Conheça o Disney’s Port Orleans Riverside

Escolher um hotel Disney quando não se conhece nenhum pode ser bem complicado!

Se dinheiro não fosse problema eu ficaria com qualquer um da categoria luxo, sendo que o Disney’s Boardwalk é o meu preferido independente das circunstâncias. Já na categoria econômica não tem nenhum que eu particularmente goste mais, são todos bem parecidos, eu provavelmente escolheria os mais novos só por serem novos.

Sabe que difícil mesmo é escolher um hotel Disney na categoria moderada? Comecei a escrever um pouquinho sobre o Caribbean Beach, Coronado Springs e Fort Wilderness, mas acabei apagando porque já estava ficando longo demais, até porque o assunto de hoje não é nenhum desses três:

Disney’s Ports Orleans Riverside

Port Orleans Riverside abriu bem no início dos anos 1990 com outro nome, Disney’s Dixie Landings. Naquela época já existia o French Quarter, mas até então ele era Disney’s Port Orleans, sem nenhum sobrenome. Nos anos 2000 resolveram conectar ambos os hotéis e quem saiu perdendo foi o French Quarter: o Riverside ficou com quase todo o entretenimento, incluindo aluguel de bicicletas e charretes, além de ser o único que oferece restaurante para quem cansou de praça de alimentação.

Esse prédio lindo é o Acadia visto por quem chega da piscina e da região do restaurante. Cada prédio desse, que faz referência as mansões das plantações americanas de New Orleans no início do século passado, tem 256 quartos divididos em até três andares.

Vou mostrar o quarto padrão, mas quem tem crianças pequenas fica sabendo desde já que desde 2012 eles oferecem quase 500 quartos temáticos conhecidos como “Royal Rooms” – e apesar de serem bem bonitos, eles custam aproximadamente 50 dólares a mais por dia.

Esse é o prédio visto de frente, por quem chega caminhando do estacionamento.

A próxima foto eu tirei na direção contrária, do alto daquela escada ali na frente, assim você pode ver a fonte e saber onde fica o estacionamento:

Sério, olha que lugar lindo! No meio da tarde, quando todo mundo está nos parques e não sobra uma única alma viva no hotel, a gente consegue tirar uma fotos assim e o Port Orleans Riverside fica com cara de cartão postal:

Bem, agora vamos aos quartos!

Desse vez fiquei no 8038, que não é ao redor da fonte, mas mais para a lateral do prédio. O bom de ficar em um quarto onde o segundo número é um zero é evitar a fadiga e ficar no primeiro andar, sem precisar subir escadas ou ir atrás do elevador.

Você pode olhar no Google os quartos novos, inspirados em princesas Disney, principalmente a Tiana.

Eles são estruturalmente idênticos, porém muito coloridos e com uns painéis digitais na parede, o que acaba deixando o quarto menor e aparentemente cheio demais. Eu curto muito essa ambientação rural e adoro o aproveitamento do quarto: dá para colocar quatro malas no chão sem nenhum esforço.

O quarto visto do banheiro…

… e a mesinha com duas cadeiras

Repelente gratuito!

Região do banheiro: notem que são duas pias na parte externa do toalete, o que é ótimo!

Partiu sair do quarto e andar um pouquinho pelo hotel!

Infelizmente dei mole e não fotografei a região da piscina, que é linda: chamada de Ol’ Man Island ela tem ofurô e uma piscina para crianças que parece piscina para adultos, com moinho d’água e aquela ambientação que os pais geralmente gostam mais do que os meninos.

Saindo do meu quarto e indo em direção à recepção/praça de alimentação do Port Orleans Riverside:

Caminhando em direção a ponte…

Esse rio é o Sassagoula, que além de ser um charme ainda possibilita um outro meio de transporte para quem se hospeda no Riverside: os barquinhos saem do hotel a cada vinte minutos e passam pelo French Quarter, pelo Treehouse Villas do Saratoga Springs (mas não para, só passa) e chega em Disney Springs.

Tanto os barquinhos quanto os ônibus chegam na mesma região de Disney Springs, então fica a seu critério qual deles pegar, não tem nenhum que seja mais rápido ou prático do que o outro.

Depois tem essa segunda ponte para chegar ali no moinho, onde fica a praça de alimentação, o restaurante e a recepção…

Olha eu atravessando a ponte e quase tampando o ponto de parada dos barquinhos

Dentro desse prédio principal é tudo interligado, a gente pode entrar em qualquer uma dessas portas e atravessar todos os ambientes, mas por ordem em que aparecem a medida que fui andando é praça de alimentação; que eles chamam de The Riverside Mill, restaurante; o delicioso Boatwright’s Dining Hall, piano bar; o animadíssimo River Roost, e recepção.

Sempre fecho minha viagem com a sopa de cebola do Boatwright’s Dining Hall e um filé acompanhado por purê de batatas!

Eu sou apaixonado com esse restaurante! Sopa de cebola deliciosa, purê de batatas também!

Na verdade esqueci de comentar que antes da recepção tem a famosa Fulton’s General House, o que os meninos geralmente chamam de “a lojinha do hotel”.

O único objetivo desse lugar é fazer você gastar tudo que conseguiu economizar até então:

Fim! Eu adoro o Port Orleans Riverside e acho um dos hotéis mais charmosos e agradáveis de Orlando. Você já ficou no Riverside ou French Quarter? Gostou da experiência? Quem quiser ler sobre outros hotéis da Disney cliquem nesses links:

+ Conheça o Disney’s All-Star Music

+ Conheça Walt Disney World Dolphin Hotel

Outras dicas do blog para programar a sua viagem:

  Já sabe onde ficar em Orlando? Fiz uma lista de opções nos arredores da Disney. Leia também todas as minhas experiências relacionadas a hospedagem em Orlando.

  Já contratou o seu seguro médico de viagem? Eu gosto da World Nomads, uma empresa australiana que cota em reais e oferece a maior cobertura que conheço pelo menor preço. Cote também nas melhores empresas nacionais de uma só vez pelo Seguros Promo.

  Você consegue viajar sem celular? Não deixe de sair do Brasil já com o seu chip de celular internacional com internet ilimitada. Se tiver alguma dúvida, entre em contato comigo!

  Para alugar carro nos Estados Unidos pelo menor preço pesquise em todas as locadoras de uma só vez através da Rent Cars. Eles possuem escritório no Brasil com atendimento em português e dividem em até 12x no cartão ou com desconto no boleto.


Sobre

Sou mineiro de Belo Horizonte, onde nasci e moro. Sou jornalista, trabalhei com assessoria de comunicação e fui repórter de turismo. Nem toda viagem é trabalho, mas depois do blog todo trabalho virou viagem! Sou @rodeiviagens no Insta.


'Conheça o Disney’s Port Orleans Riverside' tem 1 comentário

  1. 16 de April de 2017 @ 0:04 Jorge Campos

    Acho o French Quarters mais romântico e com um tratamento melhor. Sobre os serviços vc pode solicitar no concierge que eles trazem até vc.

    Responder


Gostaria de deixar um comentário?

Seu endereço de email não será publicado.

*

Rodei Viagens 2010 - 2017. Todos os direitos reservados. Termos de uso e política de comentários. Colabore com o blog!