Que moeda levar, em que formato e de que forma

Atualizado em 30 de novembro de 2017 por Thiago Khoury

Update: 20 de março de 2017

Se existisse uma única moeda mundial a vida seria muito mais simples e barata, mas infelizmente as coisas não funcionam assim – existem três grandes moedas que todo apaixonado por viagens um dia ainda vai acabar conhecendo: a libra esterlina, o euro e o dólar americano.

Atualmente a moeda mais valorizada é a libra esterlina: ela é aceita em todo o Reino Unido e é considerada uma das melhores moedas para investimento. O euro também não fica atrás: sua maior vantagem é ser aceito em 19 dos 28 países da União Europeia. O dólar americano já não é um grande investimento, mas ele ainda é reconhecido e aceito em quase todo lugar do mundo, até pelo moço do mate em Copacabana.

Por @lackingfocus

Principais defeitos de cada uma dessas três moedas: a libra é cara, as maiores notas de euro raramente são aceitas no dia a dia e o dólar tem sido uma montanha-russa para quem pensa em investir ou comprar grandes quantidades.

Dito isso, decida qual moeda levar de acordo com o destino da próxima viagem e evite fazer conversões. Usar real para comprar euro e depois transformar em dólar fará você perder dinheiro durante as conversões.

Como transportar dinheiro em viagens

Apesar de existirem várias formas de se gastar nem sempre a gente pensa em como transportar a grana. Por isso, independente da moeda escolhida, use um cinto porta dólar para viajar despreocupado. Eles são confortáveis, discretos e extremamente seguros.

Caso você escolha um cartão pré-pago não deixe de acompanhar as transações na internet e tirar cópia dos cartões para usar em caso de perda ou roubo. Seja organizado e esteja sempre preparado.

  • Lembre-se de levar moeda local

É muito cômodo levar cartões de crédito ou débito, mas nada jamais substituirá o bom e velho cash: ele é o único que terá sempre garantia total de aceitação onde quer que você esteja.

Quando é impossível conseguir a moeda local com antecedência vale ter uma moeda maior para trocar assim que chegar ao destino final, mesmo que a cotação não seja a mais favorável.

Por @roby72

  • Usufrua da comodidade de um cartão pré-pago

Os cartões pré-pagos de viagem são feitos de forma muito simples e rápida, mas já não são tão atraentes como eram no passado: agora eles possuem o mesmo IOF do cartão de crédito, 6,38%, raramente são nominais ou possuem chip. O único real benefício em relação ao dinheiro é a segurança de poder cancelá-lo em caso de perda, ou, em relação ao cartão de crédito, não ter que arcar com eventuais oscilações de câmbio.

Com o acréscimo de duas taxas extras você também pode realizar saques em caixas eletrônicos. Assim como o cartão de crédito eles possuem bandeiras amplamente aceitas no exterior e mesmo que você esteja em países que possuam uma moeda vigente diferente da do cartão o valor será automaticamente convertido no ato da compra ou saque.

Caso você volte para o Brasil com saldo no cartão basta retornar ao banco ou casa de câmbio para vender o valor restante, ou guardá-lo para uma próxima viagem.

Existem vários bancos, corretoras e agências de turismo onde você pode fazer o seu cartão pré-pago, mas eu dou preferência para o pré-pago que é vendido pelo banco da qual sou correntista porque assim tenho acesso a ele usando minha poupança e conta corrente.

[adrotate banner=”29″]

10 comentários sobre “Que moeda levar, em que formato e de que forma

  1. Oi, Thiago. Gostaria de te parabenizar pelo excelente trabalho do blog e tirar uma dúvida.
    Já comprei a maioria dos dólares que vou levar pra minha viagem, porém não tenho ainda uma previsão de data dessa viagem. Corre algum risco dessas notas “vencerem”?

  2. Thiago,
    primeiro quero lhe parabenizar pelo blog, pelos seus posts e dicas!!
    Nem todos os blogueiros, pensam que a maior parte dos usuários, acessam esse tipo de conteúdo, para se informar sobre futuras viagens. Nesse sentido, seu blog é totalmente esclarecedor!! Você se coloca nos nosso lugar e faz uma opção de guias.
    Comecei a acessar pouco antes de começar a planejar minha viagem que acontece em Abril e gostaria de saber se pode me dar “mais” uma ajuda?! Estamos indo eu e minha esposa com passagens de avião e estadia pagas. Iremos para Barcelona(3 dias),Roma(3 dias), Florença (1 dia), Veneza (2 dias), Paris(3 dias) e Madrid(1 dia). Ficaremos 13 dias no total e queriamos saber quanto devemos levar em R$. Quanto devemos gastar por dia, por pessoa?! A maior parte dos hotéis oferecem café, no almoço, não nos importamos em recorrer à supermercados ou mesmo a fast-foods, se preciso. Nossa prioridade é tomar uma cerveja e petiscar(barcelona)e nos demais lugares beber um vinho e comer, mas nada muito caro.
    Pretendemos comprar os passaportes que dão direito aos ônibus e alguns pontos turísticos. Enfim…
    Quanto devemos levar por pessoa?! Trocamos aqui e levamos em “Cash”?!

    Desde já agradeço a atenção, e sucesso na sua empreeitada!!
    Abraço!!

    • Oi Felipe, infelizmente é difícil ajudar com relação a quantidade de grana, o bom seria levar aquilo que tem. Eu jamais faria uma viagame com menos de 50 euros por dia, mas tem gente que viaja com a metade disso.

  3. Opa Thiago!
    Já acompanho a algum tempo seu blog e está de parabens!
    Tô com duvida em relação ao dinheiro para se levar ao mexico, se é melhor um cartão pré-pago em dolár, cartão brasileiro internacional ou o dinheiro em especie? O medo que tenho do cartão prepago seriam taxas extras por sacar em peso e não dolar, o que fazer ?

  4. Ola, boa tarde!!

    Adorei as dicas, parabéns pelo blog, gostaria de pedir uma informação em Miami , qual a bandeira mais aceita Visa ou Master?? Se puder ajudar agradeço.

    Abraços,

  5. Oi Thiago!

    Parabéns pelo seu blog!
    Já fizemos muitas viagens parecidas em nossas vidas, e adorei suas dicas, sendo que daria muitas das mesmas! Mesmo que eu geralmente viajo acompanhada!
    Uma dica que eu queria dar, caso vc ainda não saiba. Você já ouviu falar da Passagem de Volta ao Mundo? Senão, pesquise sobre o assunto! São 10 países em até 12 meses por um preço que você não vai acreditar! Conheço uma pessoa que já fez duas vezes e dá muito certo!

    Marina

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.

*