The Pillars em Mount Martha: o rochedo proibido de Melbourne

Update: 21 de março de 2017

Esse foi o maior programa de índio que já fiz. Não que seja furada, eu não disse isso: mesmo pegando o dia nublado esse foi definitivamente o lugar mais bonito que já conheci em Melbourne, o problema estava em mim.

Martha, não é você, sou eu.

Update: dizem, mas ainda não está confirmado, que a prefeitura fechou e policiou Mount Martha devido a visitação que parece ter fugido do controle, além dos acidentes terem aumentado. Procure se informar antes de ir porque esse passeio é uma verdadeira viagem!

GoPro-Melbourne-Mount-Martha-The-Pillars-04

The Pillars em Mount Martha

Rochedo sobre o mar de Melbourne

O lugar é basicamente isso que você vê nas fotos: um penhasco com um mar lindo embaixo, seu trabalho resume-se a chegar ali e pular, quantas vezes quiser. Só que os meus problemas foram exatamente esses: chegar e pular.

Primeiro porque o lugar é extremamente longe, você precisa de duas horas e quinze minutos de transporte público saindo da estação Flinders que fica a alguns quarteirões da minha dica de hospedagem em Melbourne. Na Flinders pegue o trem para Frankston, desça na estação de mesmo nome, caminhe até o ônibus e pegue a rota 781 para Mount Martha.

Desça no ponto Bay Road e caminhe pela costa por aproximadamente 25 minutos até passar pela Deakin Drive.

Caminhe um pouco mais, The Pillars fica entre a Deaking Drive e a Marguerita Avenue. São mais ou menos 40 minutos de caminhada ao todo, mas o que ninguém diz é que são mais ou menos 40 minutos se desviando de pernilongos.

Juro, sem exagero: são centenas de pernilongos voando ao redor da sua cabeça por 40 minutos!

GoPro-Melbourne-Mount-Martha-The-Pillars-06

Mount Martha, Melbourne

GoPro-Melbourne-Mount-Martha-The-Pillars-11

GoPro-Melbourne-Mount-Martha-The-Pillars-10

O máximo onde cheguei, e mesmo assim com medo

Importante dizer que esse não é um passeio oficial, pelo contrário: em Melbourne é proibido subir no alto de uma pedra e pular. É por isso que não existe nenhuma placa indicando o caminho certo: para chegar em The Pillars tem que ler o blog, lembrar das instruções e não ter medo de achar que está indo em direção ao nada.

GoPro-Melbourne-Mount-Martha-The-Pillars-13

GoPro-Melbourne-Mount-Martha-The-Pillars-12

O segundo problema é pular. E eu não pulei. Vi uns garotos fumando maconha e pulando lá do alto como se saltassem da cama pela manhã, mas eu tinha certeza que se eu descesse até onde eles aparecem na foto eu rolaria até o mar sem sombra de dúvida.

E eles lá, subindo e descendo como se aquilo fosse escada rolante.

Passei quase três horas para chegar, três horas para voltar e não pulei.

Belo blogueiro esse.

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Outras dicas do blog para programar a sua viagem:

  Já sabe onde ficar em Melbourne? Fiz duas listas com as melhores opções de onde ficar nos arredores da Flinders Station, para quem curte cidade, e em St Kilda, para quem curte praia. Eu fiquei no Somerset e recomendo!

  Já contratou o seguro de viagem? Viajar com seguro é essencial! O buscador Seguros Promo é parceiro do blog e oferece 5% de desconto para leitores, além de parcelar em até 12x no cartão. Se tiver alguma dúvida, fale comigo!

  Você consegue viajar sem celular? Não deixe de sair do Brasil já com o seu chip de celular internacional com internet ilimitada – o frete é por minha conta! Se tiver alguma dúvida, entre em contato comigo.

  Para alugar carro na Austrália pelo menor preço pesquise em todas as locadoras de uma só vez através da Rent Cars. Eles possuem escritório no Brasil com atendimento em português e dividem em até 12x no cartão ou com desconto no boleto.


Sobre

Sou mineiro de Belo Horizonte, onde nasci e moro. Sou jornalista, trabalhei com assessoria de comunicação e fui repórter de turismo. Nem toda viagem é trabalho, mas depois do blog todo trabalho virou viagem! Sou @rodeiviagens no Insta.


'The Pillars em Mount Martha: o rochedo proibido de Melbourne' não tem comentários

Seja o primeiro a comentar este post!

Gostaria de deixar um comentário?

Seu endereço de email não será publicado.

*

Rodei Viagens 2010 - 2018. Todos os direitos reservados. Colabore com o blog! | Orgulhosamente hosted pelo DreamHost