Castaway Cay: a ilha privativa da Disney nas Bahamas

Fico imaginando como deve ser a sensação de estar com as mãozinhas no parapeito lá de cima, no deck da piscina, quando o navio atraca em Castaway Cay, a ilha privativa da Disney nas Bahamas. Só de imaginar eu arrepio: não tem sensação igual a de chegar na ilha mais exclusiva das Bahamas e dar de cara com aquele mar que a gente acha que só existe nos cinemas.

Preparem-se. Esse post contém surra de fotos!

Os navio são ancorados de ré no porto de Castaway Cay

Eu não estava lá em cima porque Luciana, Claudia e eu correríamos a 5 k de Castaway Cay, uma corrida super familiar (para maiores de 10 anos) e gratuita que acontece em todas as paradas em Castway Cay. É impossível se inscrever com antecedência, apenas no navio – e a quem se interessar possa meu conselho vai agora: já comece a correr durante a inscrição: muita gente participa e as vagas podem não ser suficientes.

A corrida de Castaway Cay não tem vencedor, todos ganham medalha e você ainda conquista o direito de desembarcar na ilha primeiro (por isso não consegui ver o navio atracar de onde eu queria, do deck da piscina). Por volta das 9 da manhã você já estará correndo (ou andando, como muita gente faz), então não se esqueça de sair do navio com protetor no corpo.

Queria muito fazer um post daqueles extremamente completos e cheio de fotos mostrando todos os detalhes da ilha, mas isso não vai rolar porque não conheço todos os detalhes da ilha (o que é impossível em uma única parada) e porque deixei o lado jornalístico de lado e investi a maior parte do meu tempo no mar, que é a coisa mais linda que eu já vi vida.

Claro que agora penso, “poxa, eu podia ter fotografado mais”, mas a verdade é que eu precisaria de dois dias ali, um é muito pouco (e todo mundo concorda, os itinerários que param duas vez em Castaway Cay são raríssimos) e chega uma hora que bate o desespero por ver o tempo passar e perceber que não se aproveita tudo que se tem para aproveitar e nem se conhece tudo que se tem para conhecer.

Dito isso, vale responder a pergunta: vale a pena fazer a corrida de Castaway Cay ou é, literalmente, perda de tempo? Depende: você treina corrida e curte turismo com esse fim? Se sim, claro, será mais uma corrida para o seu hall de corridas, mas, caso contrário, não, você pode aproveitar a sua primeira hora de um dia muito curto de maneiras diferentes.

Já que estamos falando sobre tempo, deixo aqui a dica mais importante do post: pesquise o quanto antes, acostume-se com a ideia de que uma ida a Castaway Cay é feita de escolhas e faça as suas.

Como aproveitar Castaway Cay? Existem muitas formas de se aproveitar a ilha: você pode bater perna por ela, ficar no mar até murchar, comer e curtir uma sombra ou você pode fazer uma das atividades pagas de Castaway Cay. Como acontece no navio, exceto pela bebida alcoólica, tudo que está disponível para comer faz parte do cruzeiro, mas sobre isso falamos depois.

Existem várias formas (pagas) de brincar no mar de Castaway Cay

O que é opcional são os alugueis de equipamento de mergulho, infláveis, pranchas e pedalinhos. Luciana, Claudia e eu alugamos esse pedalinho por 30 minutos para duas ou três pessoas por 19 dólares. Lembrando que nada é pago na hora, basta apresentar a chave do quarto que o aluguel do equipamento é adicionado a sua conta.

Os 30 minutos parecem pouco mas são suficientes, primeiro porque as pernas cansam e depois porque o dia é tão corrido que é normal que os passeios ocupem a menor parte do tempo.

O legal é que indo de pedalinho a gente consegue chegar bem próximo do navio e tirar fotos lindas, só não da para pular na água e nadar porque ali, nos arredores do navio, o mar é impróprio para banho (caso você caia na água não tem problema, mas é proibido descer do pedalinho):

Dependendo da direção da câmera em relação ao sol a água parece mais verde ou mais azul…

… mas o mar é lindo de todo o jeito!

Claro que não levei minha câmera de verdade porque fiquei com medo de perdê-la, mas levei a GoPro e fiquei muito satisfeito. Infelizmente a lente olho de peixe parece deixar o navio mais longe do que realmente está, mas na verdade a gente chega bem próximo dele:

Outras experiências pagas que podem ser contratadas no quiosque Port of Adventures do seu navio: mergulho em alto mar, pesca em alto mar, banana boat, encontro com arraias e paragliding, que é para ficar só nos mais comuns. Os preços variam muito, mas aparentemente a experiência mais cara é a pesca um a um (você e um instrutor) por 229 dólares por pessoa.

O paragliding é o que eu faria em uma próxima viagem, deve ser incrível ver a ilha lá de cima e ter uma real noção do tamanho dela, até porque menos de um décimo de Castaway Cay é de área construída, a maior parte é de mata virgem e com inúmeras possibilidade de expansão.

São 104 dólares por pessoa para o paragliding.

Esse sou eu olhando para o navio, no fim da primeira parte de Family Beach: todas essas atividades recreativas e o primeiro trecho de praia ficam entre essas pedras e o navio

Mesmo local, só virei a câmera um pouquinho para esquerda

Na verdade a mata nem é tão virgem assim: antes de ser comprada pela Disney, em 1997, Castaway Cay era conhecida como Gorda Cay, um dos principais centros de distribuição de drogas que abasteciam os Estados Unidos no final da década de 1980. Quando a Disney concretizou o arrendamento de cem anos da ilha com o governo de Bahamas o primeiro serviço que eles fizeram ali foi passar um pente fino nas matas o quanto antes.

Para quem decidir fazer a corrida na ilha, ou para quem for de trem para Serenity Bay, repare no que parece ser uma pista de pouso abandonada. Na verdade essa pista é real, mas não foi feita pela Disney: ela foi construida pelo seu primeiro dono no início dos anos 1960, mas usada a rodo pelo homens de Pablo Escobar nos anos 1980. Dizem que no auge dos negócios já foram vistos seis aviões ali em um mesmo dia!

Hoje ela quase nunca é usada como pista de pouso, a não ser que aconteça alguma tragédia com navio ancorado ou em caso de visita dos magnatas da Disney, mas não acredito que conseguiríamos ver a pista recebendo um voo.

Então, continuando:

Essas fotos são da primeira praia de Castaway Cay. Estou um pouquinho mais afastado do navio, porque o mar mais próximo dele é a região dos pedalinhos. Family Beach, como é chamada, é razoavelmente grande, mas Serenity Bay, a praia dos adultos, parece ser maior.

Na verdade Family Beach não é só uma praia, é um espaço maior dividido por formações rochosas, cordas e boias delimitando trechos para nadar, para fazer esportes, encontros com animais…

Que trabalho gostoso esse!

Family Beach só fica deserta assim no início ou no fim do dia

Logo atrás da praia já tem um calçadão contornando tudo

Existem personagens na ilha, mas não perdi tempo procurando por eles, nem enfrentando fila

Family Beach é a parte mais movimentada de Castaway Cay. Primeiro porque é familiar, então a maior parte das pessoas ficam ali, depois porque é muito próxima do navio e, por último, porque concentra o maior número de atividades da ilha, como o aluguel de equipamentos, os passeios contratados, os clubes exclusivos para crianças e adolescentes (exatamente como nos navios) e esse parque aquático dentro do mar, o Pelican Plunge:

Pelican Plunge para as mais novos brincarem, só se chega nadando

Conched Out deve ser o primeiro bar de Family Beach

Head Up Bar, outro bar da ilha. Fica bem no meio de Family Beach, onde tirei a próxima foto

O navio fica ali o tempo todo até a hora de ir, inclusive quando terminei a corrida dei um pulinho na cabine para por a sunga (eu tinha descido só para correr, sem nada na mão)

Olha o visual por cima da rede…

Surra de selfie!

Bem, tirando os bares que aparecem nas fotos existem dos restaurantes em Family Beach, ambos chamados de Cookie’s Barbecue. Eu não comi em nenhum deles, comi no restaurante de Serenity Bay, mas lembro de ouvir a Luciana dizer que a comida de Serenity Bay era melhor:

Um dos restaurantes Cookie’s Barbecue ainda fechado no início do dia

Bem, vamos para Serenity Bay?

Quase todo mundo chega de trenzinho, mas quem chega de bicicleta vai logo estacionando na entrada do restaurante

Os salva vidas tirando uma com a minha cara…

Serenity Bay BBQ, o restaurante de Serenity Bay

Esse é o cardápio

Acabo de descobrir que só tirei foto de pão e salada!

Eu achei a comida deliciosa. Lembro que repeti umas duas vezes, provavelmente experimentei de tudo. Eles servem um churrasco americano, o que obviamente é muito diferente de um churrasco brasileiro: cachorro quente, hambúrguer, salada, frango assado… Na verdade é um churrasco americano com um pézinho no Texas, porque nem todo americano prepara costela em churrasco.

E que costela gostosa viu!

O mesmo casal que canta no lobby no navio estava tocando em Serenity Bay

Serenity Bay, uma das praias mais bonitas em que já estive

Olhando para a praia…

Redefinindo todas as definições de transparência

Se você já pesquisou por Castaway Cay já deve ter visto as fotos das cadeirinhas dentro do mar.

Elas não são difíceis de achar, sempre tem uma dando sopa em Serenity Bay, mas se você espera pegar uma espreguiçadeira e sobrinha trate de desembarcar o mais rápido possível e corra para Serenity Bay. Não sei dizer o que chega primeiro, se é esperar pelo trenzinho ou correr de bicicleta, mas lembre-se que quem está inscrito na corrida pode chegar em Serenity Bay antes de você.

Essa foto é tradicional!

Lembra daquele casal fitness que comentei no último post? Eles já eram descolados em Castaway Cay e foram correndo para Serenity Bay:

Essa água é inexplicável

Infelizmente o passeio dura pouco e só se chega de navio, imagina como seria se usassem 30% do terreno disponível para construir um resort com sua própria pista de pouso?

Claro que isso nunca irá acontecer, visitar Castaway Cay é um benefício dos navios – e se você quer conhecer um paraíso da Disney já existe o Aulani em Oahu no Havaí.

Justamente por ter essa aura de exclusividade Castaway Cay tem ares de paraíso. Quando a gente descobre que existe uma população de mais ou menos 60 funcionários vivendo ali em período integral a gente começa a imaginar como é a vida de quem mora onde a gente gasta uma fortuna para passar algumas horas.

Se você gostou desse post, ele é uma das minhas dicas no Pinterest:

Outras dicas do blog para preparar a sua viagem:

Já contratou o seu seguro médico de viagem? Conheça a World Nomads, uma empresa australiana com preços bem acessíveis e com a maior cobertura que conheço.

Já pensou em alugar carro no exterior? Para alugar carro no exterior pelo menor preço pesquise em todas as locadoras de uma só vez através da Rental Cars.

Que tal viajar com internet no celular? Para viajar com um chip pré-pago com ligação e internet ilimitados conheça a Travel Mobile.


About

Sou mineiro de Belo Horizonte, onde nasci e moro. Sou jornalista, trabalhei com assessoria de comunicação e fui repórter de turismo. Nem toda viagem é trabalho, mas depois do blog todo trabalho virou viagem! Sou @rodeiviagens no Insta.


Busque o seu hotel pelo booking.com!


'Castaway Cay: a ilha privativa da Disney nas Bahamas' has 1 comment

  1. 17 de May de 2017 @ 11:53 Nei

    A disney deu uma pisada na bola pois a Serenity Beach é bem mais apropriada para as crianças do que a Family Beach.

    Reply


Would you like to share your thoughts?

Your email address will not be published.

*

Rodei Viagens 2010 - 2017. Todos os direitos reservados. Termos de uso e política de comentários. Colabore com o blog!