Indoors Skydiving em Las Vegas

Atualizado em 12 de novembro de 2017 por Thiago Khoury

Meu maior medo era chegar em Las Vegas era passar uma semana de tédio na cidade. Foi essa santa ignorância que me fez buscar por opções menos ortodoxas de entretenimento e descobri assim o Vegas Indoor Skydiving. Existem outros pelo mundo, mas o antigo “Flyaway” foi aberto ao público pela primeira vez em Las Vegas, nesse mesmo endereço onde eles funcionam até hoje, diariamente, a maior parte do dia.

Eu sabia que deveríamos pegar o Monorail até a estação Las Vegas Convention Center e de lá caminhar até o lugar, mas agora sei que ele está a 800 metros do Fashion Show, o que não é nenhuma caminhada sacrificante.

Chegando lá, já no fim do dia, a surpresa foi descobrir que eu aparentemente seria o único a encarar o ventilador que produz colunas de vento de até 200 km/h!

23111124

23111126

O objetivo é reproduzir a sensação de quem salta de paraquedas. Aliás, a sensação de saltar cinco ou seis vezes: quem pula de um avião tem 30 segundos para abri-lo, mas ali eu teria direito a três minutos de voo.

Preenchi um papel com os meus dados e fui recebido pelo Justin, o instrutor que me acompanhou até a sala de preparação. Depois de assistir ao vídeo de instruções, Justin voltou e repassou os quatro movimentos que seriam usados – depois que o ventilador é ligado é impossível ouvir comandos, por isso toda a comunicação é feita através de mímica.

Acontece que Justin aparece com uma prancheta, uma folha frente-e-verso e uma caneta. Justin me olha nos olhos e diz: leia e assine.

Minha mãe, que estava comigo, aproveitou para sapear a folha também: eram duas páginas citando todas as formas que eu poderia morrer ou sofrer pelo resto da vida – pescoço quebrado, trauma craniano, deslocamento de retina… E o engraçado é que os mais doloridos apareciam em negrito!

A parte sensata da família estava completamente surtada! Minha mãe disse que aquele era o tipo de coisa que eu deveria fazer em segredo e contar só depois de ter feito. Foi no pós-pânico que Justin resolveu interceder ao meu favor:

– Olha, essas coisas podem acontecer e são as assinaturas que fazem com que nossas portas continuem abertas, mas eu prometo que você irá levar seu filho da mesma forma que trouxe.

Porque não existe nada mais enfático do que uma mãe que diz não.

Enfim, Justin conseguiu nos deixar animados como antes. Ele disse que era um sujeito grande e fazia aquilo desde pequeno; se eu estivesse me saindo muito bem ele me daria um braço de distância de liberdade, mas não mais do que isso.

Mentira, claro, ele deu muito mais do que isso. Coloquei a roupa, coloquei o capacete e conheci Nick, que era o instrutor que ficaria no comandando do ventilador de dentro da sala de controle.

A sensação é deliciosa! Ainda não sei o que é saltar de paraquedas, mas o “indoors” foi bem mais interessante do que eu esperava. O primeiro voo não é o mais confiante, mas a partir do segundo, que diferente do primeiro começa de um salto, a gente já se sente uma gaivota.

Opa, gaivota não. Falcão.

Falcão no Indoors Skydiving de Las Vegas

Indoors Skydiving Las Vegas

Olha, três minutos é mais do que suficiente. É impressionante como aquilo cansa e ressaca a boca. Já no final do voo Justin fez um sinal que eu não conhecia: ele punha as mãos no lábio de cima e fazia um movimento como se estivesse tentando fechá-lo.

O que ele queria dizer é que meu lábio superior estava tampando a ponta do nariz: minha boca estava tão seca que era impossível perceber que ela estava aberta.

A única coisa que faltou ali foi um espelho. E um copo d’água.

Vegas Indoor Skydiving

200 Convention Center Dr

Diariamente, das 9:45 às 20:00

2 comentários sobre “Indoors Skydiving em Las Vegas

  1. Eu fui no skydiving de Orlando, com meu filho, e nós amamos. Mas lá no último vôo o instrutor voa junto te segurando até o alto e desce rodando (em circulo) com vc, ele faz isso umas 2 vezes, é a melhor parte a sensação é incrivel!!! Eu super recomendo o de Orlando, quando puder vai lá também!

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.

*