Porque você deve escolher bem o host do seu blog

Atualizado em 22 de agosto de 2018 por Thiago Khoury

Pessoal, decidi dar um pulinho aqui para explicar o que aconteceu com o blog nos últimos dias.

Bem, quando alguém decide criar um blog, como eu, um mundo de informações e mídias, muitas mídias, são depositadas em um endereço eletrônico que não está disponível aqui, no meu computador, mas em um lugar desconhecido que permite com que tudo isso fique disponível para todos.

Esse lugar é o que chamamos de host ou serviço de hospedagem em português – pronto, isso é tudo que sei sobre o desconhecido mundo da hospedagem.

Sou jornalista, entendo de destinos, me pergunte apenas onde devo colocar a vírgula, mas não espere que eu saiba muito mais sobre hospedagem de sites, registro de domínio, redirecionamento de dns…

Na semana passada meu blog teve um pico de acessos fora do comum e saiu do ar. Tudo bem, descobri que isso poderia acontecer: um amigo me disse que eu pagava por um servidor compartilhado e quem pretende receber um número grande de visitas deveria pagar por um servidor dedicado.

Tudo bem, eu pago, mas me ajuda a resolver o primeiro problema antes? Eu preciso voltar para o ar.

O pessoal da Kinghost hospedou o meu blog desde o início, há mais de quatro anos. Eles me ligaram na quinta-feira passada dizendo que o Rodei tinha sido bloqueado porque estava “utilizando recursos em excesso”.

– Mas que foi que eu fiz de errado?

Ele me disse que eu deveria “fazer uma revisão minuciosa” em minha programação para tentar identificar “loops” ou “rotinas” que pudessem estar exigindo mais do serviço pela qual eu estava pagando nos últimos quatro anos.

– E como que eu faço isso?

Ele disse que somente o acesso web se encontrava bloqueado e que o acesso ao FTP permanecia acessível de modo que os ajustes necessários pudessem ser realizados.

– Jesus… Será que isso não foi algum artigo que viralizou não, heim?

Ele disse que não acreditava que pudesse ser isso, mas que conseguia identificar uma origem para o problema: o post Mochilão na Europa passo a passo, justamente o que minha amiga Claudia tinha anunciado no Face do Aprendiz alguns minutos antes – o que tinha gerado mais de 3 mil curtidas, 400 comentários, 900 compartilhamentos e um alcance orgânico de milhares e milhares de pessoas (em menos de 20 minutos).

– Não bobo, imagina…

Depois disso começou a guerra fria.

Eles disseram que “após as otimizações serem efetuadas” e depois que eu detalhasse quais foram as medidas adotadas por mim eles “verificariam a viabilidade da liberação”.

Eu precisava escutar pelo menos três vezes o que ele dizia para tentar entender e responder algo que foi resumido em:

– Não existe nenhuma medida a ser tomada por mim, foi um pico de acesso por causa de uma chamada no Face e, como todo pico de acesso, ele tem vida curta.

Com aquele jeitinho de quem lava as mãos e tira o corpo fora, recebi um “cientes, porém conforme informado, devido o alto consumo existente pelo mesmo, não será possível a liberação até que a otimização informada esteja concluída”.

Que otimização é essa meu pai? O engraçado é que estou há quatro anos no ar e já tive picos de audiência tão grandes como esse, diversas vezes, e até então isso nunca tinha acontecido.

Perguntei então quanto seria para adquirir uma opção dedicada. Eles tentaram me explicar as mil opções que estavam disponíveis – nenhuma por menos de 700 reais por mês.

Enfim às 17:30 da mesma quinta-feira eu tinha solicitado que liberassem o ip do meu programador para que ele pudesse trabalhar, mandei cinco mensagens cobrando a liberação que só foi feita às 10 da manhã do dia seguinte, sexta-feira.

No início da tarde de sexta e com o aval do programador eu disse que tudo tinha sido sistematicamente analisado por ele e que a única explicação para aquela visitação “anormal” tinha sido uma indicação no Face.

Eis que a resposta só veio no sábado, às 8:30: “conforme seu retorno, seguiremos monitorando o seu domínio, logo lhe daremos retorno neste chamado”.

E o “monitoramento” se encerrou no domingo, às 9 da manhã: “o acesso já encontra-se liberado, caso tenha dificuldades no acesso nos informe o erro encontrado para analise”.

A importância de escolher bem o host do seu blog

Se você é um programador e manja muito do assunto, maravilha, você saberá exatamente o que fazer e com quem trabalhar.

Se você é um jornalista, dentista, arquiteto ou qualquer outra coisa que não tenha tido nenhum contato com a palavra “dns” na faculdade minha dica é: pesquise muito antes de escolher um host, são eles que terão domínio sobre o seu blog.

O pessoal da Kinghost deixou um cliente de quase cinco anos na mão na hora em que ele mais precisou. Não sei o que são “loops” e “rotinas”, da mesma forma que eu duvido que eles saibam a diferença entre um passe europeu global e seletivo.

Ficar três dias fora do ar pode acarretar diversos problemas e levar por terra um trabalho que começou em abril de 2010 – e disso eles sabem mais do que eu.

Enfim, procure e pesquise todas as possibilidades antes de escolher um host para o seu blog. Escolha uma empresa que defenda o seu trabalho e se importe com ele. Escolha uma empresa que te trate como jornalista, dentista, arquiteto, mas nunca como profissional de TI.

Bem, a não ser que você seja um.

Update: opa, sem esquecer que em abril o blog foi invadido e, claro, de acordo com a Kinghost a culpa era minha e eles não podiam fazer absolutamente nada por isso. E sim, agora Rodei está hospedado em outro lugar.

[adrotate banner=”57″]

12 comentários sobre “Porque você deve escolher bem o host do seu blog

  1. Deixa eu te fazer uma pergunta: Gostaria de saber por quê você não adicionou o dominio “rodei.com” ao seu blog? Digo isso porque queria ler algo no seu blog e não lembrei na hora se era “rodei.com” ou “rodei.com.br” na dúvida digitei “rodei.com” e fui para uma página nada haver com seu blog. Tenho acompanhado o desenvolvimento do seu blog,mas cara resolve isso, pois se não vai perder visitantes. Eu estou criando um blog e a primeira coisa que fiz foi comprar os dominios: .com e .com.br para o meu blog e futuramente pretendo comprar outros dominios relacionados. Boa sorte!!!

  2. Oi! Que barra hein.. acho extremamente impossível aprender essas coisas de TI e programação. É simplesmente mais do que a minha cabeça suporta.. hehe

    Você poderia nos dizer qual é o seu novo host e se está gostando?

  3. Poxa Thiago, ainda bem que conseguiu resolver, mesmo depois de tantos contratempos.
    Acompanhei pelo face seu problema, mas não tinha ideia desses detalhes.
    Eu acho que ia até começar a chorar se me fizessem essas perguntas. É outra língua!

    Sucesso na nova hospedagem! :)

  4. Poxa, cara… Que barra. Me lembro de quando fui invadido por um vírus e tive que ficar tentando aprender em 24h, todo esse jargão de especialista! Horas e horas lendo e assistindo tutoriais, para no fim descobrir que bastava trocar todas as senhas… Se bem que, para o bem ou para o mal, continuo adorando a campanha #claudiaderrubameublog Tomara que, na próxima, nada disso aconteça de novo. Abração, brother!

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.

*