12 coisas que aprendi sobre Seychelles

Foi uma viagem rápida, mas fiquei tão encantado com a oportunidade de conhecer um país tão diferente do resto do continente africano que comecei a ler e consumir o máximo de informações possíveis sobre Seychelles. Foi curto, mas foi intenso!

12 coisas que aprendi sobre Seychelles

Preciso fazer um adendo antes de começar a falar sobre as doze coisas que aprendi viajando para Seychelles: viajar com chip de celular internacional com internet ilimitada não é luxo, pelo contrário, é perrengue. Com acesso a internet ilimitada do celular sua viagem fica mais segura e você nunca fica na mão, principalmente em lugares com culturas tão diferentes como nas Ilhas da Baunilha.

Seychelles é um país

Seychelles é um país. Sempre pensei que Seychelles fosse uma ilha de Madagascar, mas não, é um país independente com o IDH mais alto do continente africano. Seychelles tem bandeira, hino, moeda e presidente democraticamente eleito. Brasileiros geralmente chegam em Seychelles de avião saindo de São Paulo em voos da Emirates, Etihad e Ethiopian com suas respectivas escalas em Dubai, Abu Dhabi e Addis Ababa.

Seychelles é um arquipélogo

Seychelles é um arquipélago com 115 ilhas. Mahé, Praslin e La Digue são as mais famosas, mas em quase todas as outras é possível chegar de barco – e eu digo quase porque muitas são exclusivas para hóspedes de determinados hotéis onde só se chega de helicóptero. O clima é ameno durante todo o ano, sendo que em um dia de muito calor a temperatura dificilmente passará dos 33o C.

Seychelles é uma das Ilhas da Baunilha

Seychelles e outros seis arquipélagos africanos formam um destino turístico conhecido como Ilhas da Baunilha, ou Vanilla Islands: Seychelles, Madagascar, Comores, Mayotte, Maurício, Ilha da Reunião e Maldivas. A melhor forma de passear entre esses arquipélagos é de avião, as distâncias são quase todas muito longas.

Não é necessário visto para visitar Seychelles

Você não precisa de visto para visitar Seychelles, aliás, Seychelles se orgulha de ser um país que recebe a todos sem distinção. O engraçado é que o pequeno aeroporto internacional de Seychelles recebe aviões enormes como o A380, a maior aeronave comercial do mundo.

Eden Island em Seychelles

Em um país tão pequeno onde muita gente que só se locomove de lancha…

Transporte público em Seychelles

… muita gente só se locomove de ônibus

50 centavos de dólar americano a passagem de ônibus

Como é e onde fica o aeroporto internacional de Seychelles?

O aeroporto internacional de Seychelles é pequeno e fica na ilha de Mahè, onde fiquei hospedado. Quando aterrissei naquele enorme A380 a sensação foi de ter chegado em uma rodoviária do interior de Minas. Descemos de escada acoplada e fomos caminhando pela pista até chegar na esteira de malas. Pegamos nossas malas e ali mesmo passamos pelo agente de imigração. O lugar é bem pequeno e não comporta a chegada de dois voos simultaneamente.

Logo depois de sair da área de desembarque a gente já está na rua – e é incrível sair de um aeroporto tão simples e dar de cara com uma enorme montanha coberta por uma mata densa e muito verde. Você irá lembrar dessas dicas quando for a sua hora de sair do aeroporto de Seychelles pela primeira vez.

Que moeda levar para Seychelles?

A moeda oficial de Seychelles é a rúpia de Seychelles. Sempre que você conseguir comprar 12 rúpias por um dólar você estará fazendo um bom negócio, mas caso consiga entre 12 e 15 rúpias estará fazendo um ótimo negócio! O mesmo com o euro: um euro compra 14 rúpias, mas caso consiga entre 15 e 18 rúpias comemore, esse é seu dia de sorte.

Como você não irá conseguir trocar os seus reais por rúpias de Seychelles no Brasil, minha dica é levar a moeda que você tem, seja dólar ou euro, e fazer a troca em Seychelles. Na saída do desembarque do aeroporto tem um quiosque de câmbio, foi onde fiz a minha primeira troca. Também comprei rúpias em um banco qualquer no centro de Victoria, mas a transação foi alguns centavos mais cara.

Lembrando que não existe limite proibitivo de rúpias de Seychelles ou outra moeda qualquer para entrar no país, mas você não pode sair de Seychelles com mais de 2 mil rúpias.

Passeando pelo marcado de Victoria em Mahè

Cartões de crédito são aceitos em Seychelles?

Cartões de crédito são amplamente aceitos em Seychelles. O meu conselho é não trocar muito dinheiro em Seychelles: troque uma quantia mínima e se precisar volte para trocar de novo. Como você está em um país com moeda desvalorizada e sem nenhuma serventia fora dali, use o cartão de crédito ou pague com dólares e euros nos estabelecimentos turísticos que os aceitem.

Qual língua se fala em Seychelles?

O inglês é a língua oficial de Seychelles, mas entre locais o que reina é o crioulo local, uma mistura de dialeto próprio, inglês e francês. O engraçado é que todas placas de rua, repartições públicas, escolas e informações oficiais são dadas em inglês perfeito, mas quando a gente conversa com locais (principalmente com quem não trabalha com turismo), a gente tem que ser o mais simples possível na escolha das palavras (pelo menos comigo, que os abordava em inglês. Não sei se é diferente com quem os aborda em francês).

Eles não falam o melhor inglês do mundo, mas são extremamente solícitos e disponíveis, além de sempre encontrarmos gringos, principalmente em Praslin e La Digue, que geralmente se ajudam.

La Digue em Seychelles

Uma barraquinha no paraíso de La Digue (por 50 rúpias!)

Seychelles é um país seguro?

Seychelles é um país seguro. Caminhei no centro de Victoria em Mahè tarde da noite e fui atrás de comida em lugares extremamente locais, onde não existia nenhuma marca conhecida, nem sequer Coca-Cola. Eu era claramente um forasteiro, e por isso era comum que algumas pessoas me olhassem, mas não me senti intimidado ou ameaçado em momento algum.

Também andei para cima e para baixo de ônibus e todos os trajetos foram muito seguros, inclusive carregando eletrônicos. Claro que o seguro morreu de velho e quanto menos sorte ao azar damos mais recordações incríveis colecionamos.

Uma única experiência estranha que tivemos foi no centro de Victoria, próximo ao estádio, quando um garoto de rua bem malandro, com um ótimo inglês e muito simpático, se ofereceu para nos levar em algum lugar que já não lembro qual. A moça da barraquinha que estava nos vendendo algo no alertou, disse que ele era esperto e estava ali todos os dias – mas convenhamos que ninguém precisaria ser alertado para saber que aquilo só podia dar merde, como diriam os franceses.

Como é o comércio de Seychelles?

O comércio de Seychelles é extremamente local: as marcas são locais, as roupas, os restaurantes… Em muitos lugares com serviço de mesa a gente pede um refrigerante de “Cola” e recebe Coca, mas geralmente nem isso a gente encontra. Olha esse biscoito da esquerda e me diz com qual ele se parece:

Comendo Cream-O em Seychelles

Como é o transporte público em Seychelles?

Em Seychelles tudo gira entorno do ônibus, que é bem frequente nas ilhas de Mahè e Praslin e custa 5 rúpias, ou seja, aproximadamente 50 centavos de dólar americano cada perna. Você paga em dinheiro trocado ao entrar e recebe um comprovante que precisa ser guardado durante o percurso. Entre nesse link para pesquisar rotas, horários e frequências, mas o melhor a fazer é perguntar para gringos, locais e para o pessoal do hotel onde você está hospedado. Essa é melhor forma de não entrar no ônibus errado e descer no lugar certo.

Devo alugar carro em Seychelles?

Sim, alugar carro em Seychelles é um bom negócio. A primeira impressão que tive foi, “não, de forma alguma!” porque as ladeiras são muito estreitas e sinuosas, mas com atenção redobrada alugar carro em Seychelles pode ser uma ótima pedida, até porque com uma corrida de táxi você paga a diária de um carro.

Outra coisa que pouca gente menciona é a frequência do ônibus: pode se perder horas para se deslocar entre praias, muitas vezes a gente espera entre 30 e 60 minutos até que chegue o próximo.

Outras dicas do blog para programar a sua viagem:

  Já sabe onde ficar em Seychelles? Selecionei as melhores opções nas ilhas Mahè e Praslin. Eu fiquei no Avani Barbarons que é lindo e barato!

  Já contratou o seu seguro de viagem? Cote as melhores opções de uma só vez pelo buscador do Seguros Promo que parcela em até 12x no cartão. Leitores do blog ainda levam 5% de desconto com o cupom RODEI5, aproveite!

  Você consegue viajar sem celular? Não deixe de sair do Brasil já com o seu chip de celular internacional com internet ilimitada. Se tiver alguma dúvida, entre em contato comigo!

  Para alugar carro na África pelo menor preço pesquise em todas as locadoras de uma só vez através da Rent Cars. Eles possuem escritório no Brasil com atendimento em português e dividem em até 12x no cartão ou no boleto com desconto.


Sobre

Sou mineiro de Belo Horizonte, onde nasci e moro. Sou jornalista, trabalhei com assessoria de comunicação e fui repórter de turismo. Nem toda viagem é trabalho, mas depois do blog todo trabalho virou viagem! Sou @rodeiviagens no Insta.


'12 coisas que aprendi sobre Seychelles' não tem comentários

Seja o primeiro a comentar este post!

Gostaria de deixar um comentário?

Seu endereço de email não será publicado.

*

Rodei Viagens 2010 - 2017. Todos os direitos reservados. Termos de uso e política de comentários. Colabore com o blog!