Seattle

Onde ficar em Seattle: dicas de bairros e hotéis

Atualizado em

Hoje vou dar dicas bem práticas de onde ficar em Seattle, uma cidade que adorei conhecer e topo voltar outras vezes, aliás, já está nos meus planos!

É que Seattle é linda, mas geralmente as pessoas chegam ali de passagem: ou estão indo ou vindo do Canadá ou estão se preparando para embarcar em um cruzeiro no Alasca.

Recentemente passei cinco dias em Seattle e conheci vários bairros na cidade, além de ter me hospedado em hotéis completamente diferentes, mas antes de falar sobre eles quero deixar dois links importantes para ajudá-lo em seus planejamentos de viagem:

Qual seguro de viagem fazer para os Estados Unidos?

Qual o melhor chip de viagem para os Estados Unidos?

Onde ficar em Seattle: as diferenças entre os bairros

Seattle não é uma cidade grande. Na maior parte das vezes a gente pensa estar trocando de bairro quando na verdade está trocando de município.

Como escolhi me hospedar em Downtown Seattle eu não usei transporte público em nenhum momento: era sempre a pé ou de Uber quando eu queria chegar em lugares mais distante, como University District, Bellevue e Ballard.

Neste post irei não só dividir Downtown em regiões menores como irei falar sobre outras áreas da cidade para ajudá-lo a escolher em que bairro de Seattle vale a pena se hospedar.

Se liga no mapa, assim você se localiza e calcula a distância entre os pontos:

Mapa com dicas de onde ficar em Seattle

Downtown Seattle (próximo do Centro de Convenções)

Eu escolhi ficar em dois hotéis bem próximos do Centro de Convenções de Seattle: Grand Hyatt Seattle e Hyatt Regency Seattle.

Eu até topo ficar em outras regiões da cidade, mas acho que ter ficado nesse miolinho, a parte alta das das ruas Pike Street e Pine Street, foi a melhor decisão.

Geralmente as pessoas chamam de Downtown Seattle tudo que fica entre o Centro de Convenções e o Pike Place Market, duas atrações ligadas por duas das ruas mais famosas da cidade, Pike Street e Pine Street.

Só que se hospedar em Downtown próximo do Centro de Convenções e se hospedar em Downtown próximo do mercado são duas coisas completamente diferentes.

Nos arredores do Grand Hyatt Seattle e Hyatt Regency Seattle tem menos movimento, menos turismo e mais hotéis de redes hoteleiras conhecidas.

Outra coisa boa dessa parte de Downtown é que durante minha pesquisa de preços os valores também estavam bem mais baixos.

Nesse miolinho você fica mais próximo da Starbucks Reserve Roastery, da Cheesecake Factory e de várias lojas, inclusive os shoppings Pacific Place e Westlake Center.

Onde ficar em Seattle

Entrada do Grand Hyatt Seattle…

Grand Hyatt Seattle

… quarto clássico bem espaçoso

Hyatt Regency

Entrada do Hyatt Regency…

Onde ficar em Seattle

… com quartos mais modernos e clean

Downtown Seattle (próximo do Pike Place Market)

Essa também é uma ótima região, mas é mais movimentada e com muitos de moradores de rua – o que não significa que seja perigoso, mas não é atrativo, principalmente para quem foi fazer turismo ali.

Essas duas regiões do centro ficam muito próximas, inclusive fui e voltei caminhando tanto do Grand Hyatt Seattle quanto do Hyatt Regency Seattle para o mercado de Seattle várias vezes – mas, para sair para jantar ou dar um pulinho de última na farmácia, prefiro estar hospedado na parte alta de Downtown.

Quem escolhe a parte baixa de Downtown fica mais próximo do mercado, do Target e a uma curta caminhada de distância da Space Needle.

Bellevue

Bellevue é uma região linda e completamente diferente do que a gente espera de Seattle. Em Bellevue tudo é amplo, as ruas são largas e os prédios são enormes e super modernos.

Eu adoraria ficar ali em uma segunda viagem desde que eu estivesse de carro, caso contrário cada corrida de Uber entre Bellevue e a parte alta de Downtown Seattle custaria entre 20 e 25 dólares.

A verdade é que ficar em Bellevue não é ficar em Seattle: Bellevue é cheio de restaurantes incríveis e um super complexo de shoppings, mas é bem impessoal e, como eu disse, é para quem está de carro.

Acho que a melhor dica que posso dar ali é o Hilton Garden Inn, mas para quem pode gastar um pouco mais tem um W recém inaugurado.

Hilton Garden inn Bellevue

Onde ficar em Seattle: Bellevue

Belltown

Belltown é uma região em ascensão, é onde os amigos que moram em Seattle nos aconselham a procurar por hospedagem porque os preços tendem a ser mais baixos e é menos movimentado que o centro.

Belltown é o bairro pelo qual passamos durante a famosa caminhada que separa o mercado (na parte baixa de Downtown) e a Space Needle, mas que muita gente não conhece porque opta por fazer esse passeio de monorail.

Gostei de bater perna por ali, é uma região residencial com alguns bares e restaurantes pelo caminho, mas eu ainda assim prefiro os arredores do Centro de Convenções.

Gosto de ficar em lugares onde você resolve tudo caminhando: gosto da sensação de poder caminhar o mínimo possível até chegar em uma Starbucks, uma farmácia, um supermercado…

Se eu ficasse em Belltown optaria por ficar bem próximo da SpaceNeedle, como no Hyatt House ou no Hyatt Place.

University District

Não acredito que um turista a passeio por Seattle opte por se hospedar em University District (ou U District, como eles chamam), a não ser que você esteja na cidade com o intuito de visitar alguém que estude na University of Washington.

Voltei completamente apaixonado por U District, mas acredito que é mais um belo passeio do que uma possibilidade de onde ficar em Seattle durante uma viagem de dois dias ou mais.

Os problemas de U District são os mesmos de Bellevue: você precisa estar de carro ou ficará a mercê do Uber. Saindo de U District as viagens custam entre 15 e 25 dólares aproximadamente.

De toda forma uma dica que dou é o Residence Inn da Marriott, aliás, essa é uma ótima dica para quem está em Seattle em função da University of Washington, todos os quartos são grandes e possuem cozinha completa.

Onde ficar em Seattle antes de embarcar em um cruzeiro?

Muita gente pergunta se vale a pena se hospedar em Downtown Seattle mesmo que por uma noite a espera de um cruzeiro para o Alasca, mas isso depende exclusivamente de quanto tempo você terá na cidade e a que horas você deve embarcar.

Lembro que cheguei na porta do Grand Hyatt Seattle às sete da noite. Se o meu navio saísse na manhã seguinte eu ficaria hospedado o mais próximo possível do porto, em um lugar que fosse possível chegar no navio ao atravessar a rua, como no Seattle Marriott Waterfront.

Enfim, se você tem tempo para curtir a cidade ou tomar um café da manhã sem pressa antes do embarque, vai por mim, hospede-se em Downtown.

Meu navio sairia só às cinco da tarde, mas, como eu queria embarcar mais cedo para almoçar dentro dele, saí do Grand Hyatt ao meio-dia e cheguei no navio dez minutos depois.

Conclusão: onde ficar em Seattle?

Como eu disse lá em cima, para mim a melhor região para se hospedar em Seattle é na parte alta de Downton. Tive a oportunidade de ficar no Grand Hyatt e no Hyatt Regency e gostei muito de todos dois, além de ficarem a um quarteirão de distância um do outro.

Grand Hyatt é clássico, elegante e o quarto é enorme, principalmente o banheiro. Ele tende a ser um pouco mais caro, mas tarifa de hotel é sempre uma surpresa, basta ter sorte.

Já o Hyatt Regency é mais moderno, mais jovem e bem grande também, apesar do banheiro ser menor.

Todos dois possuem academia muito bem equipadas, restaurantes diversos… Pessoalmente gosto mais do Hyatt Regency, mas acho que você pode decidir entre eles de acordo com o preço.

Esses são os stories que publiquei durante minha viagem, primeiro no Grand e depois no Regency:

Onde ficar em Seattle: tour no Grand Hyatt e Hyatt Regency

Vale clicar em cada um deles e utilizar o mapa para procurar preços melhores em outras opções próximas a eles.

Se você tiver qualquer dúvida sobre onde ficar em Seattle é só deixar um comentário que prometo ajudar, combinado?

Outras dicas do blog para programar a sua viagem:

  Já sabe onde ficar em Seattle? Eu fiquei no Hyatt Regency e recomendo, mas você pode procurar outras opções nos melhores bairros de Seattle.

  Já contratou o seguro de viagem? Seguro é essencial nos Estados Unidos! O buscador Seguros Promo oferece até 10% de desconto para leitores do blog, além de parcelar em até 12x no cartão. Se tiver alguma dúvida, fale comigo!

  Você consegue viajar sem celular? Não deixe de sair do Brasil já com o seu chip americano com internet ilimitada de verdade – e através do nosso link exclusivo você leva 10% de desconto! Se precisar, entre em contato comigo.

  Para alugar carro nos Estados Unidos pelo menor preço pesquise em todas as locadoras de uma só vez através da Rent Cars. Eles possuem escritório no Brasil com atendimento em português e dividem em até 12x no cartão ou com desconto no boleto.


Sobre

Sou mineiro de Belo Horizonte, onde nasci e moro. Nem toda viagem é trabalho, mas depois do blog todo trabalho virou viagem! Se quiser receber os últimos posts do blog e cupons de descontos exclusivos no WhatsApp é só adicionar (31) 98263.3937 aos seus contatos e mandar um "alô" para ativar o robô do blog!


'Onde ficar em Seattle: dicas de bairros e hotéis' não tem comentários

Seja o primeiro a comentar este post!

Gostaria de deixar um comentário?

Seu endereço de email não será publicado.

*

Rodei Viagens 2010 - 2019. Todos os direitos reservados. Colabore com o blog! | Orgulhosamente hosted pelo DreamHost