Um roteiro de duas noites em Bruxelas

Esse é um roteiro muito prático para quem quer dar uma caminhada completa por Bruxelas e não tem muito tempo na cidade. Ele foi feito partindo todos os dias da Place Rouppe, uma praça em frente minha dica de hospedagem econômica em Bruxelas.

Bruxelas é uma cidade pequena onde grande parte das atrações pode ser vista a bordo de um double decker em um tour de 24 horas. No meu quarto dia na cidade, quando eu já não tinha o que fazer por ali, usei o City Sightseeing Tours que é o mais barato de Bruxelas e de quebra ainda gera desconto na entrada do Atomium.

Bares da Bouchers por @petergutierrez

Não que você precise de quatro dias na cidade, mas por outro lado em uma única manhã e tarde o máximo que se pode fazer é passar pelas principais atrações do alto de um double decker. Para quem tem dois dias em Bruxelas e prefere caminhar por conta própria essa é a melhor forma de conhecer a capital da Bélgica:

Um roteiro de duas noites em Bruxelas

Dia 1: Brussels for dummies

É comum hospedar-se próximo a Grand Place, por isso, basta caminhar até ela; mas se você decidiu seguir meu conselho e se hospedou em um dos hotéis da Place Rouppe, suba a Rue du Midi e vire à direita na Rue du Marché au Charbon para chegar até lá.

Na Grand Place o Hôtel de Ville ocupa toda a parte sudoeste da praça que é considerada a mais bonita da Europa, mas quem sou eu para julgar, né?

Continuando: do lado oposto ao Hôtel de Ville temos o La Maison Du Roi, o antigo presídio que abriga hoje o Musée de la Ville, que além de pinturas do século 19 exibe também alguns dos mais de 800 trajes confeccionados para cobrir o peladinho pela qual iremos passar no próximo parágrafo.

Então, basta deixar a Grand Place pela Rue de l’Etuve para passar pelo famoso menino-mijão, Manneken Pis, uma das réplicas mais famosas da Europa porque, sim, esse não é o original: o original foi roubado diversas vezes e severamente danificado, mas a réplica atual permanece intacta desde 1817.

Volte à praça para deixá-la pela saída oposta, passando pela loja da Godiva (não antes de experimentar um espetinho de morangos e chocolate): você verá a Rue du Marché aux Herbs cruzar a sua frente, mas antes de descê-la vamos subir mais um quarteirão para conhecer a Saint-Hubert, uma típica galeria francesa bem no centro de Bruxelas.

  • Atrações: Rue Neuve (e tudo que aparece pelo caminho)

Agora que você já conheceu os arredores da Grand Place é hora de descer a Rue du Marché aux Herbs ou a Rue des Bouchers em direção ao início da Rue Neuve.

Rue Neuve é conhecida por ter várias lojas famosas lado a lado, mas independente de suas pretensões de gasto é sempre um ótimo passeio. Você pode subi-la até alcançar o Jardin Botanique, só não deixe a Galeria Inno, a maior loja de departamento belga, passar despercebida.

Dia 2: o melhor de Bruxelas

Saindo da Grand Place é possível dar um pulinho na catedral antes de chegar ao Warandepark em 20 ou 30 minutos de caminhada. Eu só optei por colocar a estação central, ao lado da Grand Place, como porto de partida para que as linhas do mapa não se cruzassem e causassem confusão.

Cathédrale Saints Michel

Com relação a Cathédrale Saints Michel fica a dica desde já que, por dentro, ela não é das mais bonitas: foram tantos assaltos durante a Revolução Francesa que hoje as pessoas geralmente só passam pela porta e seguem em direção ao Palais Royal, em Warandepark.

O palácio é uma das residências oficiais da monarquia belga, mas é a menos utilizada por eles, na maior parte do ano fica vazio. Não tive a oportunidade de entrar e não existem informações oficiais de visitação na internet.

O acervo do museu de belas artes de Bruxelas é composto pelas peças em exibição no Musée d’Art Ancien e pelas peças do Musée d’Art Moderne, esse último construído no subsolo do primeiro.

Quem sai da Place Royale e desce a Rue de la Régence chega na bonitinha Place du Petit Sablon, a extremidade oposta da Place du Grand Sablon, um lugar delicioso para beber com amigos e curtir um people watching em grande estilo.

A impressão que tive quando passei pelo Parlamento é que estávamos em período de férias coletivas. Sem uma única alma andando pela rua consegui tirar todas as fotos que quis sem que eu aparecesse em nenhuma.

Confesso que não conheci o Parc du Cinquantenaire, passei apenas na calçada em frente a sua entrada principal, os arcos centrais que aparecem no primeiro post do blog.

Saindo das redondezas do Sablon dá para ir de ônibus para o miolinho entre o Parlamento e a parte de trás do Parc du Cinquantenaire, mas de metrô ou bonde é impossível fazer o trajeto sem baldeações.

A caminhada é longa, provavelmente mais de 30 minutos caminhando, mas apesar de acreditar que a gente faz isso sem perceber quando conhece uma cidade pela primeira vez minha sugestão é ir de Uber e voltar de metrô: pegue a linha 5 na estação Schuman e desça na Gare du Midi, pertinho da minha dica de hospedagem.

Dia 3: e a Bruxelas que vai além

Apesar de não ter entrado no Bruparck consegui ver as miniaturas de cidades europeias do alto do Atomium e agradeci cada minuto que não perdi ali.

O Atomium é legal mas não é nada de outro mundo, mas é verdade que ele tem uma arquitetura fantástica e ver a cidade lá de cima, em um dia de céu limpo!, deve ser sempre muito legal.

O problema de ambas as atrações, que estão lado a lado, é estarem relativamente distantes do centro e serem bem turistonas. Se você está a bordo de um double decker elas ficam mais prováveis, mas para quem fica na cidade três dias completos meu melhor conselho é embarcar em um trem para Brugges e curtir o melhor da Bélgica.

Para chegar ao Atomium de metrô, saia da Gare du Midi e faça o trajeto em apenas uma viagem ou parta da De Brouckère, próxima a Grand Place, para fazer o trajeto com uma baldeação.

Saindo da De Brouckère: pegue a linha 1 em direção a Gare de l’Ouest e desça na estação Beekkant. Pegue a linha 6 em direção a Roi Baudouin e desça na estação Heysel Heizal.

Saindo da Gare du Midi: pegue a linha 6 em direção a Roi Baudouin e desça na estação Heysel Heizal. A estação Heysel Heizal está a 500 metros da entrada do Atomium, na Boulevard du Centenaire.

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Outras dicas do blog para programar a sua viagem:

  Já sabe onde ficar em Bruxelas? Descobri o Motel One que é um super achado, para quem quer gastar pouco sem abrir mão de localização. Para quem pode gastar um pouco mais, selecionei as melhores opções da Grand Place.

  Já contratou o seguro de viagem? Seguro é obrigatório na Europa! O buscador Seguros Promo é parceiro do blog e oferece até 10% de desconto para nossos leitores, além de parcelar em até 12x no cartão. Se tiver alguma dúvida, fale comigo!

  Você consegue viajar sem celular? Não deixe de sair do Brasil já com o seu chip europeu com internet boa de verdade – e através do nosso link exclusivo você leva 10% de desconto! Se precisar, entre em contato comigo.

  Para alugar carro na Europa pelo menor preço pesquise em todas as locadoras de uma só vez através da Rent Cars. Eles possuem escritório no Brasil com atendimento em português e dividem em até 12x no cartão ou com desconto no boleto.

10 atraçoes bruxelas3 dias bruxelas3 dias em bruxelas4 dias em bruxelasatrações de bruxelasbruxelas 2 dias - roteirobruxelas comprasbruxelas conhecerbruxelas onde se hospedarbruxelas onibus turisticobruxelas pontos turisticosbruxelas roteirobruxelas turismocity tour bruxelas ônibuscity tour em bruxelascomendo barato em bruxelas. onde comer barato em bruxelascomer barato bruxelascomer em bruxelascomo chegar no atomium em bruxelas?conhecer bruxelas em um diadicas de compras em bruxelasdois dias em bruxelaslugares descolados em bruxelasmelhores lugares para comprar chocolates em bruxelaso melhor de bruxelaso que conhecer em bruxelaso que ver em bruxelaso que visitar em bruxelaso que visitar em bruxelas 24 horasonde comer bem e barato em bruxelasonde comer bruxelasonde comer em bruxelasonde ir bruxelasonde ir em bruxelasonibus city tour bruxelasonibus de turismo em bruxelasonibus turistico bruxelasonibus turistico em bruxelas bruxelas + roteiropontos turisticos bruxelaspontos turisticos bruxelas para jovenspontos turisticos de bruxelaspontos turisticos em bruxelasquantos dias em bruxelasrodando em bruxelasroteiro 2 dias bruxelasroteiro 3 dias bruxelasroteiro bruxelasroteiro bruxelas 2 diasroteiro bruxelas 3 diasroteiro de 1 dia em bruxelasroteiro de 3 dias em bruxelasroteiro de duas noites em bruxelasroteiro duas noites bruxelasroteiro para bruxelasroteiro três dias em bruxelastransporte público bruxelas
Comentários (10)
Adicionar comentário
  • Katarina

    Boa noite! Parabéns pelo blog, muito bom!!
    Vi que ha 2 roteiros por onde o ônibus de turismo passa. Não entendi se com o mesmo passe posso usar as 2 rotas ou se tenho que comprar um pra cada. Você saberia me dizer?
    Muito obrigada!

  • Sandra

    Boa tarde,

    Vou para Bruxelas em Março de 2015 com meu esposo, provavelmente ficaremos no mesmo hotel que vc ficou, por isso gostaria de saber qual a melhor opção para chegar do aeroporto de Bruxelas para este hotel, se é aconselhável pegar taxi ou trem/ metro?
    E de Amsterdã para Bruxelas, melhor ir de trem ou avião ?

    No aguardo, desde já obrigada!

    • Thiago Khoury

      Oi Sandra, geralmente é melhor fazer França, Bélgica e Holanda de trem. Para sair do aeroporto de Bruxelas você pode ir de trem (metrô) para as estações sul e central (a sul é a mais próxima da dica de hospedagem) ou de ônibus.

  • Daniel

    Bom, morei 5 anos na Bélgica, alguns anos em Bruxelas e outros em Dilbeck, uma vila agradável na região flamon bem pertinho de Bruxelas, uma dica de balada , já que vai ficar perto da grand place e a boate canoa quebrada,brasileira,fica bem atras da grand place, mas o que eu recomendo são uns pub que tem perto da estacão de brouckere, são mais agradáveis…
    Estou voltando em Bruxelas com um grupo de seis pessoas em setembro e nunca fiz esse roteiro com o double deck, tenho interesse, ja que meus parentes não conhecem Bruxelas!!
    Thiago, uma pergunta?como faco para contratar esse serviço, e na marche au herbes numero 82?todos os dias?aguardo respostas!!

    • Thiago Khoury

      Olá Daniel! Eu vi a Canoa quebrada sim, até tirei uma foto na porta, rs. Com relação ao ônibus, peguei na Centraal Station mesmo, você verá o guichê. Abraço

  • Lorena

    Thiago,

    Parabéns pelo blog, simplesmente INCRIVEL, muito bom mesmo! Acho que voce é um viajante do mesmo estilo que eu, adora fa\er as coisas por si só e andando…
    Eu vou pra Bruxelas em poucos dias e infelizmente mudaram a hora do meu voo, vou chegar segunda 18:20, ou seja, só umas 19:30 espero chegar no hotel… Vou com mais 4 amigas e consguimos um hotel com preco razoavel bem pertinho da Grand Place, tipo 1 quarteirao de distancia! Somos 5 entao saiu “barato”. Eu ia chegar as 14:15 e pretendia fazer esse roteiro ai do dia 1 que tu escreveu no primeiro dia (tarde/noite) e no segundo dia, na terca, eu ia fazer esse roteiro do dia 2 que vc escreveu. Na quarta irei a Brugge, ja ate comprei a passagem! Vou e volto no mesmo dia pra dormir em Bruxelas, no dia seguinte sigo para Amsterdam. Com isso, só vou ter 1 dia (terca) e a noite de segunda pra conhecer Bruxelas! O que voce recomenda? Que eu faca o roteiro do dia 2 na terca? Ai na segunda a noite vou so pra Grand Place mesmo? Aaaah, se tiver uma dica de balada agradeco! iauhaiuhaa
    Obrigada pela atencao!!
    Bjos

    • Thiago Khoury

      Xi, não tenho dica de balada não! Comece pelo segundo dia, pegue táxi, tente fazer tudo!

      • Lorena

        e um resteurante legal? :) Obrigada!

  • Weder

    Sinto uma enorme saudade de bruxellas , foi a melhor experiencia que tive neste onze anos de viviencia na europa !!

  • Douglas

    Salve, Thiago!

    Tava sentindo falta dos posts uai, Que bom que voltaram!
    Com essas descrições e dicas fica difícil escolher um local pra viajar…dá vontade de ir pra todos! Rs.

    Aquele abraço de sempre!