5 melhores formas de se comunicar sem falar a língua do lugar

Atualizado em 18 de fevereiro de 2019 por Thiago Khoury

Update: 15 de março de 2017

Em tempos de conectividade esse post virou coisa do passado: com um chip de celular com internet ilimitada a gente entra no Google e se vira em qualquer língua, em qualquer lugar.

Use um bloquinho. Caminhe com ele no bolso com as frases que você certamente usará durante a viagem. Entre várias, “por favor, me deixe em…” é essencial. As especiais são: “sou diabético”, “sou vegetariano” e “sou alérgico a…”.

Gesticule. Não sinta vergonha, você não foi o primeiro e dificilmente será o último a fazer mímica naquele dia. Moradores de grandes cidades turísticas são especialistas em “Imagem & Ação”, é impossível vencê-los!

Saiba e use as palavras de educação. Quando você não sabe dizer o que quer comer ou onde deseja chegar, nada melhor do que usar os bons modos. Qualquer um se torna prestativo quando um mímico utiliza um “bom dia senhor” na língua local acompanhado de um sorriso antes de começar a balançar os braços.

Brasileiro finge de bobo que é uma beleza…

Dicionário/tradutor em mãos. Um dicionário de bolso é milenar! Você não precisa saber a estruturação gramatical completa de uma frase em alemão se quiser chegar ao hospital mais próximo. Basta abrir o dicionário, apontar a palavra “krankenhaus” e fazer aquela tradicional cara de perdido.

Fale inglês. Inglês é a segunda ou terceira língua mais falada no mundo, mas é a única língua universal. Mesmo na Finlândia, onde placas e avisos dificilmente aparecem em outra língua, é impossível não encontrar alguém que fale inglês.

Leia também 5 velhas formas de se fazer novos amigos

Leia também 12 coisas que aprendi sobre viajar sozinho

7 comentários sobre “5 melhores formas de se comunicar sem falar a língua do lugar

  1. so um pitaco… na ultima dica, trocar “dinamarca” por “alemanha” ou “frança”…
    na Dinamarca, praticamente toda a populaçao fala ingles, ao contrario destes dois ultimos paises. (tive muita dificuldade em achar pessoas fluentes nestes, principalmente no primeiro)

    Abraço!

    • Rafitos, pode dar o seu pitaco sempre meu caro!

      Realmente, meu objetivo não era escrever Dinamarca, era escrever “Finlândia”. Dos países escandinavos, a Finlândia é famosa por não ter placas em inglês, apenas nas línguas oficias (sueco e finlandês, eu acho, certo?). Valeu, modificado no original!

  2. muito boas as dicas!! adoreeeei!
    vou pra Itália nas férias mas mesmo fazendo aula de italiano, sempre rola um embromation aqui e acolá! vou levar meu dicionário e meu bloquinho e me virar!!
    beijoooos

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.

*