15 de agosto de 2022
Para onde vamos agora?

Os bairros do centro de Chicago

Atualizado em 21 de novembro de 2021 por Thiago Khoury

Chicago é uma cidade grande e é claro que em cinco dias eu não conseguiria ir muito além do centro, mas agora que estou pesquisando muito sobre lá e assistindo essa série de clipes incríveis já não consigo pensar em Estados Unidos sem querer voltar para Chicago!

O bom é que consegui ter um gostinho, mesmo que da janela do carro, do que eles chamam de second city quando fui assistir Blue Men Group em Lakeview, um dos bairros mais famosinhos de Chicago – formado por quatro distritos que se misturam, Lakeview é o subúrbio dos sonhos: é boêmio, é seguro e é próximo do centro.

Enquanto a second city continua no plano das ideias, eu destrincho aqui para vocês os bairros que formam o centro de Chicago que me entreteve durante quatro dias de viagem.

Leia mais para saber o basicão de Chicago:

Chicago: primeiras impressões

Onde ficar em Chicago (duas dicas de hotéis testados)

Qual seguro de viagem comprar para os Estados Unidos? (com cupom de desconto!)

Dicas de onde comer em Chicago

+ Compras em Chicago

Para entender Chicago

O que você não pode deixar de conhecer em Chicago

  • Magnificent Mile

Magnificent Mile, ou Mag Mile, são os quinze quarteirões da parte norte da avenida Michigan, entre o Chicago River e a Oak Street. É onde estão alguns do hotéis mais icônicos de Chicago, como o Four Seasons, Peninsula, Warwick Allerton, InterContinental e Trump International.

É nessa “milha magnífica” que está a maior região de compras da cidade: todas as lojas juntas ocupam mais de 290 mil metros quadrados, oferecendo lojas de departamento, compras de casa, marcas de luxo, eletrônicos, moda e três shoppings. Um dos três prédios mais altos de Chicago também está ali, o John Hancock Center.

Mag-Mile

  • Streeterville

É a parte à direita da Mag Mile, onde estão as minhas duas dicas de hospedagem. Iremos falar sobre a parte esquerda também, mas adianto desde já que a diferença entre elas é o número de atrações, como restaurantes e compras, que é consideravelmente maior.

Essa parte na extrema direita do mapa é o Navy Pier, ótimo passeio para famílias viajando com crianças, mas uma santa bobagem para todos os outros.

Streeterville

  • River North

Essa parte a esquerda da milha é dividida em duas: a parte baixa é River North, onde você irá passar a maior parte do seu dia dedicado a milha – os quarteirões da Ohio e Ontario tem um milhão de restaurantes incríveis, mas não deixe de desbravar também as ruas Superior, Erie, Rush, Wabash e onde mais os seus pés te levarem.

Boas dicas de hospedagem com preços convidativos são Homewood Suites, Garden InnEmbassy Suites e o Godfrey, esse último um quatro estrelas com tarifas inacreditáveis, por muito pouco não fiquei nele.

River-North

  • Gold Coast

Gold Coast é toda a parte superior a esquerda da milha – eu posso estar errado, mas como você não é corretor em Chicago faça como os locais e amplie os limites de Gold Coast para que isso não vire uma aula de geografia.

O que você deve conhecer: caso você não tenha nenhum amigo morando nos prédios caríssimos na avenida em frente ao lago Michigan, a parte que mais irá interessá-lo são as charmosas Oak, Rush e State, uma trinca de ruas com muitas marcas de luxo, moda e dois restaurantes que eu acho que você adoraria conhecer, Fig and Olive e Lou Malnati’s.

Para quem quer se sentir um herdeiro americano, procure pelo caríssimo Waldorf Astoria ou o nem tão caro Sofitel. Já o Chicago Suites é bem pagável.

Gold-Coast

  • Chicago Loop

Muitos locais, principalmente aqueles que moram nos subúrbios, chamam de Loop tudo que aparece nesse post, mas na verdade o Loop mesmo é esse que aparece no mapa, a parte logo embaixo de River North.

O Loop é a região mais movimentada da cidade, com inúmeras opções de compra ao longo da State, além de atrações famosas como a Willis Tower e o Art Institute of Chicago, que gosto muito. Não deixe de passar pelos imponentes teatros Goodman e Chicago.

Algumas opções de hospedagem com ótimo custo-benefício são o Silversmith, Burnham e Central Loop, mas se você estiver podendo gastar um pouco mais escolha o JW Marriott que fica no quarteirão da Willis Tower.

Chicago Loop pode ser dividido em sul, norte, leste, oeste… Mas vamos focar em “Loop” pura e simplesmente que estaremos muito bem, obrigado.

Chicago-Loop

  • Millenium Park e Museum Campus

Não sei exatamente a que região pertence o Millenium Park, mas acabei colocando o parque e a região dos museus, Museum Campus, como um único distrito representado por esse trecho verde no mapa: comece o seu passeio pelo famoso feijão do parque Millenium, desça em direção a fonte Buckingham e chegue no Shedd Aquarium, que fica a um pulo do Field Museum e do planetário Adler.

Millenium-Park-e-Museum-Campus

Outras dicas do blog para programar a sua viagem:

  Já sabe onde ficar em Chicago? Fiz uma lista com as melhores opções nos arredores do Chicago Loop, mas eu prefiro a região de Magnificent Mile, aliás, indico o DoubleTree e o Whitehall de olhos fechados!

  Já contratou seguro de viagem? Seguro é essencial nos Estados Unidos, principalmente em tempos de Covid! O comparador Seguros Promo oferece pelo menos 10% de desconto para leitores do blog e ainda parcela no cartão!

  Você consegue viajar sem celular? Não deixe de sair do Brasil já com o seu chip americano com internet ilimitada de verdade - e através do link do blog você leva pelo menos 15% de desconto e ligações gratuitas e ilimitadas para o Brasil!

  Para alugar carro nos Estados Unidos pelo menor preço pesquise em todas as locadoras de uma só vez na Rentcars. Eles possuem escritório no Brasil com atendimento em português!

Previous Article

7 melhores montanhas-russas de Orlando

Next Article

Onde comi em Chicago: dicas de restaurantes

You might be interested in …

1 comentário

  1. Que incrível encontrar um post assim com tudo que preciso ¨mastigadinho¨! Estarei indo este ano a Chicago e , em busca de informações sobre a cidade, encontrei seu blog! Já estou lendo mais, e sobre outras cidades também! Parabéns e obrigada!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*