7 pontos turísticos em Melbourne que merecem selfies

Demorei a escrever esse post, mas finalmente foi! Essa é uma ótima forma de conhecer Melbourne, passeando por alguns dos lugares mais famosos da cidade. Então, com vocês…

7 pontos turísticos em Melbourne

Onde tirar as melhores fotos em Melbourne

  • Federation Square

É impossível imaginar Melbourne sem Federation Square. Fed é uma praça todo moderninha comandada por uma junta cultural que manda muito bem nos eventos – sério, são quase 2 mil por ano, uma média de cinco eventos por dia!

Federation Square é enorme e ocupa todo o quarteirão – quarteirão coberto por granito australiano, diga-se de passagem, cor de terra. Sei que existem altas coisas para se fazer ali, mas eu só conheci o museu da imagem em movimento.

Melbourne-Federation-Square-e-Flinders-Station-07

Melbourne-Federation-Square-e-Flinders-Station-08

Fed Square consegue comportar 10 mil pessoas ao mesmo tempo, e por estar ao lado da Flinders Station ela acaba sendo o ponto de encontro oficial da cidade: fica bem no meio de tudo, inclusive serve como ponto de partida para as outras seis atrações da lista.

Para rodar mais por Fed Square: fedsquare.com e timeoutfedsquare.com.au, cheios de dicas de onde comer e beber. Ahm, o centro de informações ao turista fica ali também.

Já sabe onde ficar em Melbourne? Fiquei em um apartamento com cozinha completa super bem localizado!

Já contratou o seu seguro de viagem? Conheça o buscador Seguros Promo e ganhe 5% de desconto através do link!

  • Flinders Station

É a principal estação de trens de Melbourne, fica exatamente no fim da Swanston Street e no meio da Flinders, a rua que vai do Fitzroy Gardens ao aquário e do aquário para o outlet DFO passando pela ponte Charles.

Flinders_st_station

Imagem de Adam J. W. C. Todos os direitos reservados

É uma estação histórica, construída em 1854 e com quatorze plataformas – sim, ela é enorme! Na Flinders é possível fazer todas as conexões da cidade, inclusive intermunicipais. Quem mora em Melbourne ou trabalha e estuda no centro em algum momento irá ouvir I’ll meet you under the clocks, que é quase um bordão local – e significa exatamente isso: te encontro embaixo dos relógios da entrada principal, por onde passam quase 120 mil pessoas todos os dias.

Melbourne-Dumb-ways-to-die-02

Dentro da Flinders a gente encontra o painel com os monstrinhos de Dumb ways to die. Eles foram criados para ser uma simples campanha de conscientização em prol da segurança em estações de trem e acabaram ficando famosos em todo o mundo.

  • Fitzroy Gardens

Esse é um dos dois lugares que mais gosto – é que na maior parte das vezes o Royal Botanic, do outro lado do rio Yarra, acaba levando todo o mérito pela beleza natural do centro, mas o Fitzroy Gardens é uma versão menor e mais charmosa.

Melbourne-Fitzroy-Gardens-01

Além das vistas lindas para os prédios do centro, os jardins de Fitzroy tem outras duas atrações famosas: a antiga casa dos pais do capitão Cook, o sujeito que descobriu o continente australiano, e o Conservatory, uma estufa bem bacana de se conhecer.

Melbourne-Fitzroy-Gardens-04

Melbourne-Fitzroy-Gardens-06

Sim, esse casebre atravessou o mar e veio lá da Inglaterra, é mole? Juro, pode jogar no Google se não acredita em mim: veio de navio, a viagem durou uma semana.

Melbourne-Fitzroy-Gardens-13

Esse é o Conservatory visto por dentro – e esse sou eu com cara de bobo. O legal é que a entrada é gratuita, diferente de Cooks Cottage onde a entrada é paga – apesar do preço ser irrisório a fila é enorme, e é fila indiana do início ao fim em trajeto linear.

7 pontos turísticos em Melbourne para conhecer em um dia de passeio

  • Royal Botanic Gardens

Royal Botanic Gardens fica realmente grande quando a gente acrescenta os outros três parques menores ao longo da St Kilda Road que, juntos, formam o que a gente acaba chamando de Royal Botanic Gardens: Kings Domain, Alexandra Gardens e Queen Victoria Gardens.

7 pontos turísticos em Melbourne para conhecer em um dia de passeio

  • Shrine of Remembrance

Shrine of Remembrance, ou “santuário da lembrança” para os gringos com língua presa, faz parte de Kings Domain, então teoricamente você já não está mais no Royal Botanic Garden – e olha que lugar incrível esse:

Melbourne-Royal-Botanic-Gardens-16

Um memorial todo em granito no meio de um paraíso verde foi construído em homenagem aos homens e mulheres que serviram durante a Primeira Guerra, mas hoje ele presta homenagem a todos australianos que já foram mortos em serviço:

7 pontos turísticos em Melbourne para conhecer em um dia de passeio

Esse foi um dos lugares que mais gostei de conhecer em Melbourne, senti uma sensação muito gostosa lá dentro! E o lugar é realmente de cair o queixo: fica bem no meio do verde, e a gente vai se aproximando por um corredor enorme até chegar na entrada principal – que é gratuita, da para entrar e subir lá em cima sem gastar nada.

Ahm, lá dentro tem o “mármore da lembrança” com a frase “greater love hath no man”, que é um trecho do versículo bíblico “greater love hath no man than this, that a man lay down his life for his friend”, algo como não existe amor maior do que morrer por um amigo, e ver isso ali, embaixo da “cúpula”, é de arrepiar!

  • Southgate

Na verdade estamos falando sobre Southbank, que é um distrito de Melbourne. Southgate é só essa parte cultural a beira-rio, um “calçadão” cheio de opções de onde comer, beber e fazer as suas selfies com o Yarra ao fundo:

Melbourne-Southgate-e-South-Wharf-08

Southgate Promenade tem várias opções de lazer, depois dá uma olhada em southgatemelbourne.com.au

Melbourne-Southgate-e-South-Wharf-11

E na Southgate Footbridge o pessoal coloca seus love locks…

  • South Wharf

Então… Não tem muito o que fazer por aqui, só caminhar, principalmente se o dia estiver bonito – tem pouco tempo que a prefeitura decidiu fazer um segundo distrito logo depois do Crown, o cassino que marca o fim de Southgate:

7 pontos turísticos em Melbourne para conhecer em um dia de passeio

Tem uns três ou quatro bares e restaurantes em South Warf, mas de forma geral é uma região estritamente residencial – com certeza esses prédios envidraçados da foto tem algum tipo de atração, mas olha o tempo como estava, passei batido por todos.

Bem, só dei uma entradinha no DFO, o outlet de Melbourne, porque ninguém é de ferro.

Para rodar mais por South Wharf: southwharfpromenade.com.au

Outras dicas do blog para programar a sua viagem:

  Já sabe onde ficar em Melbourne? Fiz duas listas com as melhores opções de onde ficar nos arredores da Flinders Station, para quem curte cidade, e em St Kilda, para quem curte praia. Eu fiquei no Somerset e recomendo!

  Já contratou o seguro de viagem? Viajar com seguro é essencial! O buscador Seguros Promo é parceiro do blog e oferece 5% de desconto para leitores, além de parcelar em até 12x no cartão. Se tiver alguma dúvida, fale comigo!

  Você consegue viajar sem celular? Não deixe de sair do Brasil já com o seu chip de celular internacional com internet ilimitada – o frete é por minha conta! Se tiver alguma dúvida, entre em contato comigo.

  Para alugar carro na Austrália pelo menor preço pesquise em todas as locadoras de uma só vez através da Rent Cars. Eles possuem escritório no Brasil com atendimento em português e dividem em até 12x no cartão ou com desconto no boleto.


Sobre

Sou mineiro de Belo Horizonte, onde nasci e moro. Sou jornalista, trabalhei com assessoria de comunicação e fui repórter de turismo. Nem toda viagem é trabalho, mas depois do blog todo trabalho virou viagem! Sou @rodeiviagens no Insta.


'7 pontos turísticos em Melbourne que merecem selfies' não tem comentários

Seja o primeiro a comentar este post!

Gostaria de deixar um comentário?

Seu endereço de email não será publicado.

*

Rodei Viagens 2010 - 2018. Todos os direitos reservados. Colabore com o blog! | Orgulhosamente hosted pelo DreamHost