Conexão em San Francisco: do aeroporto a Union Square

Atualizado em 7 de fevereiro de 2019 por Thiago Khoury

San Francisco é uma das cidades mais lindas do mundo. Lembro de ter tido a mesma sensação quando conheci o Rio: quando vista de cima, como em El Cerrito, San Francisco é um emaranhado de terra, água e morros. Qualquer semelhança com o sobrevoo e aterrissagem no Santos Dumont é mais do que bem-vinda!

Talvez seja por isso que é tão comum compará-la com outras cidades tão grandes quanto: quem já ouviu alguém dizer que San Francisco é a “Nova York da costa oeste”? Simpático, mas não faz nenhum sentido algum: San Francisco é incomparável, tem um ritmo só seu e nem olhando no mapa consigo fazer paralelo com nenhuma outra cidade americana.

Fiquei aqui tentando imaginar sobre o que seria o post de hoje, e imaginei que faria “um passeio de oito horas na cidade”, mas ai lembrei que a voltinha que começa no vídeo acima durou pouco menos de quatro.

Bem, irei situá-los: tenho família em Orangevale, uma cidadela a 170 km de San Francisco, por isso uma viagem para Califórnia raramente é uma viagem a San Francisco – com sorte, um pulinho antes de voltar para o Brasil. Bem, o que quero dizer é que quando estou em San Francisco por algum motivo qualquer minha família gringa acredita que o que gosto de fazer ali é visitar o Pier 39 e Fisherman’s Wharf.

Ninguém gosta de visitar o Pier 39.

Mentira, todo mundo adora, mas tanto o Pier quanto Fisherman’s Wharf são programas de reconhecimento, não é nada que vale uma nova visita a cada viagem – sou do time dos que acreditam que em uma passagem rápida por San Francisco o que é essencial é passar por Union Square, o resto é opcional.

Como chegar em Union Square saindo do aeroporto

Bart é uma rede de trens de alta velocidade em tubos subterrâneos (e submersos!) que foram imaginados na década de 1940 para desafogar o trânsito entre Oakland e San Francisco que um dia se tornaria caótico – e agora te pergunto: onde estavam os visionários paulistas, cariocas e mineiros na década de 1940?

Bem, voltando: hoje existem cinco linhas, mas a mais turística é a linha amarela que liga o aeroporto à estação Powell Street, colada em Union Square.

No vídeo lá em cima eu mostro como comprar a passagem, porque a viagem em si é mole, mole: além da linha amarela ser a única que passa ali, o ponto do aeroporto é a estação final, assim sua única opção é seguir em direção a Pittsburg.

Desça na décima parada, Powell, em Union Square.

Pronto, agora é só correr para o abraço.

O que fazer em Union Square

Entrar no Bart e 35 minutos depois surgir bem próximo de Union Square é seguro, prático e barato.

É seguro porque voltei para o ponto inicial da linha, no aeroporto, no último trem, pouco antes da meia-noite, e tudo estava tranquilo como um grilo. É barato porque cada trecho saiu por exatamente U$ 8,10, um valor irrisório por um trajeto que sai do aeroporto em uma cidade próxima e te deixa logo no ponto mais famoso de San Francisco sem trânsito, sem pedágio e em pouquíssimas paradas.

É prático porque você sai do subsolo em uma estação que faz parte do subterrâneo do Westfield, o maior shopping da cidade. Ou você entra nele por ali mesmo ou sai em direção a rua, no cruzamento entre a Powell e a Market, para dar de cara com uma enorme Forever 21 em frete a escadaria.

Para chegar a Union Square você pode caminhar pela Market e subir a Stockton ou caminhar pela Powell. Seja lá qual for a sua escolha, faça o caminho inverso na volta – a gente geralmente traça um retângulo por lá: Market e Stockton, Post-Geary Street e Powell.

421114187

Market: a rua mais importante da cidade e uma das mais antigas do país. Desemboca no Ferry Building, um cais com um relógio de torre em Embarcadero, o porto de San Francisco. A parte interessante é essa, próxima a Union Square. Caminhando em direção ao porto é extremamente business, mas quem tem tempo e curte andar vale fazer o trajeto a pé.

Stockton: compras! Tem uma Macy’s exclusivamente masculina, Apple, Create and Barrel, Ferrari, Barneys New York, Louis Vuitton e Neiman Marcus.

Post e Geary: são as ruas de baixo e de cima de Union Square. A principal atração é a praça e tudo que tem em seus arredores, aliás, sempre rola um evento bacana ali, acompanhe pelo visitunionsquaresf.com. Existem lojas de departamento para todos os lados, inclusive uma mega Saks Fifth Avenue na Post Street, ao lado de uma Tiffany & Co.

Powell: bem turistona. Tem algumas opções de hospedagem, poucas lojas e muito souvenir. Uhm, tem um Tad’s também.

8596967

bart.gov/guide/airport/index.aspx | Para quem usa o Bart saindo ou chegando ao aeroporto

sanfrancisco.travel

unionsquareshop.com | Diretório de lojas dos arredores de Union Square

5 comentários sobre “Conexão em San Francisco: do aeroporto a Union Square

  1. Olá Thiago!
    Visitei muito o seu blog no final do ano passado e me ajudou bastante no tempo que passei estudando em NY no início do ano. Parabéns pelo blog!
    Então… estou planejando uma nova viagem (escolhi São Francisco) e resolvi entrar em contato para saber se você conhecia algum blog legal sobre a cidade quando vi essa matéria. Você escreverá mais sobre a cidade?

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.

*