Para começar a rodar em Bruxelas

Update: 17 de novembro de 2016

A capital da Bélgica costuma entrar no roteiro dos mochileiros que estão a caminho de Amsterdã, mas ela é mais do que um pulinho na capital do chocolate: além de ter ótimos bares e restaurantes, Bruxelas, quartel general da União Europeia, é o ponto de partida para vários batidões de um dia nas belas cidades do interior da Bélgica.

Horário: quatro horas a mais | Língua: Holandês (Flamenco) e Francês | Moeda: Euro | Emergência: 112 (número padrão de emergências da União Europeia, atendimento em diversas línguas)

Oi: Salut | Tchau: Au revoir | Por favor: S’il vous plaît | Obrigado: Merci

Embaixada (com serviço consular): Avenue Louise, 350. B-1050. Fone: (32) (0) 2 626.3460

Sites turísticos do país, da cidade,do transporte público e do aeroporto internacional.

Ligação a cobrar para o Brasil via Embratel discando 0800 10055 ou use um chip internacional.

Para começar a rodar em Bruxelas

Clima em Bruxelas

Em Bruxelas nem o verão é muito quente, nem o inverno muito frio: a única certeza que temos é que em algum momento irá chover. Para não correr o risco de conhecer uma Bruxelas deserta e nublada, mesmo com as pancadas de chuva o verão é altamente recomendado!

Dinheiro em Bruxelas

Bruxelas não é o tipo de cidade onde as pessoas costumam passar mais de duas noites, fazendo dela uma capital onde inevitavelmente se gasta pouco. Bons restaurantes e diversos tipos de cerveja podem ser apreciados por preços camaradas, mas, assim como o chocolate, você encontrará pessoas que gastam pequenas fortunas nesses dois prazeres belgas. As atrações culturais em Bruxelas são badaladas e você desembolsará cerca de 20 euros em cada uma – é um museu de quadrinhos aqui, um parque de diversões ali…

Transporte público em Bruxelas

O bonde é patrimônio público cultural, ele cruza a cidade de fora a fora, além de ser interligado ao metrô. Existem também duas outras formas muito comuns de se conhecer Bruxelas: caminhando e usando um ônibus double decker. Como Bruxelas é uma cidade relativamente pequena e você provavelmente conhecerá os pontos turísticos mais tradicionais, vale utilizar um double decker que, aqui, tem um dos menores preços da Europa.

Hospedagem em Bruxelas

Para quem pode gastar um pouco mais, em Bruxelas o melhor lugar para se hospedar é o mais próximo possível da Grand Place e da estação central, que ficam lado a lado.

Outra dica que dou é que existem uns quatro hotéis muito bons e baratos na Place Rouppe, uma rotatória a quatro ou cinco quarteirões da Grand Place. Depois dela, nos arredores da estação Zuid, eu já não recomendo ficar, inclusive por motivos de segurança.

+ Um ótimo lugar para se hospedar em Bruxelas

bruxelas-12-150909-65

Chegando no Atomium

Segurança em Bruxelas

Acabei dando minha opinião sobre segurança antes de chegar aqui: as proximidades da estação sul não me transmitem segurança alguma, além dos locais concordarem comigo. Tirando aquele miolinho ali, Bruxelas é uma cidade tão calma e pacata que até deserta, o que não é difícil de acontecer, você se sente encorajado a continuar andando.

Outra coisa que não faço é usar o metrô depois que fica tarde: algumas estações ficam bem estranhas depois de determinada hora e quando isso acontece essa história de “cidade deserta” perde o seu encanto. Enfim, se ficar muito tarde dê preferência para os transportes de superfície.

Existe uma rua que sai da Grand Place que é famosa por passar turistas para trás. Na Bouchers a comida não é boa e os restaurantes te carregam para dentro sem nenhuma cerimônia, parece uma pescaria de turistas distraídos, além de rolar uma concentração de trombadinhas sem igual.

Fique atento aos perigos de sempre e não dê bobeira com as ciganas vindas de Paris que lotam as praças de Bruxelas no verão.

Comer e se divertir em Bruxelas

É impossível não gastar com chocolate. Não só porque alguns são realmente caros, mas porque a oferta é enorme e chocolate é uma coisa complicada de resistir. Sugiro dar preferência ao tradicional chocolate belga em vez desses que a gente vê a rodo no Brasil: troque o Godiva pelo Leonidas que é tão bom quanto e muito mais barato. Chocolate de supermercado eu sugiro o Guylian.

No terreno das sobremesas não deixe de comer o waffle belga com morangos: é tradicional, barato e delicioso!

Outra coisa muito tradicional na cidade é a batata frita, que há quem diga ter sido criação belga. Lá eles comem batata de todas as formas possíveis, mas se você quiser comer como eles, peça com mostarda.

A cerveja belga é deliciosa, mas disso você já sabe. Muitos bares costumam oferecer uma quantidade absurda de variedades, alguns superam a barreira dos quatro mil tipos e marcas. Claro que você pode beber e se embebedar pagando todo tipo de preço.

Gorjeta em Bruxelas

Na verdade a gente geralmente só arredonda a conta para o próximo valor cheio, mas de forma geral não existe aquela cultura dos 10 por cento. Só não posso deixar de falar aqui uma das coisas mais loucas e estranhas de toda a Europa: quando você entra ou sai de certas baladas é comum dar um trocado para o segurança na entrada do lugar.

Não queira criar caso com porteiros de baladas belgas. #ficadica

Turismo em Bruxelas

Bruxelas é a capital da União Europeia, mas não parece. Em alguns momentos você tem a nítida impressão de que está sozinho na cidade. O comércio costuma abrir por volta do meio-dia em várias épocas do ano, o que parece loucura, mas com essa e outras loucuras a parte Bruxelas é uma viagem incrível para quem curte cerveja – inclusive dizem que isso que mantém a cidade na rota de quem cruza a Europa.

bruxelas-12-150909-87

Aproveitando para conhecer Brugges!

Enfim, Bruxelas é uma cidade que vale ser visitada, mas não requer muito tempo. Meu melhor conselho vai agora: use Bruxelas como ponto de partida para conhecer as cidades ao seu redor, como Brugges. O interior da Bélgica é surpreendente e merece cada brecha no seu roteiro.

Salvar

Salvar

Salvar

Outras dicas do blog para programar a sua viagem:

  Já sabe onde ficar em Bruxelas? Descobri o Motel One que é um super achado, para quem quer gastar pouco sem abrir mão de localização. Para quem pode gastar um pouco mais, selecionei as melhores opções da Grand Place.

  Já contratou o seguro de viagem? Seguro é obrigatório na Europa! O buscador Seguros Promo é parceiro do blog e oferece até 10% de desconto para nossos leitores, além de parcelar em até 12x no cartão. Se tiver alguma dúvida, fale comigo!

  Você consegue viajar sem celular? Não deixe de sair do Brasil já com o seu chip europeu com internet boa de verdade – e através do nosso link exclusivo você leva 10% de desconto! Se precisar, entre em contato comigo.

  Para alugar carro na Europa pelo menor preço pesquise em todas as locadoras de uma só vez através da Rent Cars. Eles possuem escritório no Brasil com atendimento em português e dividem em até 12x no cartão ou com desconto no boleto.


Sobre

Sou mineiro de Belo Horizonte, onde nasci e moro. Nem toda viagem é trabalho, mas depois do blog todo trabalho virou viagem! Se quiser receber os últimos posts do blog e cupons de descontos exclusivos no WhatsApp é só adicionar (31) 98263.3937 aos seus contatos e mandar um "alô" para ativar o robô do blog!


'Para começar a rodar em Bruxelas' têm 6 comentários

  1. 22 de junho de 2016 @ 22:45 Jeanne

    Olá
    Vc sabe informar sobre guia brasileiro em Bruxelas?

    Responder

  2. 30 de julho de 2013 @ 21:24 Paula

    Olá! Estava passeando por aqui em busca de dicas de Praga e vim matar a curiosidade sobre o que falava sobre Bruxelas – morei numa cidade próxima por um ano há algum tempo! Me desculpe, mas algumas correções: a língua é flamengo (que nem o time mesmo!)! E pra comer batata frita como eles vá de maionese (Frieten met mayonaise, em flamengo)!
    E aproveitando que aprendi a linda língua flamenga: Oi: Hallo | Tchau: tot ziens | Por favor: alstublieft | Obrigado: dank u.
    Muito bom seu site!

    Responder

  3. 8 de outubro de 2010 @ 2:33 Carol

    Bom dia!

    Alguém pode me ajudar sobre qual desses hotéis realmente ficam perto da grand place e da central estation em bruxelas e é o melhor: Vou de trem depois para Amsterdam e queria um com acesso fácil.

    – Ibis Brussels Gand’ Place
    – Ibis Brussels St Catherine
    – Ibis Brussels Centre Gare Midi
    – Hotel Van Belle

    Obrigada!

    Responder

  4. 28 de junho de 2010 @ 10:46 Helena

    Acabei de chegar de uma voltinha pela Europa e passei por lá! Não deu tempo de ver a parte ruim (trombadinhas e lugares estranhos), mas concordo que a Grand Place e a cerveja são maravilhosos. Passei horas ali bebendo, comendo e vendo os milhões de turistas curtindo a arquitetura e o lindo dia de quase verão (estive la em 16 de junho passado). Os chocolates são “sem comentários” de tão delirantes…e as lojas onde são vendidos, muitas parecem lojinhas de livrinhos de contos infantis!!

    Responder


Gostaria de deixar um comentário?

Seu endereço de email não será publicado.

*

Rodei Viagens 2010 - 2019. Todos os direitos reservados. Colabore com o blog! | Orgulhosamente hosted pelo DreamHost