegar.

  • Shoppings de Curitiba

Conheci o Shopping Curitiba, Shopping Crystal e Pátio Batel.

O Shopping Curitiba é para quem quer fazer compras, mas o Crystal e o Pátio Batel são ótimas dicas para quem curte bater perna, principalmente com intuito gastronômico.

O Shopping Crystal fica muito próximo do Ibis Style Curitiba Batel e tem ótimas opções para almoçar, inclusive o Coco Bambu que não existe em várias cidades brasileiras (mas deveria).

Uma coisa que você não pode deixar de fazer no Shopping Crystal: comer doces! É impossível passear em Curitiba e não sentir vontade de comer um pedaço de torta ou brigadeiro gourmet. Recomendo fortemente o Sinha Benta e o Grans Café.

Já o Pátio Batel é um shopping do grupo Iguatemi e tem marcas europeias e restaurantes mais badalados. É um ótimo passeio, principalmente para quem vem caminhando e passa antes no Bee.O, um supermercado de orgânicos com pinta de Whole Foods Market.

No Pátio Batel não deixe de tomar um café no Nay Café.

  • Praça do Japão

Praça do Japão é um lugar lindo e super contemplativo. Em um dia de céu claro vale dar um pulinho ali para passear e tirar fotos. Como a praça fica entre o Ibis Style e uma Smartfit acabei passando ali duas vezes.

O parque tem trinta cerejeiras concedidas pelo governo japonês, um portal e um memorial em homenagem a imigração japonesa. Toda quinta-feira na parte da manhã tem uma feirinha de orgânicos.

Um fim de semana em Curitiba: onde ficar e o que fazer

Um fim de semana em Curitiba: Praça do Japão

Onde comer no Batel

Comer em Curitiba é sempre um programão, principalmente doces e churrascos que são verdadeiras especialidades da capital paranaense: é só dar mole que aparece uma churrascaria ou torta de leite ninho na sua frente.

Além dos shoppings, que mencionei aqui em cima, quero falar sobre dois lugares que você pode desbravar atrás de ótimos lugares para almoçar, jantar ou beliscar: Avenida Vicente Machado e o Shopping Hauer.

Bom, vamos começar do início: na sexta almocei no Barolo e achei a comida deliciosa. Barolo é uma trattoria italiana com pratos fartos para duas pessoas, preço justo. Quem curte massa com carne pode ir sem pensar duas vezes.

Outra dica que dou é a Rua 24 Horas, uma galeria cheia de opções de bares que vale conhecer, mas mais como destino turístico do que como lugar para passar a noite, encare como um lanche rápido no meio do dia.

Pertinho da Rua 24 horas você já pode começar a desbravar a Vicente Machado que é um super polo gastronômico, aliás sugiro O Barba que é uma hamburgueria deliciosa, bem acima da média.

Para quem curte bares o Shopping Hauer é uma ótima dica, um quarteirão a céu aberto com vários bares lado a lado.

Os bares do Shopping Hauer ficam em um dos lados de um triângulo de ruas formado pelo Ibis Style Batel e o Hard Rock Café em extremidades opostas.

Pontos turísticos famosos em Curitiba

Se você estiver visitando Curitiba em um fim de semana sem chuva vale conhecer algum de seus pontos turísticos mais famosos, mas tente passear por eles no início da manhã ou no fim da tarde:

  • Museu Oscar Niemeyer
  • Jardim Botânico de Curitiba
  • Ópera de Arame
  • Parque Tanguá
  • Parque Barigui

O Museu Oscar Niemeyer é o mais famoso do Paraná e tem aquela icônica fachada que lembra um olho gigante. Funciona de terça a domingo das 10h às 20h. Entrada paga.

O Jardim Botânico de Curitiba é o cartão postal mais famoso da cidade, onde fica a estufa principal que lembra um palácio de cristal. Funciona diariamente de 6h às 19h30. Entrada gratuita.

A casa de espetáculos Ópera do Arame, no Parque das Pedreiras, é uma das mais famosas do país e um super passeio mesmo que você esteja ali só para passar pela entrada. Lembrando que existe o projeto Vale da Música que leva música instrumental ao vivo em um palco flutuante no lago do teatro.

O Parque Tanguá é onde a gente tira as fotos mais bonitas de Curitiba. Dê uma volta completa ali para ver a queda d’água, o mirante e o espelho d’água.

O Parque Barigui eu ainda não conheço, mas é o mais visitado de Curitiba.

Um fim de semana em Curitiba: onde ficar e o que fazer

Um fim de semana em Curitiba: Parque Tanguá

Conclusão: como passar um fim de semana em Curitiba

Para passar um fim de semana em Curitiba sugiro que você crie um My Maps do Google com os dias separados por camadas, como já ensinei aqui.

Comece marcando onde você irá almoçar e jantar, isso faz com que você divida os dias em regiões, estilos de programa (bar ou restaurante) e tipo de comida. Se houver algum evento, como show, festa ou casamento, coloque-o no mapa também.

Com as refeições e os eventos marcados, comece a adicionar as atrações mais próximas que aparecem aqui: como parques, shoppings e ruas famosas. Você pode usar o mapa que criei lá em cima como referência.

Para realizar o roteiro você pode se deslocar a pé ou de Uber, mas quem está propenso a conhecer os pontos turísticos mais tradicionais vale alugar um carro, caso contrário você provavelmente irá gastar mais de Uber.

Ah, não se esqueça do seguro de viagem, mesmo que você esteja indo para um destino nacional: seguros de viagem no Brasil são baratos e protegem em caso de perda e atraso de voo e bagagem, além de oferecer atendimento médico e hospitalar. Vale a pena!

Outras dicas do blog para programar a sua viagem:

  Já sabe onde ficar? Leia todas as minhas dicas de hospedagem e faça a sua escolha!

  Já contratou o seguro de viagem? É essencial viajar pelo Brasil com seguro de viagem porque além de oferecer serviços médicos ele protege e indeniza em caso de perda e atraso de bagagens e voos. O buscador Seguros Promo é parceiro do blog e oferece até 10% de desconto para nossos leitores. Se tiver alguma dúvida, fale comigo!

  Para alugar carro no Brasil pelo menor preço pesquise em todas as locadoras de uma só vez através da Rent Cars. Eles possuem escritório no Brasil com atendimento em português e dividem em até 12x no cartão ou com desconto no boleto.


Sobre

Sou mineiro de Belo Horizonte, onde nasci e moro. Nem toda viagem é trabalho, mas depois do blog todo trabalho virou viagem! Se quiser receber os últimos posts do blog e cupons de descontos exclusivos no WhatsApp é só adicionar (31) 98263.3937 aos seus contatos e mandar um "alô" para ativar o robô do blog!


'Um fim de semana em Curitiba: onde ficar e o que fazer' têm 3 comentários

  1. 2 de janeiro de 2020 @ 16:53 Douglas

    Favor, voltar com calma. Os amigos agradecem! Rs. Em tempo, o texto ficou ótimo (pra variar).
    Abraço, meu caro!

    Responder

  2. 7 de dezembro de 2019 @ 21:56 Destaques de Viagem: 6 de Dezembro de 2019 – Roteiro Planejado

    […] Um fim de semana em Curitiba: onde ficar e o que fazer Por Thiago Khoury em 3/12/2019 às 14:04 do blog Rodei Viagens. […]

    Responder


Gostaria de deixar um comentário?

Seu endereço de email não será publicado.

*

Rodei Viagens 2010 - 2019. Todos os direitos reservados. Colabore com o blog! | Orgulhosamente hosted pelo DreamHost