Meu primeiro jogo de baseball nos Estados Unidos – go Orioles, go!

Eu precisava de um empurrãozinho extra para transpor a barreira da preguiça e ir a uma partida de baseball nos Estados Unidos, um esporte da qual não entendo absolutamente nada!

O melhor empurrãozinho que você respeita foi dado pelo pessoal do Visit Baltimore que nos convidou para um dos jogos mais aguardados da temporada: Oriloes, o time da casa, contra os Yankees, o famoso time de Nova York. Foi um jogaço, não que eu tenha entendido algo, até porque continuo não entendendo nada, mas como todo jogo que envolve amor pelo esporte é impossível não se deixar levar pela alegria da torcida.

Orioles Park em Camden Yards: o estádio retrô

No caminho que leva as arquibancadas a gente encontra jogadores famosos homenageados

Dando uma espiadinha no gramado antes de entrar

Vou começar do início porque só assim consigo mostrar um pouquinho da sensação inédita que é assistir a um jogo de baseball nos Estados Unidos – mesmo que você não faça a menor ideia do que seja um jogo de baseball.

Oriole Park at Camden Yards, o estádio de baseball de Baltimore

Um estádio de baseball é um ballpark, mas não me pergunte por que. O que sei é que o ballpark dos Orioles, o time de Baltimore, é o Oriole Park at Camden Yards, mas as pessoas geralmente dizem Camden Yards. Eu não imaginava, até porque nunca conheci um ballpark tão bem localizado, que um estádio desse porte pudesse ficar no centro da cidade.

Isso faz parte do charme de Camden Yards, um dos poucos estádios construídos com o objetivo de ser nostálgico: saem as estruturas de aço e vidro e entram tijolos vermelhos, assentos verdes e estruturas de ferro a mostra.

Quando o jogo é ao pôr do sol o estádio fica dourado, é lindo!

O jogo não lotou, eu diria que três quartos dos assentos estavam ocupados, talvez por isso nem todos os corredores estivessem cheios

Para subir para os camarotes a gente vai de escada rolante, foi assim que consegui tirar essas fotos do alto

É tudo muito bem sinalizado…

… e não faltam banheiros pelo estádio!

Se você der uma olhadinha no meu post sobre a IPW17 irá perceber que o estádio do Nationals em Washington DC é completamente diferente: bem mais moderno e construído com o objetivo de servir para vários eventos especiais, não só jogos de baseball.

Já o Oriole Park foi feito exclusivamente para sediar jogos do Orioles. O estádio fica muito perto da minha dica de hotel econômico em Baltimore, que por sua vez fica no meio de tudo: uma caminhada do hotel ao estádio e do estádio a Inner Harbor não dura 20 minutos, tudo em linha reta.

É legal ver as pessoas caminhando até o estádio: todo mundo vestindo seus uniformes alaranjados e um ou outro com o azul dos Yankees. O que é ainda mais legal é ver os Yankees gritarem os seus gritos de guerra sem soar provocativo – sabe quando extravasar faz parte da diversão e todo mundo tem direito a ela? Deveria ser assim sempre, mas lá parece um direito conquistado.

É uma civilidade que impressiona viu: eles não gritam para atiçar nenhuma rivalidade, eles gritam para rir de si mesmos, é como se dissessem “olha eu aqui, sou um no meio de mil”, e todos riem e tiram fotos desses poucos “intrusos” no ninho.

Existem várias lojas e quiosques vendendo produtos licenciados

No mais, é comida de estádio: algodão doce, sorvete, cachorro quente, hambúrguer e…

… cerveja, muita cerveja!

Depois fui dar uma boa andada pelo estádio. Como eu ainda não conhecia o ballpark do Nationals em Washigton DC, passear pelo estádio de Baltimore foi uma experiência nova e inusitada: “que legal, ele é bem retrô”, “olha, ele não é grande” e “é muito fácil conseguir comida e bebida por aqui” foram as três coisas que repeti insistentemente. Coitado de quem estava comigo.

Assistindo um jogo de baseball nos Estados Unidos – de camarote!

Eu não tinha ideia de que assistiríamos ao jogo de um dos camarotes. Qualquer um pode alugar um camarote, que eles chamam de suites, uma experiência legal e exclusiva que pode acomodar entre 14 e 65 pessoas. Comida e bebida liberadas, estávamos exatamente em cima da arquibancada e tínhamos visão total do campo.

É impressionante como americano sabe montar um evento! No Brasil as empresas confiam no talento do brasileiro para manter uma festa acontecendo, e isso geralmente é o suficiente, mas nos Estados Unidos eles pensam um milhão de formas de manter o público entretido durante todo o jogo.

Se não Brasil a mãe do juiz é o suficiente para segurá-lo ali até o fim do jogo, nos Estados Unidos a cada dez minutos uma brincadeirinha interativa pipoca nos telões: corrida de salsichas da marca patrocinadora, brincadeira da bolinha escondida em um dos três copinhos, câmera do amor… Não consigo imaginar como seria um jogo sem a ajuda do telão!

Tudo que tem no estádio tinha ali, no camarote, só para nós: carne de porco de panela desfiada (pulled pork)…

Hambúrguer…

Pãozinho temperado e o famoso mac and cheese…

Salsicha e linguiça para cachorro quente…

Cerveja, vinho e espumante!

Quando começou a chover uns 50 voluntários apareceram no campo para cobrir a parte de saibro. Parece um balé, muito bem ensaiado, que cobriu e descobriu o saibro em segundos. E eles saíram do campo dançando, como se fosse parte do espetáculo.

Como eu disse, continuo não sabendo da missa o terço: depois de quase duas horas o jogo ainda não tinha terminado e eu resolvi sair à francesa. Estava cansado e não sabia quanto tempo aquilo poderia durar, mas enquanto estive lá torci para os Orioles como se eu fosse nascido e criado em Inner Harbor de Baltimore.

É completamente diferente a alegria americana da alegria brasileira em uma partida do time do coração, além do jogo ter um ar familiar inimaginável para quem frequenta estádios no Brasil: além da segurança antes, durante e depois do evento, as pessoas se permitem participar das brincadeiras propostas e a felicidade pessoal independe do resultado do jogo.

Calma, eu explico:

Os voluntários destampando o saibro depois de dois minutos de chuva

Torcedores levam os seus filhos para o estádio e isso é completamente seguro, não existe diferença entre “jogo tranquilo” e “dia de clássico”: jogos de baseball nos Estados Unidos são programas de família e não faz sentido deixar parte dela em casa.

Com relação as brincadeiras propostas, nos primeiros minutos chega a ser infantil imaginar 40 mil pessoas escolhendo uma salsicha no telão e torcer por ela em um passamento de intervalo, mas ninguém precisa de mais de alguns segundos para entrar na onda e descobrir o quanto pode ser divertido se divertir também.

Por último, assim que o jogo termina ou chega próximo disso, as pessoas começam a deixar o estádio e caminham pelas ruas tranquilamente independente do resulto. Sem correria, sem medo de cruzar com alguém do time adversário. Yankees e Orioles dividem os mesmos vagões de trem ou param nos mesmos sinais de pedestre a caminho dos bares de Inner Harbor.

Quero voltar outras vezes. Só não me faça perder tempo tentando me explicar como se joga.

Fim de noite no Orioles Park em Camden Yards

Para saber mais sobre o estádio de Camden Yards, sobre o Orioles ou para comprar ingressos ou reservar um camarote, clique aqui. Para saber onde fiquei hospedado leia sobre minha experiência no Days Inn Inner Harbor, um hotel econômico e super bem localizado a 3 minutos de caminhada do estádio.

Outras dicas do blog para ajudar a programar a sua viagem:

Já contratou o seu seguro médico de viagem? Conheça a World Nomads, uma empresa australiana com preços bem acessíveis e com a maior cobertura que conheço.

Já pensou em alugar carro nos Estados Unidos? Para alugar carro nos Estados Unidos pelo menor preço pesquise em todas as locadoras de uma só vez através da Rental Cars.

Para viajar com um chip pré-pago com ligação e internet ilimitados conheça Travel Mobile.

Se você gostou desse post, ele é uma das minhas dicas no Pinterest:


About

Sou mineiro de Belo Horizonte, onde nasci e moro. Sou jornalista, trabalhei com assessoria de comunicação e fui repórter de turismo. Nem toda viagem é trabalho, mas depois do blog todo trabalho virou viagem! Sou @rodeiviagens no Insta.


Busque o seu hotel pelo booking.com!


'Meu primeiro jogo de baseball nos Estados Unidos – go Orioles, go!' has no comments

Be the first to comment this post!

Would you like to share your thoughts?

Your email address will not be published.

*

Rodei Viagens 2010 - 2017. Todos os direitos reservados. Termos de uso e política de comentários. Colabore com o blog!