12 formas de se apaixonar por Toronto

Atualizado em 25 de janeiro de 2021 por Thiago Khoury

O Canadá é apaixonante e não foi nenhum esforço sair de lá já pensando em voltar. Toda cidade tem o seu charme, mas fui notando pequenas coisinhas que me faziam apaixonar por Toronto a medida que eu caminhava por ela.

Sabe quando você atravessa a rua certa no momento certo? Quando se perde e descobre que era ali que você deveria ter ido desde o início?

Então, essa foram as doze pequenas bobagens que me fizeram querer voltar para Toronto o mais rápido possível:

Outras dicas essenciais para planejar uma viagem ao Canadá:

Perguntas essenciais sobre o Canadá

Qual o melhor seguro de viagem para o Canadá?

Qual o melhor chip de viagem para o Canadá?

Como se apaixonar por Toronto

  • Fotografe a escadaria em espiral da Art Gallery of Ontario

Os degraus em caracol no coração da galeria de Toronto são lindos e 100% instagramáveis. Não há nada mais torontiano do que olhá-los de perto, passar por eles ou vê-los através dos vidros do quinto andar da Art Gallery.

  • Passe pela Bloor tarde da noite

Atualização: infelizmente a Honest Ed’s fechou depois de quase 70 anos no mercado!

Ver o letreiro iluminado da Honest Ed’s é outra bobagem que dá aquela sensação gostosa de quem tem o passaporte carimbado.

12 formas de se apaixonar por Toronto: Honest Ed’s

  • Caminhe pelo High Park no início da manhã

E se você quiser fazer algo ainda mais certeiro, procure pela praça com um gramado ao centro e uma enorme maple leaf formada por flores vermelhas.

  • Suba a colina em direção a Casa Loma e olhe para trás

Sei que essa é uma dica para amolecer o coração de aquarianos, mas para quem desce na estação Dupont e sobe a Spadina, principalmente no fim da tarde, pare e olhe para trás: a CN Tower se destaca no skyline de Toronto.

  • Conheça a Queen Street West

Tenha um passeio sem sacolas nas mãos ou itens a serem conferidos – mas, caso você perceba a discreta Drake Scoops & Tees à sua direita, não deixe de experimentar o sorvete de limão com azeite de oliva.

  • Conheça a Queen Street East

Escolha qualquer um dos bares na principal rua de The Beach, sente em uma mesa na calçada pouco antes do anoitecer e peça o chope mais gelado da casa.

  • Compre um livro na Coles

Indigo Books & Music é uma grande rede de livrarias no país que possui diferentes lojas mais ou menos populares em cada região. De suas três marcas mais famosas, a Coles é a mais discreta delas e possui uma charmosa unidade poucos quarteirões em frente de seu bar predileto em Queen East.

  • Entre uma Shoppers sem a pretensão de passar horas e horas ali

Visitar uma mega unidade da maior rede de farmácias do Canadá não é um passeio apenas para hipocondríacos, é uma prova de resistência para quem acha que consegue ver todas aquelas coisas legais e desnecessárias sem voltar para casa com nenhuma delas.

  • Peça pizza pelo telefone

Chegou tarde e completamente exausto no hotel? Ligue para a Pizza Pizza e peça seu sabor predileto com… Que rufem os tambores… Molho “creamy garlic”. Acredite, seus fins de noite nunca mais serão os mesmos.

  • Perca-se pelo campus da University of Toronto

Conheça no Front Campus o prédio do Gerstein Science Information Centre ou vá ao Visitors Centre. Junte-se aos futuros calouros em uma visita guiada – existem várias ao longo do dia, principalmente durante as férias.

  • Tenha um fim de tarde em Toronto Islands

Não importa se você é do tipo Hanlan’s Point ou Centre Island, o mais importante aqui é por seus óculos de sol e curtir o rápido passeio até as ilhas.

  • Tenha uma noite agradável em Distillery District

Você pode aproveitar o distrito retrô de Toronto de diversas formas, seja passeando por exposições de artistas locais, almoçando em grande estilo, comprando na Lileo ou quebrando a cabeça imaginando como transportar para o Brasil os móveis em madeira da Akroyd, mas não deixe de comer os tarteletes da Brick Street Bakery.

E você, como você se apaixonou por Toronto?

12 formas de se apaixonar por Toronto: Distillery District

Toronto
Comentários (6)
Adicionar comentário
  • Eduardo

    Voces esqueceram de colocar para comer um Cinamon Rolls..isso eh bem canadense e é demais!! A melhor loja é a Cinabom e tem em várias estaçoes de metro!!!Tb faltou um joguinho do toronto Raptors e uma baladinha no barzinho brasileiro que agora me faltou o nome! Saudades demais de lá!!!!

  • Péricles

    Ah, comer poutine na Smokes Poutinerie (http://smokespoutinerie.com/) na Dundas E. em frente ao Filmores também foi importante para que eu me apaixonasse pela cidade.A vista a partir da colina em direção à casa Loma também é muito foda, e eu acrescentaria algo pessoal: andar pelo campus da York University (onde estudei!) e passar um final de tarde no Kensington Market (entre 2nd hand stores e pubs). Oh, Canada… Oh Canada!

    • Thiago Khoury

      Obrigado pela dica Péricles! A dica do Kensington Market apareceu em outro texto, não lembro exatamente qual. Oh, Canada! ;)

  • Paula

    Comer num Pizza Pizza em downtown também é muito bom ou então procurar um all you can eat japa por 10 dólares (o q não é difícil de achar)… Assim como perambular pelas ruas de Chinatown ou entender um pouco mais sobre a paixão canadense por hockey no Hockey Hall of Fame (http://deparaquedasaberto.wordpress.com/2011/12/26/19/).

    São muuuuuitas as razões! :)

  • Maíra

    Pode parecer coisa de turista farofeira, mas eu adoro adoro adoro a Dundas Square! Nada como ir ao cinema AMC logo em frente a praça e depois ir tomar um sorvete caminhando pela Yonge durante o fim da tarde! Também gosto muito do Queen’s Park, meu parque favorito na cidade, mas acho que isso está relacionado às experiências que lá tive, e não ao parque em si… Heheheh De qualquer jeito, para quem estiver na cidade com calma, vale a pena visitar! :D

  • Raquel Sampaio

    Faltou o Rogers Centre!