Um pulinho no Grand Canyon

Atualizado em

Não sou um especialista em Grand Canyon. Queria ser um explorador, desses que entendem tudo sobre lá, mas a verdade é que não conheço quase nada. Eu poderia ter me empenhado mais, mas deixei o vatapá de lado e fiquei só com a tapioca: durante minha passagem por Las Vegas, realizei o sonho de conhecer os Canyons em um passeio de helicóptero, mas tudo se resumiu a um pulinho na borda oeste.

Enfim, esse não é um post para desbravadores dispostos a se entranhar por ali em mais de um dia de viagem. Esse é um post para quem vai de toma lá, da cá: um batidão de seis horas com origem em Las Vegas.

Se você deseja ler sobre viagens de carro, desbravar as três bordas, o parque nacional e a passarela panorâmica, acesse os blogs de quem entende tanto de vatapá quanto de tapioca:

Guia para visitar o Grand Canyon no Aprendiz de Viajante

Vai por mim: Grand Canyon no Viaje na Viagem

Grand-canyon04

O que é o Grand Canyon

O Grand Canyon é considerado uma das sete maravilhas naturais, um dos maiores paredões rochosos do mundo com quase 450 quilômetros de comprimento. O rio que passa por ele é o Colorado, e há quem diga que o seu trajeto começou a ser desenhado há mais de 15 milhões de anos.

Grand Canyon, que na verdade está no Arizona, é enorme e possui vários acessos. Hoje ele é dividido em três bordas: norte, sul e oeste, ou north rim, south rim e west rim.

O que conhecer no Grand Canyon

Minha pesquisa começou três semanas antes da viagem acontecer, e vale dizer que a busca pelo melhor passeio é desesperadora!

Já começou a sua? Depois me fala. Pior do que escolher nome de filho.

São tantas possibilidades que parece impossível assumir uma decisão final: (1) seguir a maioria e chegar a south rim, a mais famosa e mais distante; (2) conhecer north rim, razoavelmente distante, a região menos conhecida e visitada; ou, (3), conhecer west rim, a única que não tem o status de parque nacional, faz parte de uma reserva indígena e é a mais próxima de Las Vegas.

Grand Canyon West | Hualapai Tourism

Grand Canyon | Parque Nacional, acesso norte e sul

O que você precisa se perguntar é que tipo de experiência deseja ter: a minha decisão final seria influenciada pela possibilidade de andar de helicóptero pela primeira vez, o que era mais importante do que o passeio em si.

Descobri que as maiores companhias eram a Maverick e a Papillon, mas lendo resenhas online acabei escolhendo a segunda.

Independente do que eu fizesse, onde fosse ou o que conhecesse, em algum momento eu teria que andar de helicóptero, é assim que entrariam outras duas variáveis: tempo e dinheiro. Eu não teria tempo para dirigir os 450 quilômetros entre Las Vegas e a borda sul, ou a grana necessária para investir em um passeio de helicóptero que chegasse até lá.

Foi assim que escolhi o Tour Grand Celebration para um passeio na borda mais próxima, west rim, que infelizmente não inclui pitstop estratégico na passarela de vidro que parece linda, mas proíbe a entrada de câmeras fotográficas.

E porque eu escolheria conhecer um lugar que não se pode fotografar? Eu heim.

Grand-canyon02

Grand-canyon01

Como visitar o Grand Canyon em Las Vegas

O passeio no primeiro horário da manhã, que acontece entre sete e oito horas, geralmente tem preço promocional e sai por U$ 284 com todas as taxas inclusas. Eu que não sou bobo googuei antes por promo code papillon e encontrei um cupom de desconto que tirou outros U$ 35 do valor final, uma santa economia.

Como o passeio inclui um pick-up no hotel escolhido, às cinco da manhã lá estava eu na portaria do Harrah’s esperando pela van. Passamos em outros dois ou três hotéis antes de reunir todos os outros em um ônibus esperando por nós. De lá seguimos em uma viagem de meia-hora até Boulder City, onde está o segundo mais movimentado aeroporto de Nevada, sustentado quase que exclusivamente pela indústria de passeios de helicóptero.

Todos os passageiros já estavam divididos em grupos, mas as saídas eram praticamente simultâneas. Cada helicóptero comporta até sete pessoas, mais o piloto.

Voamos por meia-hora até pousar no fundo do Canyon. Passamos pela Hoover Dam, a represa que torna possível uma cidade inteira sobreviver ilhada no meio do deserto. Ela é enorme e todas as máquinas do helicóptero ficaram frenéticas tentando encontrar sua melhor pose.

Ah, sim, a descida: quarenta minutinhos ali na margem do Colorado, com direito a cestas individuais de café-da-manhã e champagne. Champagne e suco de laranja, a la americana. Se eu pudesse escolher, teria ficado com uma aterrissagem na parte alta e não na parte baixa.

Bem,… Eu pude escolher.

Andar de helicóptero é uma delícia, mas pensei que em algum momento fosse causar alguma sensação inédita, o que não aconteceu. O que achei estranho foi a deixa do piloto, muito simpático e educado por sinal, tentando descolar uma gorjeta no fim do dia.

Alguém sabe qual a gorjeta esperada por um piloto de helicóptero? Sei lidar com motoristas de ônibus, taxistas e carregadores de mala, mas ali fiquei encabulado e me senti pressionado.

U$ 10 parecia o ideal, mas e o desprendimento financeiro, onde entra? Tentei olhar quanto a americana sentada ao meu lado estava segurando na mão esquerda, mas ela parecia não querer mostrar.

Resolvi entregar uma nota de U$ 5, aliás, cinco notas de um, assim eu poderia entregá-las enroladas e sair antes que ele descobrisse quanto tinha ali.

Grand-canyon03

Sobrevoando a famosa Hoover Dam

Outras dicas do blog para programar a sua viagem:

  Já sabe onde ficar em Las Vegas? Harrah’s é baratinho e super bem localizado, em frente o famoso Caesar Palace. Leia também o meu post com dicas de apartamentos com cozinha em Las Vegas.

  Já contratou o seguro de viagem? Seguro é essencial nos Estados Unidos! O buscador Seguros Promo oferece até 10% de desconto para leitores do blog, além de parcelar em até 12x no cartão. Se tiver alguma dúvida, fale comigo!

  Você consegue viajar sem celular? Não deixe de sair do Brasil já com o seu chip americano com internet ilimitada de verdade – e através do nosso link exclusivo você leva 10% de desconto! Se precisar, entre em contato comigo.

  Para alugar carro nos Estados Unidos pelo menor preço pesquise em todas as locadoras de uma só vez através da Rent Cars. Eles possuem escritório no Brasil com atendimento em português e dividem em até 12x no cartão ou com desconto no boleto.


Sobre

Sou mineiro de Belo Horizonte, onde nasci e moro. Sou jornalista, trabalhei com assessoria de comunicação e fui repórter de turismo. Nem toda viagem é trabalho, mas depois do blog todo trabalho virou viagem! Sou @rodeiviagens no Insta.


'Um pulinho no Grand Canyon' têm 21 comentários

  1. 10 de fevereiro de 2017 @ 8:28 Grand Canyon de Helicóptero: um passeio imperdível -

    […] Rota: Como eu estava no South Rim, que é a parte do Grand Canyon dentro da área do Parque Nacional, existem várias restrições impostas pela administração do parque ao trajeto que o helicóptero pode fazer, horários, quantos vôos, e o helicóptero não pode pousar no chão do Grand Canyon. No South Rim eles fazem 2 passeios, que são as 2 rotas aprovadas pelo Parque Nacional: um vôo de 25 minutos que vai e volta pelo mesmo caminho, sobrevoando o rio Colorado na parte oeste até o North Rim; e um vôo de 45 minutos que faz um círculo ao redor da área inteira do Parque Nacional, cruzando o rio Colorado na parte leste e oeste, passando por cima do encontro do rio Colorado com o Little Colorado (lindo, de água azul turquesa!) e depois pelo North Rim, que foi o passeio que eu fiz. Recomendo muito o passeio de 45 minutos, a diferença de preço é pequena ($30 dólares de um pro outro) e você vê muito mais. Já os vôos que partem de Las Vegas vão até o Grand Canyon West, que é a parte do Grand Canyon que fica dentro de uma reserva indígena e não existem tantas restrições – esses vôos inclusive podem pousar no chão do canyon (tem diversos tipos, a maioria não pousa dentro do canyon, só os mais caros!). O Thiago do blog Rodei fez esse passeio de Las Vegas ao Grand Canyon West, confiram: Um pulinho no Grand Canyon. […]

    Responder

  2. 9 de setembro de 2016 @ 12:21 Lili

    Adorei…. rindo alto da gorjeta!!! bem isso!! e agora com o dólar nas alturas.. então tou querendo ir… mas tipo.. para 3 na papilon… 3239,00 na cotação de hoje… Deus proverá… se eu for.. passo para contar… dezembro/16

    Responder

  3. 17 de dezembro de 2015 @ 21:50 Tais

    Olá Thiago! Estou a duas semanas da minha viagem e me identifiquei com o desespero pra escolher o melhor passeio!PAssei o dia lendo todos os blogs do rbbv sobre las vegas e vc foi o mais pratico com as informacoes do passeio de helicoptero!
    Queria saber se compensa comprar antes pelo proprio site da Papillon ou se compro lá mesmo! Vc sabe se tem alguma promocao na propria cidade? Só achei cupons para os passeios que nao descem… pretendo fazer o voo dia 31 de dezembro! vc acha que eu reservo antes?`
    Obrigada
    Att
    Tais

    Responder

  4. 20 de outubro de 2014 @ 16:08 Lais

    Ola..tenho umas duvidas ainda..irei em novembro pra Las Vegas e qro fazer o passeio de helicoptero …vc sabe me informar se caso for de carro ate a parte West tem como eu pegar o passeio de helicoptero de la??e qdo eu for reservar pelo site como eu faço??obrigada

    Responder

    • 20 de outubro de 2014 @ 16:37 Thiago Khoury

      Não Lais, você deve pegar o helicóptero de Las Vegas.

      Responder

    • 1 de dezembro de 2014 @ 0:03 Cleber

      Pode sim. Na entrada do parque eles oferecem o serviço. tem helicóptero saindo toda hora. O lance é você chegar cedo lá no parque para poder agendar porque a procura é grande

      Responder

  5. 23 de setembro de 2014 @ 9:28 Milena

    Sério, esse teu post é muito incentivador e claro, explicativo!
    Quando li só pensei: “puts, preciso fazer esse passeio”, aí pesquisei mais aqui e acolá e pronto, decidimos fazê-lo, com a Papillon mesmo!
    Que nem tu falou, que precisa de um certo investimento, mas vale cada c-e-n-t-a-v-o!! Fomos no passeio das 11am, e às 10am passou a van no hotel e lá fomos pra Boulder City, fizemos o mesmo trajeto que vc descreveu acima, mas pagamos um pouco mais USD 360 por pessoa, mas né “sabe-se lá quando vou ter oportunidade de fazer isso de novo haha”. O piloto era super gente boa, contava algumas coisas enquanto sobrevoávamos a Hoover Dam, o Colorado River e outros pontos. Confesso que achei o máximo na volta, quando tivemos que descer para abastecer o helicoptero, muito fazendo a linda ryca, abaixando a cabeça como se a hélice fosse pegar (hahahaha).

    Responder

  6. 17 de fevereiro de 2013 @ 16:41 Patricia Guedes

    Oi muito explicativo e objetivo seu post sobre Las Vegas. Estou indo em abril e queria saber se eu for de carro até o Grnd Canyon West e fizer o passeio de Helicoptero só de lá vale a pena tb? somos em 8 no grupo e alguns naõ querem fazer o vôo. è melhor comprar só lá ou já comprar antes nesse caso?
    Obrigada

    Responder

    • 26 de fevereiro de 2013 @ 15:53 Thiago Khoury

      Olá Patricia, não conheço nenhum passeio de helicóptero que levante e desça no Grand Canyon, acredito que não existam – você já pesquisou algum? Vale comprar com antecedência para garantia o seu voo.

      Responder

  7. 19 de novembro de 2012 @ 0:24 Marceli Perdigão

    Thiago, como gosto de montar meus roteiros, vira e mexe o Google me traz até aqui. E, fico feliz! Os posts são objetivos, de fácil leitura e sempre contribuem. Parabéns pelo trabalho.

    Responder

  8. 11 de novembro de 2012 @ 16:39 Carlos

    Parabéns pelos posts de Vegas! Todos muito úteis.
    Abs.

    Responder

  9. 15 de setembro de 2012 @ 18:10 Jackie

    se pudesse voltar, escolheria o mesmo passeio ou pagaria mais para ir mais longe?????

    Responder

  10. 30 de agosto de 2012 @ 16:59 Priscila

    Adorei o texto. Deve ter sido uma ótima experiência.
    Bejos

    Responder

  11. 30 de agosto de 2012 @ 15:22 Waleska

    ‎… realmente, ter que dar gorjeta o tempo todo nos USA, mata!

    Responder

  12. 30 de agosto de 2012 @ 14:47 Fred Pimenta

    Muito bom post. E esse toque de culinária baiana? Me deu vontade de comer acarajé…rs

    Responder

  13. 30 de agosto de 2012 @ 9:00 Clarisse Miranda

    Oi Thiago, amei o post! Estou programando uma viagem pra Vegas e já tinha pensado em fazer esse tour de helicoptero. Apesar do preço acho que é uma experiência que vale muito a pena!!! Abs

    Responder

    • 30 de agosto de 2012 @ 16:55 Thiago Khoury

      Ei Clarisse, realmente vale a pena, é uma experiência deliciosa!

      Responder


Gostaria de deixar um comentário?

Seu endereço de email não será publicado.

*

Rodei Viagens 2010 - 2018. Todos os direitos reservados. Colabore com o blog! | Orgulhosamente hosted pelo DreamHost