Para começar a rodar em Toronto: informações práticas

Atualizado em 25 de janeiro de 2021 por Thiago Khoury

Toronto é a maior cidade do Canadá, capital da província de Ontário e, que rufem os tambores, relativamente próxima de Nova York.

Não tem como falar de Toronto sem colocar Nova York no meio em algum momento: elas são realmente parecidas, mas Toronto é incomparavelmente menor e tem um gingado só seu.

Quase 10% da população canadense mora no perímetro urbano de Toronto, uma cidade cosmopolita que é capital cultural e financeira do país, tendo superado expectativas e ultrapassado Montreal, a antiga grande promessa canadense.

A nova prefeitura, em Nathan Phillip Square

Para começar a rodar em Toronto

Este post tem informações práticas sobre Toronto, inclusive clima, dinheiro e transporte público, mas antes quero deixar três posts essenciais para ajudar quem está planejando uma viagem ao Canadá:

Perguntas essenciais sobre o Canadá

Qual o melhor seguro de viagem para o Canadá?

Qual o melhor chip de viagem para o Canadá?

Como é o clima em Toronto

Toronto é uma das cidades canadenses mais tranquilas no inverno, mas não se deixe enganar: em Toronto neva, congela!

O lago Ontário e a latitude da cidade fazem de julho um mês não só quente como úmido, chuvoso e com os mais densos níveis de neblina causada pela poluição vinda dos Estados Unidos. Em setembro as temperaturas são mais agradáveis e a cidade transborda de famosos durante o Toronto International Film Festival.

Quanto gastar em Toronto

Em setembro de 2010 a Mercer divulgou uma lista com as cidades mais caras do mundo e Toronto ficou em oitavo lugar. Para criar a lista, uma variedade enorme de itens foram comparados, do litro de leite a entrada do cinema.

É comum comparar Toronto a Nova York por cada esquina que passamos: a gente compara ruas, transporte público, teatros e a grana que gastamos para usufruir de tudo isso, mas Nova York parece ter mais opções para quem quer economizar ao máximo.

Com hospedagem e passagens pagas, é impossível viajar com pelo menos 60 dólares por dia, isso partindo do pressuposto de que você não pretende fazer compras.

Depois dá uma olhada nessas dicas de como economizar em Toronto:

12 dicas bem econômicas para aproveitar Toronto: como economizar

Transporte público em Toronto: como funciona?

O transporte público de Toronto é muito eficiente, principalmente as linhas de metrô que chegam em quase todos os pontos turísticos da cidade.

Quando for impossível continuar o caminho pelo subsolo você não encontrará muita dificuldade para continuar de ônibus, é só ter acesso à internet e ficar de olho no Google Maps.

Toronto favorece quem gosta de andar a pé, principalmente se você estiver tentando economizar alguns trocados, mas sempre que for usar qualquer transporte que a cidade ofereça não se esqueça de (1) ter moedas (o troco nunca é devolvido) e, (2), caso se hospede na meiuca onde tudo acontece, compre tokens, as pequenas moedas que valem menos do que um passe único.

Lembre-se: investir em um passe semanal nem sempre é o melhor negócio.

Os principais bairros de Toronto: o que fazer e onde ficar

Onde se hospedar em Toronto

Antes da melhor dica de onde ficar em Toronto vem a melhor dica de como procurar por hospedagem em Toronto: fique o mais próximo possível de uma estação de metrô.

Conheça os arredores do cruzamento Yonge-Dundas (que é a localização dos sonhos) e evite hospedar-se na região da Jarvis Street.

Se o seu medo é gastar muito, deixo duas ótimas dicas desde já: não se deixe levar pelas redes hoteleiras mais famosas, preocupe-se com a localização e confira os preços antes de descartar possibilidades só porque aparentam ser caras demais – geralmente a gente se surpreende!

Onde ficar em Toronto: dicas de hotéis bem localizados

Entrada do Pantages em Downtown

Toronto é uma cidade segura

Toronto é uma cidade bem segura. E isso quem diz é o cara que olha com desconfiança a maior parte do tempo. Passei por baladas, restaurantes, atravessei viadutos completamente desertos depois da meia-noite e não vi uma única alma sequer.

Claro que ver um senhor vindo em nossa direção tarde da noite passando por baixo da The Gardiner já seria motivo para correr na direção contrária, mas, relaxa, de maneira geral o Canadá é extremamente seguro, de cabo a rabo.

O que fica mais deserto e potencialmente perigoso é essa região nos arredores da Jarvis Street, um antro de albergues com péssima reputação. Também não gosto da parte baixa do High Park próxima ao St Joseph’s Health Centre.

Comer e se divertir em Toronto

Existem ótimos restaurantes em Toronto, mas existem vários não mais do que razoáveis que oferecem ao menos um italiano ou uma salada decente.

Os pubs irlandeses seguem a receita à risca: comida gordurosa, muito molho e muita fritura – Financial District possui dois ou três muito bons!

Se você quer comer nos melhores lugares, sugiro os restaurantes de Yorkville: mesmo pagando um pouco mais, acredite, vale o investimento. Se quiser beber cerveja gelada enquanto belisca alguns snacks, sugiro a charmosa Queen Street East, em The Beach.

Harbourfront não serve nada que justifique a caminhada até lá, vale mais dar uma paradinha e comer algo no caminho.

Gosto de bater perna em Distillery District, um lugar com ares de Covent Garden sem passagem para carros. Bares com música e baladas ficam nos arredores de Entertainment District: procure pela King Street depois que ela passa pela Spadina.

Os principais bairros de Toronto: o que fazer e onde ficar

O famoso Brassaii em Entertainment District

Preciso dar gorjeta em Toronto?

A gorjeta mínima varia entre 15% e 20%. Se o serviço for ruim e você está insatisfeito a melhor maneira de demonstrar sua insatisfação é dando gorjetas entre 5% e 10% (acredite, funciona).

Como nos Estados Unidos, uma maneira bastante comum de dar gorjeta através do cartão de crédito é assinar o recibo do pagamento com o valor total e escrever, logo abaixo, o extra referente à gorjeta.

Pode parecer estranho para brasileiros desconfiados imaginar o restaurante debitando algum valor de nossas contas depois que deixamos o lugar, mas isso é bem comum e seguro.

No mais, lembre-se que taxistas geralmente recebem um valor arredondado e barmans cobram uma ou duas moedas antes de servi-lo, é a política do “no tip, no drink”.

E o turismo em Toronto, como é?

Existe uma coisa que aprendi com um doorman do hotel onde fiquei hospedado: na dúvida entre quais atrações da cidade conhecer, escolha as que são possíveis chegar de metrô.

Existem museus de ciência, fazendas e praias que parecem interessantes quando lemos a descrição na revista ou guia, mas se você precisa fazer mais de duas baldeações ou passar mais de uma hora dentro de um ônibus, acredite, não vale a pena.

5 melhores atrações pagas de Toronto: quais conhecer e quanto custam

7 motivos para conhecer Toronto Islands

As três linhas de metrô na cidade parecem pouco para a maior cidade do país, mas elas atendem a demanda muito bem e ainda funcionam em sintonia com ônibus e bondes: as estações são grandes, limpas e seguras.

Existe um passe turístico interessante para quem pretende conhecer pelo menos três das mais famosas atrações turísticas da cidade: CN Tower, Casa Loma e o Royal Ontario Museum, mas o CityPASS de Toronto inclui ainda o Ontario Science Centre e o Toronto Zoo.

Casala Loma, uma das atrações mais famosas do Canadá

As pessoas são educadas, a cidade é segura e existe entretenimento suficiente para mantê-lo ocupado por uma semana na cidade, principalmente quando você decide passear em cidades vizinhas, como conhecer Niagara Falls ou fazer compras em Vaughan.

Roteiro de cinco dias em Toronto

Bem-vindo a Toronto!

Toronto
Comentários (6)
Adicionar comentário
  • Alex

    De quando é o artigo? Toronto hoje está para o numero 60 do mundo em custo de vida, e não o 8 como falou.
    Rio de Janeiro, São Paulo e Brasília tem custo de vida muito mais alto nos índices atuais.

    • Thiago Khoury

      Olá Alex, a data aparece no cantinho superior esquerdo do post e também no link.

  • Lívia

    Oi pessoal!! Para quem já foi pra Toronto preciso de umas dicas quanto a hospedagem. Preciso da indocação de vcs de um albergue legal, tipo bem localizado e com boas instalações.. ahh e detalhe que não seja muito caro. Quem puder me ajudar, agradeço demais. Vou em maio, vai estar frio lá???
    Obrigada!!!!

  • Romeu

    Legal o post e gostaria de deixar uns comentários sobre a cidade! Passei 15 dias lá, entre junho e julho /09. O tempo muito agradável, sol o dia inteiro, CALOR DE MATAR! rs Foram ótimos dias para passear. Visitar as Toronto Islands nesse período é mto gostoso. Fiquei no Hostelling International Toronto (da rede HI hostel) localizado na 76 Church Street. Muito bem localizado e infraestrutura ótima! (não to puxando saco só pq minha irmã é chefe de recepção lá hein… quem for, fale com a Julia… )

    Com certeza passar um dia em Niagara é obrigatório. Conhecer a cidadezinha e as cataratas. No calor, os respingos de água ajudam a refrescar (um pouco).

    CN tower é mto interessante tbm, pisar no piso de vidro e olhar la pra baixo.. O pior são as crianças pulando no vidro, o que contribui na sensação de medo rs

    Bom, a cidade toda eu achei perfeita, mas no verão rs. Inverno congelando não é minha cara… Se puderem conhecer a cidade, eu aconselho!

    • Cintia

      Olá Romeu, nossa, depois de muitas buscas na internet consegui encontrar um comentário sobre o HI HOSTEL, pretendo ir ano que vem para Toronto estudar 1 Mês e quero muito ficar no HI Hostel exatamente onde você ficou. Gostaria de dicas, de como é a acomodação, os banheiros, quartos, penso em ficar em um quarto single, ainda estou pensando, além de ser bem perto daescola que eu pretendo fechar. Quanto você acha que ficaria o valor para um Mês? Tem alguma idéia? a época que eu vou é em agosto. Qualquer dica é muito valida para mim.
      Obrigada