Compras em Orlando – Parte I

No início da década de 1990 os brasileiros começavam a flertar com os parques de Orlando, mas a maior parte da viagem acontecia em Miami, onde as compras eram feitas – só que os parques foram crescendo e se multiplicando, fazendo com que a cidade deixasse de ser rota de passagem para se tornar destino final.

Para entreter e hospedar 50 milhões de turistas todos os anos, a hotelaria teve que crescer em sintonia com o entretenimento: se reuníssemos hoje todas as opções de compra da cidade encheríamos mais de 600 campos de futebol com lojas que movimentam bilhões de dólares todos os anos!

Nova Iorque ainda é conhecida por vender as últimas novidades, mas Orlando ficou famosa pelo borogodó da compra: preços baixos, grandes quantidades, cupons, descontos progressivos e muitos shoppings e outlets.

13021106

  • Preços baixos mesmo, de verdade

É que Flórida possui uma das sales tax mais baixas do país. Quase tudo que se paga terá um acréscimo mínimo de 6%. Esse valor é cobrado pelo estado, mas cada condado tem direito a uma cobrança extra que, na Flórida, não ultrapassa 1%. A matemática é bem simples: um sapato de U$ 100 sai por U$106,50 em Orlando e U$ 108,87 em Nova Iorque.

  • Grandes quantidades, sempre

Quem vai para Nova Iorque volta com uma bolsa de U$ 1.000, mas quem vai para Orlando geralmente volta com quatro de U$ 250. Esse é cultural: bolsas de mil dólares fazem parte da rotina de quem compra em Los Angeles, Nova Iorque… O perfil de quem compra em Orlando é o do turista que sente que se deu bem no fim do dia.

  • O mercado dos cupons de desconto

Lembre-se que o preço que aparece na prateleira é apenas uma formalidade. Orlando oferece dezenas de descontos nada exclusivos: em qualquer hotel, shopping ou até mesmo pela internet você tem acesso a vários cupons de desconto realmente significativos.

13021101

  • Fiquei de olho nos descontos progressivos

Orlando tem outra característica muito cômoda para quem vem comprando na cidade: um desconto não anula o outro. A onda é comprar mais para pagar menos. Mesmo que você não precise de dois coletes, a compra de um te incentiva a levar outro pela metade do preço. Ou você pode encontrar na arara das bermudas uma frase que diz 25% de desconto no menor preço indicado, ou 25% on the lowest price para os gringos.

Bem, vamos à matemática: uma bermuda de U$ 100 na arara que indique 50% de desconto irá custar na verdade U$ 37,50, mais taxa (primeiro os tais 50% de desconto e depois mais 25% no menor preço indicado).

  • Tudo que todo mundo quer: shoppings e outlets

Para incentivá-lo a dedicar um dia de seu roteiro às compras é preciso reuni-las em um só lugar, e em um shopping o turista não precisa sequer se localizar: ele deixa de pensar e passa a ser levado pela disposição de lojas que vão surgindo pelo caminho, sendo que alguns desses shoppings são chamados de outlets, onde as lojas disponibilizam apenas os produtos que podem ser oferecidos pelos preços mais baixos.

Em um outlet tudo aquilo que não foi vendido é agrupado e desovado por preços que compensem a liberação de espaço em fábricas, distribuidoras e estoque.

Orlando é assim, um enorme outlet a céu aberto onde nada pode permanecer parado por muito tempo. Corra!

Continua

Salvar

Outras dicas do blog para programar a sua viagem:

  Já sabe onde ficar em Orlando? Fiz uma lista de opções nos arredores da Disney. Leia também todas as minhas experiências relacionadas a hospedagem em Orlando.

  Já contratou o seguro de viagem? Seguro é essencial nos Estados Unidos! O buscador Seguros Promo é parceiro do blog e oferece 5% de desconto para leitores, além de parcelar em até 12x no cartão. Se tiver alguma dúvida, fale comigo!

  Você consegue viajar sem celular? Não deixe de sair do Brasil já com o seu chip de celular americano com internet ilimitada – o frete é por minha conta! Se tiver alguma dúvida, entre em contato comigo.

  Para alugar carro na Flórida pelo menor preço pesquise em todas as locadoras de uma só vez através da Rent Cars. Eles possuem escritório no Brasil com atendimento em português e dividem em até 12x no cartão ou com desconto no boleto.


Sobre

Sou mineiro de Belo Horizonte, onde nasci e moro. Sou jornalista, trabalhei com assessoria de comunicação e fui repórter de turismo. Nem toda viagem é trabalho, mas depois do blog todo trabalho virou viagem! Sou @rodeiviagens no Insta.


'Compras em Orlando – Parte I' têm 13 comentários

  1. 27 de maio de 2014 @ 20:53 Manoela

    Boa noite! Tenho uma viagem marcada para a florida e tenho 2 dúvidas: Onde e mais barato fazer compras, Orlando ou Miami? E em Miami tem cupom de desconto e o progressivo tambem?

    Obg :)

    Responder

    • 29 de maio de 2014 @ 15:32 Thiago Khoury

      Oi Manoela, sim, o tipo de compra em Miami é bem parecido com o de Orlando. O preços são muito parecidos, vai da experiência de viagem de cada um, aquilo que cada cidade oferece além das compras que vale como diferencial.

      Responder

  2. 11 de maio de 2012 @ 13:31 Paola

    Thiago, tem certeza de que esse Premium da foto nao é o da Vineland?

    Responder

  3. 27 de agosto de 2011 @ 12:08 Viviane

    Bom dia estou indo para Orlando levar minha filha que vai completar 5 anos, vamos comemorar o aniversário dela lá, gostaria que me enviasse dicas de locais (shoppings ou outlets onde eu possa encontrar itens com preços bons para mim, para meu marido e para minha filha de 5 anos) roupas, bolsas, tênis, perfumes e acessórios, estamos embarcando no dia 30/08 e voltamos dia 14/09.
    Obrigada
    Viviane

    Responder

  4. 2 de maio de 2011 @ 14:12 Alice

    Thiago, alguma dica sobre Miami??? Eu e maridex, iríamos pra NYC, mas estamos mudando o roteiro e agora que estou começando a pesquisar. Na verdade, Miami é só uma escala mais elaborada, o objetivo da viagem é outro. Mas “jaqui” vamos parar por lá, vamos aproveitar uns diazinhos pra conhecer e comprar, heheheheh!

    Responder

    • 4 de maio de 2011 @ 14:31 Alice

      Thiago, mudamos de ideia!!! Vamos pra Orlando! Vou ler com bastante calma seu blog e dicas!!!

      Responder

  5. 21 de fevereiro de 2011 @ 11:54 Well Souza

    Saudades de Orlando, espero em Deus que em breve eu volte lá… quem sabe Julho. Não existe cidade como esta, amo de paixão.

    Responder

  6. 14 de fevereiro de 2011 @ 15:57 Marcio

    Gostei das dicas de compras, só faltou dicas de como conseguir trazer toda muamba, hehehe. Lindo o design do site, vou acompanhar. Abraços.

    Responder

    • 14 de fevereiro de 2011 @ 18:06 Thiago Khoury

      Valeu Marcio! Uma versão turbinada está saindo do forno, espero que goste!

      Responder

  7. 14 de fevereiro de 2011 @ 10:35 Telma Christiane

    Adorei o post, estou indo pra Orlando e as dicas são sempre muito bem-vindas.

    Responder


Gostaria de deixar um comentário?

Seu endereço de email não será publicado.

*

Rodei Viagens 2010 - 2018. Todos os direitos reservados. Colabore com o blog! | Orgulhosamente hosted pelo DreamHost