A internet urge por dicas de onde ficar em Austin sem a necessidade de leiloar um rim!

Lembro que quando decidi conhecer Austin eu fiquei impressionado com os preços, era quase tão caro quanto se hospedar em Miami!

Só que aí conheci uma região chamada The Domain e respirei aliviado: é possível se hospedar em Austin com muita qualidade e gastando a metade do que as pessoas geralmente gastam.

The Domain é maravilhoso, mas não é para todos.

É por isso que, além de dar a melhor dica para quem quer gastar pouco sem abrir mão de qualidade, preciso ajudar outros três tipos de turistas em Austin:

  • quem não abre mão de ficar no centro
  • quem gosta do centro, mas não consegue arcar com as tarifas de lá
  • quem curte a ideia de ficar em um bairro badalado (e topa pagar por isso)

Prepare o clique esquerdo do mouse porque você está prestes a abrir algumas abas extras no seu navegador!

É caro se hospedar em Austin?

Para quem não abre mão de ficar nas regiões mais concorridas da cidade, se hospedar em Austin pode ser tão caro quanto se hospedar em Miami ou Nova York.

De acordo com uma pesquisa de 2022, uma noite em Austin custava aproximadamente 340 dólares, sendo que em março esse valor tende a dobrar devido ao SXSW.

Para baratear essa conta o segredo é ficar em uma das opções de The Domain que podem custar a metade dos valores cobrados em Downtown Austin.

Eu deixei minha melhor dica de onde ficar em Austin no fim do post

O festival mais disputado do mundo acontece em Austin, o SXSW, mas ele dura pouco mais de uma semana e acontece apenas na primeira quinzena de março.

O que encarece os preços de Austin, principalmente de moradia e hotelaria, é essa onda migratória que levou dezenas de empresas do norte da Califórnia a expandirem os seus negócios para a região central do Texas.

Nos últimos quatro anos anos, Tesla, Google e Apple foram algumas das empresas que levaram muitos de seus funcionários para os escritórios de Austin.

Bem, depende de quanto tempo você tem disponível e o que mais pretende fazer durante a sua viagem, mas não menos de duas noites.

Eu passei três noites em Austin e achei esse o tempo ideal, assim consegui aproveitar a cidade e não deixei de conhecer lugares próximos que eu queria incluir no roteiro, como Waco e Inner Space.

Quem fica menos de três noites em Austin precisa condensar muita coisa em pouco tempo de viagem, o que te faz ficar restrito ao basicão de Downtown.

O prédio do The Stephen em Downtown Austin

Onde se hospedar em Austin

Eu fiz uma extensa pesquisa de hotéis antes da minha primeira viagem e acabei optando pelas opções disponíveis em quatro áreas da cidade:

  • Downtown Austin
  • East Austin
  • South Congress
  • The Domain

Downtown é o centro, aquela região que não tem erro, onde você sequer precisa pesquisar muito porque estará a curtas distâncias de quase tudo.

O problema de Downtown é que além das diárias serem altas o estacionamento nunca está incluso, então você precisa contar com um gasto extra de pelo menos 50 dólares/dia.

East Austin fica ao lado de Downtown, inclusive essas duas regiões dividem um espaço comum de interseção entre elas.

Eu não sou profundo conhecedor de East Austin, mas a parte de East Austin que gosto é justamente o pedacinho que se confunde com Downtown por estarem muito próximos.

South Congress é uma região mais jovem e descolada, é onde a gente sai para dar uma caminhada antes do almoço ou toma uns drinks no fim do dia.

The Domain é North Austin, é como se fosse um subúrbio a vinte minutos de carro da cidade – onde os preços são imbatíveis e o estacionamento faz parte da tarifa.

Coloquei todas as dicas que irei dar aqui no post em um mapa que você pode acessar pelo celular e ir se localizando por lá:

Quero começar pelo Hyatt Centric que é a melhor dica para quem não quer pesquisar muito.

Além de ser bem localizado e confortável, Hyatt Centric tem uma academia panorâmica e um terraço no alto com vista para a cidade.

O problema é o mesmo de todo lugar no centro: o estacionamento é caríssimo, atualmente 55 dólares/dia.

Bem, Hyatt Centric está longe de ser o mais caro e luxuoso dali, mas é o que oferece mais por menos quando comparamos com alguns de seus vizinhos mais próximos (e famosos).

Existem alternativas mais baratas, mas não espere nada muito mais barato sem abrir mão de dignidade – eu ainda não opero milagres!

Vou sugerir o Omni que conheci e gostei, inclusive ele tem uma piscina charmosinha com vista para a cidade.

Os valores costumam ser bem competitivos, mas o mal do estacionamento permanece, são 59 dólares/dia.

Então, muita gente ama East Austin, mas a parte que gosto é a mais próxima de Downtown, justamente onde a gente confunde “east” com centro.

O problema ali são dois na verdade: o barulho e saber que eu poderia estar gastando menos em The Domain.

Mas dê uma olhada no Arrive e no East Austin Hotel, sendo que o Arrive é ainda melhor porque é mais novo e menos barulhento.

Em East Austin o estacionamento começa a baratear, pelo menos ele é bem mais em conta do que em Downtown Austin.

A diária do estacionamento custa 41 dólares no Arrive e 30 dólares no East Austin Hotel.

O segredo de se hospedar em South Congress é escolher lugares mais descolados do que Downtown e que combinem com a vibe do lugar, caso contrário não faz muito sentido se hospedar ali.

Para ficar em South Congress você precisa ter a intenção de curtir um ritmo mais lento de viagem, aproveitando a piscina ou levantando um pouco mais tarde.

O ritmo de South Congress é completamente diferente do de Downtown!

Então, vou começar por um lugar que é completamente inusitado e muito bem avaliado (para minha surpresa, confesso): o Austin Motel.

Achei o Austin Motel a coisa mais fofa e descolada que conheci na viagem, a piscina fica praticamente em cima da calçada!

Essa ambientação retrô de motel americano de beira de estrada é incrível, todo mundo que passa pela porta estica o pescoço para olhar lá dentro.

Outras duas dicas de onde ficar em South Congress bem mais tradicionais do que um motel temático: Hotel Magdalena e Hotel Saint Cecilia.

Eles ficam em um miolinho muito charmoso atrás da avenida principal, menos de dez metros de distância, mas parece outro mundo com lojas e restaurantes deliciosos.

O Saint Cecilia é bem mais caro do que o Magdalena, mas navegue pelas fotos e escolha qual deles combina mais com você – eu mesmo prefiro o Magdalena.

Com relação ao estacionamento, Magdalena e Austin Motel oferecem sem custos, mas Santa Cecilia cobra uma diária de 45 dólares.

The Domain é uma região nova onde as pessoas trabalham, moram e se divertem, porém ela cresce dentro e ao redor de um enorme shopping à céu aberto.

Sério, olha que loucura essa esquina por exemplo:

Um prédio charmoso cheio de varandinhas nas janelas e uma AllSaints no térreo

Já vi lugares parecidos em outras cidades, mas com essa interação surreal de compras, entretenimento e moradia eu nunca vi.

Até porque, por mais que não pareça, isso ainda é um shopping, não são lojas de rua!

Enfim, The Domain é uma delícia de lugar cheio de hotéis novos de todos os tipos e preços, mas mesmo que seja possível se virar caminhando por ali, carro continua sendo essencial.

Para economizar de verdade em hospedagem você precisa escolher os “suites”, que são os hotéis que oferecem quartos com cozinha compacta ou completa.

Eu fiquei no SpringHill Suites e fiquei impressionado: o quarto era enorme!

Todos os quartos possuem cozinha compacta e sala de estar, o prédio era lindo e novinho, com academia, café da manhã e estacionamento inclusos por 180 dólares/dia.

Um hotel parecido em qualquer um dos lugares que indiquei até agora custaria pelo menos duas vezes mais!

Existem outros hotéis muito parecidos em The Domain, como o Homewood Suites e o Hampton Inn que ficam literalmente ao lado.

Você pode clicar em qualquer uma dessas três opções que dei em The Domain e navegar pelo mapa do Booking para encontrar outras opções parecidas e próximas.

Ah, no dia seguinte a minha chegada eu gravei um vídeo para mostrar o quarto do SpringHill Suites, assim você já tem uma ideia do que esperar de lá:

Eu fiz um post especial sobre The Domain, para entender melhor o que tem para fazer, onde ir e como funciona:

+ The Domain em Austin: como é, o que conhecer, onde ficar

Outras dicas do blog para programar a sua viagem:

  Já sabe onde ficar em Austin? Eu fiquei no SpringHill Suites de The Domain e recomendo. Se quiser ficar no centro, o Hyatt Centric não tem erro!

  Já contratou seguro de viagem? Seguro é essencial nos Estados Unidos! O comparador Seguros Promo oferece 15% de desconto para leitores do blog e ainda parcela no cartão!

  Você consegue viajar sem celular? Não deixe de sair do Brasil já com o seu chip americano com internet ilimitada de verdade - e através do link do blog você leva pelo menos 15% de desconto.

  Para alugar carro nos Estados Unidos pelo menor preço pesquise em todas as locadoras de uma só vez na Rentcars. Eles possuem escritório no Brasil com atendimento em português!

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

*