The Signature at MGM Grand em Las Vegas: vale a pena?

Na minha última viagem fiquei hospedado no The Signature at MGM Grand (clique aqui para ver preços), um hotel que foi recentemente comprado, renovado e incorporado ao MGM Grand, um dos maiores e mais famosos de Las Vegas.

Então, minha proposta era ficar em um hotel na Strip com quartos grandes, cozinha completa e piscina, mas sem cassino.

Uhum, isso mesmo, sem cassino.

Não que eu não goste de cassinos, mas eu me propus a ficar em um lugar que fosse exclusivamente frequentado por hóspedes e não por turistas.

E o The Signature at MGM Grand é exatamente isso: um super hotel como todos os outros, a diferença é que o quarto tem cozinha e o lobby não tem ninguém a passeio ou tirando foto.

Dá uma olhada nos stories que foram ao ar no meu Insta @rodeiviagens durante a viagem:

Stories @rodeiviagens

Vou falar mais sobre ele e porque acho esse hotel uma opção diferente e interessante, mas antes quero deixar dois posts importantes para ajudá-lo durante os planejamentos de viagem:

Qual seguro de viagem fazer para os Estados Unidos?

Qual o melhor chip de viagem para os Estados Unidos?

Como é o The Signature at MGM Grand

O The Signature at MGM Grand (clique aqui para ver preços) é um hotel exclusivo para hóspedes, então ele não oferece cassino, circo ou qualquer outra atração que não seja para quem está hospedado ali.

Como em um hotel qualquer, tudo que o The Signature oferece é aquilo que a gente geralmente vê em hotéis, como academia, piscina e serviço de quarto.

Isso não significa que o The Signature seja simples, pelo contrário, os quartos são grandes, os banheiros são enormes, a academia funciona 24 horas e ele é cheio de piscinas a céu aberto, além de estar a alguns corredores de distância de seu irmão mais velho, MGM Grand.

Esse é o quartão padrão com uma cama king ou duas camas queen:

The Signature at MGM Grand

The Signature at MGM Grand

Quartos com cozinha completa no The Signature at MGM Grand

The Signature at MGM Grand

The Signature at MGM Grand

Existem três piscinas para hóspedes no The Signature

Já parou para pensar como Las Vegas ficou famosa por transformar hotéis em verdadeiros pontos turísticos? E visitar hotéis dos quais não somos hóspedes é o que a gente mais faz por lá, o The Signature que vem na contramão com a ideia de oferecer uma experiência realmente exclusiva.

Existem outras opções mais simples de hotéis sem cassino em Las Vegas, mas o The Signature at MGM Grand (clique aqui para ver preços) segue o mesmo padrão dos hotéis mais famosos da cidade, como o Vdara, que também não tem cassino.

Só é importante dizer que apesar do Vdara ser um exemplo de hotel sem cassino ele tem spa, restaurante, bar… Ou seja, não ter cassino não faz dele um hotel necessariamente exclusivo para hóspedes.

Vale a pena ficar no The Signature?

Sou suspeito para falar, mas adorei ter ficado no The Signature. Além da experiência de ter uma cozinha com geladeira no quarto, a sensação de estar em um hotel em Las Vegas que seja silencioso, sem cassino e vazio a maior parte do tempo é bem inusitada.

Estar de carro facilita muito: a gente estaciona na entrada e deixa a chave nas mãos do manobrista, depois é só subir o elevador e entrar no quarto, o processo não dura nem cinco minutos (em Las Vegas a gente geralmente fica cinco minutos só para achar em que direção estão os elevadores).

Com relação a alugar carro em Las Vegas, hóspedes do The Signature geralmente estão de carro, até porque o estacionamento é gratuito e funciona exclusivamente através de manobristas.

Muita gente também opta pelo Uber, que é prático e barato quando são duas pessoas ou mais viajando juntas e dividindo as despesas.

Vale lembrar que o The Signature não fica na Strip, quem fica na Strip é o MGM Grand, mas você chega até ele caminhando por corredores internos, é bem intuitivo e cheio de placas indicando o caminho, mas, como sempre, em Las Vegas qualquer caminhada é sempre uma maratona.

A entrada do Signature vindo de dentro do MGM Grand é super discreta

Serviço de quarto: esse prato custou 32 dólares, mais taxas

Para quem curte a ideia de sair caminhando pela Strip, lembre-se que primeiro você deve chegar no MGM Grand e de lá desbravar a cidade caminhando por ela – mas na maior parte do ano “caminhar pela Strip” é insuportável: o calor é proibitivo e a gente já sai procurando o próximo lugar com ar condicionado para entrar.

Ah, uma coisa que vale dizer: quem paga pela diária de estacionamento de qualquer hotel do grupo de MGM pode pular de um hotel para o outro sem pagar nada a mais por isso, exceto hóspedes do The Signature porque nele o estacionamento é gratuito.

Se você tiver qualquer outra dúvida sobre esse ou outros hotéis sem cassino em Las Vegas é só deixar um comentário, mas tenho certeza que você vai gostar da ideia de ficar em um lugar sossegado e exclusivo para hóspedes.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.

*